CONECTE CONOSCO

investigação

Aeronave usada para o tráfico internacional de drogas é apreendida em Birigui

Publicado em

Foto- Divulgação/ Polícia Civil


A Polícia Civil de São Paulo desmantelou um esquema de tráfico de drogas no interior do Estado nesta semana. Após investigação em Sumaré, Americana, Jundiaí, Sorocaba e Birigui, foram apreendidas oito aeronaves que serviam ao grupo de narcotráfico.

Segundo informações da assessoria da Polícia Civil, o trabalho da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) de Americana começou a ser feito em abril de 2018, quando um avião que saiu da cidade com 458 quilos de cocaína foi apreendido em Caruari, no Amazonas.

Além de de tráfico, o grupo atua com lavagem de dinheiro. O líder da organização foi preso em 31 de agosto em Prado, no sul da Bahia, em cumprimento de um mandado de prisão federal.

O sete aviões de pequeno porte e um helicóptero foram avaliados em R$ 18 milhões, e estavam em Americana, Jundiaí, Sorocaba e Birigui.

O líder da organização foi preso no último 31 de agosto na cidade de Prado, no sul do Estado da Bahia, em cumprimento de um mandado de prisão federal.

Outros investigados foram presos em São Paulo, Goiás e Amazonas, com participação das Polícias Civis dos outros estados e Força Aérea Brasileira. Durante as prisões, foi apreendida 1,3 tonelada de cocaína que seria encaminhada à Europa.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
G1/ TV Tem
Anunciante

São Paulo

Operação da Polícia Civil prende grupo suspeito de aplicar golpes no sistema financeiro

Piapara, comandada pelo Deic, cumpre mandados de prisão e de buscas contra organização criminosa que já causou prejuízos milionários

Publicado em

A Polícia Civil, por meio do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), deflagrou na manhã desta terça-feira (22) a operação Piapara para combater fraudes financeiras.

A ação visa cumprir sete mandados de prisão e 12 de busca e apreensão nas cidades de São Paulo, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul. Até o momento cinco integrantes de uma organização criminosa foram presos.

Os trabalhos em campo estão sendo realizados por 50 agentes da 6ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Crimes contra o Patrimônio (Disccpat), que apuram Facções Criminosas e Lavagem de Dinheiro. O nome da operação foi inspirado em um peixe da bacia do rio Paraná, conhecido por dar trabalho aos pescadores.

A operação tem como alvo uma organização criminosa especializada em golpes no sistema financeiro. O grupo conseguia dinheiro de instituições financeiras por meio de empresas fantasmas, colocadas em nome de “laranjas”.

Depois a organização “lavava” dinheiro por meio da compra de bens, principalmente veículos. Setenta veículos já foram identificados e bloqueados administrativamente. O esquema já provocou prejuízos milionários.

Até o momento, cinco pessoas foram presas e um estoque de veículos foi apreendido em um galpão em São Bernardo do Campo. No local havia carros de luxo, esportivos, médios e motos aquáticas.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

Barbárie

Jovem mata irmã grávida e arranca bebê de barriga para aplicar golpe

Publicado em

A Delegacia de Homicídios de Porto Velho, em Rondônia, investiga um caso de duplo homicídio cometido por uma adolescente de 13 anos e pelo comparsa de 15 anos.

A menor de idade, que não teve o nome revelado, matou a irmã Fabiana Pires Batista, de 23 anos, com pauladas e pedradas e arrancou o bebê dela com ajuda do comparsa, também menor de idade. O filho de Fabiana, de apenas 7 anos, também levou pedradas e foi empurrado dentro de um lago.

Segundo a delegada Leisaloma Carvalho, há indícios de que o crime tenha sido premeditado. Materiais utilizados na execução da vítima foram levados até o local e os dois confessaram ter cometido o crime para dar um golpe e “enriquecer”.

Em coletiva de imprensa, Leisaloma disse que o rapaz de 15 anos pegou o bebê da vítima, retirado do útero com ajuda de uma faca, para entregar à mãe que fingia uma gravidez para casar com um garimpeiro.

A dupla foi apreendida por duplo homicídio e a mãe do adolescente, que tem suspeita de envolvimento no crime, é procurada pela polícia.

O bebê arrancado da barriga da mãe com uma faca é um menino. Ele tem 1,8 kg e foi encaminhado ao hospital após ser encontrado na casa do menor de idade. Ele está com bom estado de saúde e será encaminhado ao Conselho Tutelar quando sair do centro obstétrico do Hospital Base.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998
79