Connect with us

Justiça

Promotoria firma TAC para proteção de jovens com medidas socioeducativas em Jales

Publicado

em



Por meio da Promotoria de Justiça da Infância e Juventude local, o Ministério Público firmou na última quarta-feira (7/8) Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o município de Jales visando à implantação de serviço de proteção social a adolescente em cumprimento de medida socioeducativa.

A medida se destina a auxiliar e fiscalizar adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas de liberdade assistida e prestação de serviços à comunidade.

Pelos termos do acordo, a prefeitura se compromete, entre outras obrigações, a manter equipe de referência com ao menos dois técnicos de nível superior e dois educadores sociais, responsáveis pelo atendimento aos adolescentes.  Os profissionais deverão ter formação em psicologia ou assistência social.

O TAC foi fruto de investigação realizada pela Promotoria de Justiça, concluindo que o serviço de proteção social a adolescente em cumprimento de medida socioeducativa era realizado por profissionais da rede de atendimento que desempenham também outras funções, com sobreposição de atribuições e possível redução na eficácia das medidas aplicadas.

O serviço a ser implantando pelo município tem a finalidade de contribuir para a efetiva ressocialização de adolescentes em conflito da lei, estando de acordo com as diretrizes do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase).

Pelo MPSP, o TAC foi assinado pelo promotor de Justiça Cleiton Luís da Silva. Já o município de Jales foi representado pelo prefeito, Flavio Prandi Franco, e pelo procurador jurídico Pedro Manoel Callado Moraes.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
MPSP
Anunciante
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998
78