CONECTE CONOSCO

REGIÃO

Ladrão é preso por furtar cervejas e sorvetes de supermercado em Prudente

Publicado em

Foto: Polícia Militar


A Polícia Militar prendeu em flagrante na madrugada desta terça-feira (8) um rapaz, de 20 anos, acusado de ter furtado um supermercado no Jardim Paulista, em Presidente Prudente.

Os policiais foram acionados para o atendimento da ocorrência depois de terem recebido a informação, através do Centro de Operações da Polícia Militar (Copom), de que um indivíduo havia arrombado a porta metálica do estabelecimento comercial e furtado cervejas e potes de sorvete.

Além disso, a informação que chegou à PM dava conta de que o ladrão estaria se deslocando pelas imediações do Jardim Paulista com os produtos furtados em um carrinho de compras.

Os militares compareceram ao bairro, onde se depararam com o homem, que estava com o carrinho e as mercadorias.

Representantes do supermercado apresentaram aos policiais as imagens das câmeras de monitoramento do estabelecimento comercial que mostravam a filmagem do mesmo homem furtando as mercadorias, que totalizaram um valor de R$ 361,21.

No total, o rapaz roubou do supermercado 48 latinhas de cerveja e 18 potes de sorvete.

O homem recebeu voz de prisão em flagrante por furto qualificado e foi conduzido à Delegacia Participativa da Polícia Civil, onde permaneceu no aguardo da audiência de custódia na Justiça.

Também foi informado à Polícia Civil que as imagens de um furto ocorrido em data anterior no Jardim Aviação mostraram o envolvimento de um homem com características idênticas às do indivíduo preso nesta terça-feira (8).

‘Filhos passando necessidades’

De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado na Delegacia Participativa da Polícia Civil, o homem preso confessou a prática do crime e justificou que cometeu o furto porque seus “filhos estão passando necessidades”.

No entanto, o próprio registro policial pondera que, embora o rapaz tenha apresentado tal alegação, as mercadorias furtadas eram latinhas de cerveja e potes de sorvete.

“Os indícios de autoria, a seu turno, foram demonstrados pelos termos dos depoimentos das testemunhas e interrogatório do indiciado”, salientou a Polícia Civil.

“Não viceja dos autos, outrossim, causa excludente da ilicitude ou dirimente da culpabilidade, bem como elementos capazes de infirmar a autoria e a materialidade do crime ora apurado”, pontuou ainda a polícia.

A Polícia Científica foi acionada para periciar o supermercado furtado em razão do arrombamento da porta metálica.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
G1 / TV FRONTEIRA
Anunciante

São Paulo

Operação da Polícia Civil prende grupo suspeito de aplicar golpes no sistema financeiro

Piapara, comandada pelo Deic, cumpre mandados de prisão e de buscas contra organização criminosa que já causou prejuízos milionários

Publicado em

A Polícia Civil, por meio do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), deflagrou na manhã desta terça-feira (22) a operação Piapara para combater fraudes financeiras.

A ação visa cumprir sete mandados de prisão e 12 de busca e apreensão nas cidades de São Paulo, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul. Até o momento cinco integrantes de uma organização criminosa foram presos.

Os trabalhos em campo estão sendo realizados por 50 agentes da 6ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Crimes contra o Patrimônio (Disccpat), que apuram Facções Criminosas e Lavagem de Dinheiro. O nome da operação foi inspirado em um peixe da bacia do rio Paraná, conhecido por dar trabalho aos pescadores.

A operação tem como alvo uma organização criminosa especializada em golpes no sistema financeiro. O grupo conseguia dinheiro de instituições financeiras por meio de empresas fantasmas, colocadas em nome de “laranjas”.

Depois a organização “lavava” dinheiro por meio da compra de bens, principalmente veículos. Setenta veículos já foram identificados e bloqueados administrativamente. O esquema já provocou prejuízos milionários.

Até o momento, cinco pessoas foram presas e um estoque de veículos foi apreendido em um galpão em São Bernardo do Campo. No local havia carros de luxo, esportivos, médios e motos aquáticas.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

Barbárie

Jovem mata irmã grávida e arranca bebê de barriga para aplicar golpe

Publicado em

A Delegacia de Homicídios de Porto Velho, em Rondônia, investiga um caso de duplo homicídio cometido por uma adolescente de 13 anos e pelo comparsa de 15 anos.

A menor de idade, que não teve o nome revelado, matou a irmã Fabiana Pires Batista, de 23 anos, com pauladas e pedradas e arrancou o bebê dela com ajuda do comparsa, também menor de idade. O filho de Fabiana, de apenas 7 anos, também levou pedradas e foi empurrado dentro de um lago.

Segundo a delegada Leisaloma Carvalho, há indícios de que o crime tenha sido premeditado. Materiais utilizados na execução da vítima foram levados até o local e os dois confessaram ter cometido o crime para dar um golpe e “enriquecer”.

Em coletiva de imprensa, Leisaloma disse que o rapaz de 15 anos pegou o bebê da vítima, retirado do útero com ajuda de uma faca, para entregar à mãe que fingia uma gravidez para casar com um garimpeiro.

A dupla foi apreendida por duplo homicídio e a mãe do adolescente, que tem suspeita de envolvimento no crime, é procurada pela polícia.

O bebê arrancado da barriga da mãe com uma faca é um menino. Ele tem 1,8 kg e foi encaminhado ao hospital após ser encontrado na casa do menor de idade. Ele está com bom estado de saúde e será encaminhado ao Conselho Tutelar quando sair do centro obstétrico do Hospital Base.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998
82