CONECTE CONOSCO

futebol

Love resolve, e Corinthians avança para enfrentar o Fluminense na Sul-Americana

Publicado em



SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O Corinthians está classificado para as quartas de final da Copa Sul-Americana e enfrentará o Fluminense.

Nesta quinta (1º) à noite, no estádio Gran Parque Central, o time brasileiro venceu o Montevideo Wanderers por 2 a 1, com dois gols marcados pelo atacante Vagner Love, e avançou com tranquilidade, já que havia superado os uruguaios por 2 a 0 na Arena de Itaquera. Na partida, o técnico Fábio Carille até poupou alguns titulares.

É só a segunda vez na história que o Corinthians chega às quartas de final do torneio continental. A outra vez foi em 2005 e o time foi eliminado.

Ainda são desconhecidas as datas das quartas de final da Sul-Americana, sendo que estão reservados os quatro próximos meios de semana para isso.

Antes, o Corinthians enfrenta o Palmeiras no domingo, às 19h, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Já o Montevideo Wanderers, de seis derrotas seguidas na temporada, segue sua caminhada somente no Campeonato Uruguaio e volta a jogar em 10 de agosto, contra o Liverpool.

VAGNER LOVE RESOLVE: O MELHOR EM CAMPO

O rendimento abaixo do esperado nos últimos jogos somado ao destaque de Boselli, que até fez gol no fim de semana, levantou dúvidas sobre a manutenção de Vagner Love como titular do Corinthians. Não levanta mais.

O atacante marcou duas vezes, em lances de oportunismo e bom posicionamento, e facilitou a classificação para as quartas de final da Sul-Americana.

Ele já vinha sendo peça importante antes dos gols com arranque e velocidade e acabou resolvendo o jogo no segundo tempo. Foi substituído, aplaudido pela marcante presença de torcedores corintianos em Montevidéu, aos 23 minutos do segundo tempo, por Boselli.

‘MATEUS’ DÃO DINÂMICA AO MEIO

O Corinthians teve dois “Mateus” como outros destaques na partida: Matheus Jesus e Mateus Vital. A dupla deu mais dinâmica ao meio-campo corintiano, ajudando a melhorar um dos piores defeitos do time no primeiro semestre: a transição lenta.

Jesus apareceu muitas vezes na entrada da área e até acertou o travessão em uma de suas finalizações. Vital, por sua vez, se deslocou bem pelas beiradas e fez boas triangulações com Carlos Augusto e Clayson. No segundo tempo, Matheus Jesus diminuiu rendimento e foi substituído por Júnior Urso.

CÁSSIO FALHOU EM GOL, E NÃO SÓ ELE

O único gol sofrido pelo Corinthians na partida contou com falha do goleiro Cássio. O camisa 12 errou o tempo da bola ao pular antes do chute e sofreu o gol.

No entanto, o ídolo da torcida corintiana não foi o único que errou no lance. Gabriel perdeu a bola para Bravo na saída de jogo e viu o rival chutar para surpreender Cássio no seu canto esquerdo.

WANDERERS PROVA SUA FRAGILIDADE, MESMO EM CASA

O jogo da semana passada, no Brasil, já havia mostrado que o Montevideo Wanderers não é uma equipe brilhante tecnicamente.

Mas para quem esperava que eles poderiam aproveitar o fato de atuar em casa, uma nova decepção: o estádio estava vazio e o time repetiu a atuação ruim. No primeiro tempo simplesmente não houve criação de boas jogadas.

Os uruguaios não levaram perigo nenhuma vez. Muito suor, mas também muitas bolas perdidas, passes errados e falta de ousadia.

A limitação estava para lá de clara. No segundo tempo o time foi para o desespero, com faltas, velocidade e posse de bola improdutiva.

CORINTHIANS PREMIADO PELA PACIÊNCIA

Os visitantes perderam uma série de chances no primeiro tempo e só conseguiram marcar na etapa complementar, graças à paciência na troca de passes pelo meio.

As associações entre Matheus Jesus e Clayson pela esquerda mostraram uma via alternativa que pode ser importante para o Corinthians na sequência da temporada. Ramiro também conseguiu se destacar com mobilidade pelo lado direito.

RAMIRO FAZ MELHOR JOGO PELO CORINTHIANS

O meia-atacante Ramiro fez o seu melhor jogo com a camisa do Corinthians. Contratado do Grêmio com status de titular, Ramiro não engrenou no Alvinegro.

Mas hoje, o meia lembrou os seus bons momentos no time gaúcho atuando aberto do lado direito na segunda linha corintiana.

O camisa 28, aliás, participou diretamente dos dois gols do Timão. No primeiro, ele fez a diagonal e recebeu dentro da área para chutar na trave.

No rebote, Love marcou. No segundo, ele apareceu aberto do lado direito na área e tocou de primeira para Love marcar mais um.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Anunciante

futebol

Brasil derrota Itália e está nas semifinais do Mundial Sub-17

Publicado em

O Brasil se classificou para as semifinais da Copa do Mundo de futebol sub-17 após derrotar a Itália por 2 a 0 nesta segunda (11) em partida realizada no Estádio Olímpico de Goiânia.

Com a classificação o Brasil enfrenta a França nas semifinais, e continua na caminhada em busca de seu quarto título na competição.

Quem teve a primeira oportunidade clara de marcar foi o Brasil. Aos 4 minutos Kaio Jorge toca para Pedro Lucas chutar para defesa do goleiro Molla.

Porém, um minuto depois não tem jeito. O lateral-esquerdo Patryck, da base do São Paulo, avança com liberdade e chuta forte para abrir o marcador.

Aos 15 minutos a Itália cria oportunidade de empatar. Pirola cabeceia com liberdade após cobrança de escanteio, mas o goleiro Matheus Donelli consegue espalmar para fora.

Cinco minutos depois a equipe italiana tem nova chance clara, em cobrança de falta perigosa do meia Brentan, que passa muito perto do gol brasileiro.

Com o passar do tempo a Itália passa a dominar as ações. Mas encontra dificuldades de criar chances claras.

E a equipe europeia chega novamente com perigo aos 35 minutos, quando o atacante Gnonto cabeceia com perigo após cobrança de falta. Mas a bola vai para fora.

Mas se a Itália não transforma as suas oportunidades em gols, o Brasil aproveita as chances que aparecem. E aos 39 minutos o meia Pedro Lucas toca para João Peglow, que acerta um belo chute cruzado que bate na trave do gol italiano antes de entrar. 2 a 0 para o Brasil, e o terceiro gol do jogador da base do Internacional em 5 partidas na competição.

Segundo tempo sem gols

O segundo tempo começa muito amarrado, com as duas equipes concentrando as ações no meio de campo. Com isso as chances diminuem muito.

A primeira oportunidade do Brasil aparece aos 16 minutos, quando Veron recupera a bola, se livra dos marcadores e chuta com muito perigo, mas o goleiro Molla consegue espalmar para fora.

Aos 22 minutos a seleção brasileira volta a ter outra boa chance. O lateral Yan avança e toca para Talles Costa, que encontra Pedro Lucas, que bate para fora com perigo. Mas o Brasil não consegue aproveitar.

E a Itália tem a sua melhor oportunidade aos 36 minutos, quando o atacante Gnonto recebe lançamento em profundidade para ficar cara a cara com o goleiro Matheus Donelli. Porém, o goleiro brasileiro é decisivo ao avançar e conseguir matar a jogada adversária.

A partir daí a seleção brasileira administra a partida até o final para garantir a vitória de 2 a 0.

Semifinais

O adversário do Brasil nas semifinais será a França, que goleou a Espanha por 6 a 1 também nesta segunda.

A outra semifinal colocará frente a frente as seleções do México e da Holanda, que se enfrentam na próxima quinta no Estádio do Bezerrão, no Gama (DF).

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

torneio internacional

Nos pênaltis, seleção feminina é superada pela China e fica em segundo

Publicado em

A Seleção Feminina ficou com o segundo lugar do Torneio Internacional de Chongqing. Na manhã deste domingo (10), após empate sem gols no Chongqing Yongchuan Sports Center Stadium, a China superou o Brasil por 4 a 2 nas cobranças de pênaltis e faturou o troféu da competição preparatória. Apesar do revés na marca da cal, a Canarinho continua invicta no comando da técnica Pia Sundhage: são quatro vitórias e dois empates.

Jogando em casa, a China pressionou um pouco mais no início da partida. No entanto, com o decorrer do tempo, o Brasil passou a se soltar mais na partida. A primeira boa chance foi com Debinha, aos 21 minutos, após belo passe de Chú. Mais tarde, aos 43, foi a vez de Debinha servir Ludmila, cortou a marcadora dentro da área mas chutou para fora.

O segundo tempo seguiu com poucas oportunidades para os dois lados. A boa marcação das equipes prevaleceu na etapa final. Antes de a decisão ir para os pênaltis, a Seleção quase marcou aos 46 minutos, quando Andressinha cobrou falta com perigo, mas a bola foi para fora.

Nas penalidades, Tamires e Andressinha acabaram desperdiçando as cobranças e a Canarinho ficou com o vice-campeonato do Torneio Internacional de Chongqing.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998