Connect with us

Prefeitura de Araçatuba

Secretária pede demissão e Dilador exonera servidores investigados pela PF

Publicado

em



O prefeito Dilador Borges decidiu na tarde dessa terça-feira (138) exonerar todos os servidores investigados na operação realizada pela Policia Federal.

Ao todo são quatro funcionários que atuavam em secretarias distintas, sendo, Assistência Social, Governo, Administração e Saúde.

O prefeito também aceitou o pedido de exoneração feito pela secretária de Assistência Social, Maria Cristina Domingues.

Segundo comunicado da prefeitura, ela tomou a decisão por acreditar que, estando afastada do cargo, poderá contribuir melhor com as elucidações dos fatos.

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (13), a Operação “#TudoNosso”, que investiga diversos crimes de desvios de recursos públicos na cidade de Araçatuba.

Aproximadamente 150 policiais federais foram mobilizados para o cumprimento de 14 mandados de prisão temporária e 37 mandados de busca e apreensão nas cidades de Araçatuba, Clementina, Itatiba, Jundiaí e São Paulo. Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal de Araçatuba.

O prefeito Dilador Borges não está na cidade. Durante a tarde, o chefe de gabinete, Deocleciano Borella, o corregedor do município, Jaime Gardenal Junior, e o assessor executivo da Secretaria de Administração, Carlos Alberto Coelho Salesse concederam uma entrevista coletiva para a imprensa. Eles disseram que a Prefeitura de Araçatuba está colaborando com a investigação da Polícia Federal.

Veja a íntegra da entrevista:

 

Secretários municipais de Araçatuba falam sobre a Operação "#Tudonosso", da Policia Federal,1que investiga fraudes em licitações e superfaturamento de contratos.

Posted by Regional Press on Tuesday, August 13, 2019

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Anunciante
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998
79