Oi, o que você está procurando?

abono salarial

Pagamento de até R$ 998 do abono do PIS/Pasep começa nesta quinta

Beneficiados da vez pela liberação são trabalhadores nascidos em outubro ou com fim de inscrição 3

A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil (BB) iniciam, nesta quinta-feira (17/10/2019), o pagamento do quarto lote do abono salarial do PIS/Pasep. Os alvos são os trabalhadores da iniciativa privada nascidos em outubro, no caso do PIS; e funcionários públicos com fim de inscrição 3.

Os valores variam de R$ 84 a R$ 998, de acordo com a quantidade de dias trabalhados em 2018 (veja a relação no final desse texto). Assim, para ter direito ao abono salarial, é necessário ter trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias no ano passado, com remuneração média de até dois salários mínimos.

O trabalhador tem de estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos. Além disso, é preciso ter os dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

A Caixa e o BB realizaram na terça-feira (15/10/2019) o depósito automático do PIS/Pasep a clientes dos bancos. Assim, o benefício liberado a partir desta quinta é destinado a trabalhadores que não são correntistas nem poupadores. Não é obrigatório tirar o dinheiro agora. O saque pode ser feito até 30 de junho de 2020.

Como sacar o PIS?

Quem possui o Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir até:
1. casa lotérica;
2. ponto de atendimento Caixa Aqui;
3. terminais de autoatendimento da Caixa.

Caso não tenha o Cartão do Cidadão e não tenha recebido automaticamente em conta, o valor pode ser retirado em qualquer agência da Caixa. É preciso apresentar documento de identificação oficial com foto.

Como sacar o Pasep?
Os pagamentos do abono salarial são realizados com crédito em conta para os correntistas e poupadores do BB.

Os demais podem realizar Transferência Eletrônica Disponível (TED) para conta de mesma titularidade em outra instituição financeira ou efetuar o saque em agências do BB. Também é preciso documento oficial de identificação.

Valores

A quantia que cada trabalhador tem para receber é proporcional ao número de meses trabalhados formalmente em 2018. O valor do abono será calculado na proporção 1/12 do salário mínimo vigente na data do pagamento. Assim, quem trabalhou por 12 meses, por exemplo, tem direito a um salário mínimo (R$ 998).

Veja a tabela:

1 mês de trabalho – R$ 84
2 meses de trabalho – R$ 167
3 meses de trabalho – R$ 250
4 meses de trabalho – R$ 333
5 meses de trabalho – R$ 416
6 meses de trabalho – R$ 499
7 meses de trabalho – R$ 583
8 meses de trabalho – R$ 666
9 meses de trabalho – R$ 749
10 meses de trabalho – R$ 832
11 meses de trabalho – R$ 915
12 meses de trabalho – R$ 998

Histórico

O pagamento do PIS/Pasep 2019/2020 teve início em 25 de julho deste ano. Para os trabalhadores da iniciativa privada, vinculados ao PIS, é considerado o mês de nascimento. Já para os funcionários públicos, associados ao Pasep, vale o dígito final do número de inscrição do programa.

Trabalhadores que nasceram entre julho e dezembro recebem o PIS ainda este ano. Os nascidos entre janeiro e junho terão o recurso disponível para saque em 2020. Os servidores públicos com o dígito final de inscrição do Pasep de 0 e 4 também recebem este ano. Já as inscrições com o final entre 5 e 9, no próximo ano.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
39