Connect with us

INVESTIMENTO SUSTENTÁVEL

Lourdes terá usina de 120 milhões de euros para tratar o lixo de 17 municípios

Município pode se tornar referência nacional na produção de energia sustentável

Publicado

em

Prefeita de Lourdes, Gisele Tonchis, e o CEO da Biogeoenergy, Paulo de Tarso, apresentaram o projeto a prefeitos da região no final do mês passado: "Vamos solucionar o problema do tratamento do lixo e gerar recursos para investir em outras áreas", disse a chefe do Executivo


O município de Lourdes, de 2.249 habitantes, está prestes a receber um investimento de 120 milhões de euros com a instalação de uma usina de tratamento de resíduos sólidos urbanos, industriais, hospitalares e químicos. O empreendimento deverá ser viabilizado em dois anos e gerar até 80 empregos diretos.

A iniciativa é das empresas Biogeoenergy e Geoterra, em parceria com um fundo de investimentos que incluem investidores de vários países, como China, Rússia, Bielo-Rússia e Brasil, dentre outros.

O projeto, considerado piloto no País, irá receber os resíduos produzidos em 17 municípios que irão se consorciar para viabilizar o funcionamento da usina, que deverá processar até 300 toneladas de lixo por dia, segundo o CEO das Biogeoenergy e Geoterra, Paulo de Tarso.

Os municípios de Auriflama, Brejo Alegre, Buritama, Floreal, Gastão Vidigal, General Salgado, Macaubal, Monções, Nhandeara, Nova Castilho, Nova Luzitânia, Planalto, Santo Antônio do Aracanguá, São João de Iracema, Turiúba e Zacarias irão enviar os seus resíduos até Lourdes por caminhão, o que possibilitará a eliminação dos lixões e aterros sanitários.

Com tecnologia alemão, os resíduos serão transformados em combustível para a geração de energia elétrica, fertilizantes e subprodutos da área industrial recicláveis. O processo, que tem cinco fases, é mecanizado e atende o Plano Nacional de Resíduos Sólidos,

Conforme a prefeita de Lourdes, Gisele Tonchis (DEM), a produção da usina não agride o meio ambiente e todos os dejetos do processo são reutilizados. “O lixo, da maneira como é tratado hoje, demora muito tempo para agradar. Com esta tecnologia, vamos preservar o meio ambiente e ainda gerar emprego e dinheiro para investir em educação, saúde e em outras áreas”, afirmou.

VANTAGENS

Ela explica que será aberta uma licitação para que outras empresas manifestem interesse em investir em um empreendimento como o da Biogeoenergy e Geoterra. Após o processo licitatório, será escolhida uma área para a instalação da usina e o projeto será submetido à avaliação da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo0.

Leia também:   Conselho Regional de Medicina realiza roda de conversa sobre saúde em Araçatuba

Dentre as vantagens da instalação da usina de tratamento de resíduos, está a possibilidade do fechamento de negócios com o mercado europeu, que prioriza a compra de produtos de municípios ecologicamente corretos.

“Os europeus são muito preocupados com o meio ambiente e este será um diferencial que poderá favorecer a exportação da produção dos municípios consorciados”, explica a prefeita.

Outra vantagem é que os prefeitos vão pagar o mesmo valor gasto hoje com os aterros para destinar o lixo para a usina. Em contrapartida, terão um desconto de 25% na conta de energia elétrica para os órgãos do setor público e para a iluminação pública.

POTENCIAL

A prefeita explica que conheceu o projeto em uma visita a Brasília. Na ocasião, apresentou o potencial da região e convenceu os responsáveis pelo empreendimento a investirem em Lourdes e região.

“Temos o Aquífero Guarani, a maior lâmina de reflexão de luz do Estado de São Paulo, ferrovia, rodovias, hidrovia, gasoduto. Demonstrei que nossa região tem boa condição de infraestrutura”, contou.

Segundo ela, a instalação da usina deverá proporcionar a atração de outros investimentos com a ramificação de outras empresas em Lourdes e nos municípios de seu entorno.

O lançamento do empreendimento foi realizado no dia 30 de agosto, em Lourdes, com a participação de prefeitos e outras autoridades da região. “Lourdes será um município certificado e vai ajudar os municípios vizinhos”, prevê a prefeita.

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Anunciante
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998
106