Oi, o que você está procurando?

TRAGÉDIA

Sobe para 6 o nº de mortos no desabamento do prédio em Fortaleza

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social, quatro pessoas seguem desaparecidas nos escombros

Subiu para seis o número de mortos no desabamento do edifício Andrea, em Fortaleza. Na noite dessa quinta-feira (17/10/2019), equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará conseguiram retirar Rosane Marques de Menezes, 56 anos, dos escombros. Quatro pessoas ainda estão desaparecidas.

Além da sexta vítima, a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) também confirmou a identidade da quinta pessoa morta, retirada dos entulhos na quinta. Trata-se de Maria da Penha Bezerril Cavalcante, 81. As demais vítimas identificadas são Nayara Pinho Silveira, de 31, Antônio Gildasio Holanda Silveira, de 60, Izaura Marques de Menezes, de 81, e Frederick Santana dos Santos, de 30.

Por meio de nota, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) informou que os trabalhos de busca vão continuar durante toda a sexta-feira.

“Servidores do Sistema de Segurança cearense atuam de forma ininterrupta nas buscas por sobreviventes”, diz o comunicado.

Resgates

Até o momento, sete pessoas foram resgatadas com vida dos escombros. Desses, três já tiveram alta. A situação de uma das pacientes não foi divulgada pela família, porém o quadro dos demais é estável.

Fernando Marques, 20, foi o primeiro a ser retirado e teve alta ainda na terça-feira (15/10/2019). João Ícaro Coelho, 35, também recebeu liberação no mesmo dia. Davi Sampaio, 22, que ficou conhecido após tirar selfie debaixo dos escombros, saiu do hospital na quarta-feira (16/10/2019).

Duas vítimas seguem internadas no Instituto José Frota (IJF). Gilson Moreira, 58, teve fraturas nas duas pernas e está na sala de recuperação após passar, na quarta-feira, por sua segunda cirurgia. O paciente será submetido ainda a outra cirurgia, sem previsão de data, a fim de retirar o fixador externo colocado para dar estabilidade ao membro.

Já Cleide Maria da Cruz, 60, está internada na enfermaria e apresenta boa evolução clínica. Ainda não há previsão de alta para nenhum dos dois.

Francisco Rodrigues Alves, 59, seria transferido para o IJF, mas foi encaminhado para o Hospital Zilda Arnes, onde apresenta quadro estável. Antônia Peixoto, 72, atendida inicialmente pelo IJF com traumas craniano e torácico, foi transferida para o Hospital Otoclínica, da rede particular, e seus familiares não autorizaram a divulgação do seu estado de saúde.

A superintendente do IJF, Riane Azevedo, afirma que a unidade está preparada para receber novas vítimas que possam ser resgatadas com vida. As buscas seguem pelo terceiro dia consecutivo. Cinco pessoas foram reportadas como desaparecidas pelas famílias e estariam no prédio no momento do desabamento.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
30