CONECTE CONOSCO

TRAGÉDIA

Vítima de desabamento de muro em obra no Concórdia é identificada

Publicado em



O pedreiro Givanildo Vieira dos Santos, de Palmeira dos Índios (AL), 31 anos, morreu após as paredes de um muro desabarem sobre ele, em uma obra na rua Avenida Antônio Cavazzana, no Concórdia 3, Zona Leste de Araçatuba.

Segundo testemunhas, a vítima trabalhava havia cerca de 20 dias na construção de dois barracões. O rapaz estava no chão, ao lado de uma betoneira, quando uma parede tombou sobre a outra e caiu sobre ele.

Outros dois funcionários estavam no local no momento do desabamento, mas não se feriram, porque estavam sobre um andaime.

O dono da obra informou à polícia que havia contratado uma construtora para executar a construção e que não conhecia a vítima, que morava no bairro Água Branca. No local, não havia placas de identificação do engenheiro ou responsável pela construção.

Uma Unidade de Socorro Avançado (USA) do Samu esteve no local e, após análise do médico responsável, foi constatado o óbito da vítima. O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML).

Como havia risco de novo desabamento, o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil determinaram a derrubada da obra.

O caso será investigado pela Polícia Civil, que deverá buscar informações sobre as condições das edificações. A princípio, a morte do pedreiro será registrada como homicídio culposo.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Anunciante
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998
  83