CONECTE CONOSCO

FUTEBOL

Em estreia do PSG, torcida xinga Neymar e leva faixa: ‘Cai fora’

Publicado em

Atacante foi hostilizado pela torcida francesa e deve deixar o time


PARIS, FRANÇA (FOLHAPRESS) – Um cartaz simplório erguido pela torcida do Paris Saint-Germain neste domingo (11), na estreia do time no Campeonato Francês 2019-2020, resume o status da relação do clube com sua estrela: “Neymar, cai fora! (casse-toi)”.

O atacante brasileiro não pisou no gramado do Parc des Princes –na véspera, o novo diretor esportivo do PSG, Leonardo, tinha dito que o jogador só voltaria a defender a equipe quando se definisse se ele fica em Paris ou vai embora (o mais provável).

A ausência do brasileiro em campo foi compensada por lembranças insistentes (e hostis) em cantos e faixas de torcedores. Logo no começo da partida contra o Nîmes, uma ala do público puxou um “Neymar, filho da puta!” em espanhol.

Pouco depois, a torcida do PSG desfraldou quatro grandes painéis que estampavam uma provocação dura. Em tradução aproximada (e levemente “higienizada”), as faixas diziam “Neymar, apanhar de uma prostituta não acontece só em uma ‘remontada’. Você se lembra?”.

“Remontada” (recuperação ou superação, em espanhol) é como ficou conhecido o jogo de março de 2017 em que o PSG foi estraçalhado pelo Barcelona de Messi, Neymar e cia., perdendo por 6 a 1. O brasileiro fez então dois gols. Há pouco, referiu-se ao confronto como um dos mais marcantes de sua carreira, enfurecendo seu clube atual.

Com o resultado, os franceses foram eliminados da Liga dos Campeões, depois de terem ganhado a partida de ida por 4 a 0.

ACUSAÇÃO DE ESTUPRO

A segunda parte da alfinetada da torcida faz referência ao episódio em que o atacante foi acusado pela modelo Najila Trindade de tê-la agredido e estuprado em um hotel parisiense, em maio passado.

A acusadora mostrou à polícia um vídeo, gravado no dia seguinte ao da suposta agressão, no qual batia no atleta –em pretensa reação ao que ocorrera na véspera. Na semana passada, a Justiça arquivou o inquérito relativo ao caso.

O técnico da equipe francesa, Thomas Tuchel, saiu em defesa do jogador na entrevista coleta após a partida. “Entendo e não entendo [a reação da torcida]. Hoje em dia, as emoções são assim, à flor da pele. Mas ele ainda é meu jogador. Sendo assim, vou sempre protegê-lo. Posso compreender que não gostem do que diz ou faz, mas é preciso encontrar outro nível para se expressar”, afirmou o alemão.

GOTA D’ÁGUA

Antes do jogo de domingo, no entorno do estádio, os torcedores do PSG se mostravam favoráveis ao “divórcio” entre a direção e o brasileiro. “Espero que ele vá embora, e por um preço justo, próximo daquele que pagamos por ele [222 milhões de euros, em 2017]”, dizia Alexis Canestaier, 26, que trabalha em uma start-up. “A gota d’água para mim foi ele falar bem da ‘remontada’.”

O amigo dele, Thomas Lhumeau, 29, fez o seguinte balanço do biênio de Neymar na França. “Em termos esportivos, foi nulo. Valeu pela visibilidade que ele trouxe à equipe, pelos patrocínios, tudo o que é comercial.”

A avaliação do funcionário público Julien Pouget, 38, segue linha parecida. “Gosto do jogador, não da pessoa Neymar. Ele não aprecia a equipe, não tem amor à camisa e não estava em campo quando mais precisamos dele [nas eliminações da Liga dos Campeões em 2018 e 2019]. Preferia alguém pior, porém mais presente.”

Para a bancária Karine Petitcolas, 48, é como se ele tivesse jogado apenas o primeiro tempo nas últimas duas temporadas. “Ele foi bem acolhido, mas acho que o mimaram demais. É uma pena que Leonardo [que chegou com a missão de botar ordem na casa] não tenha chegado antes.”
Segundo ela, “para ganhar o Campeonato Francês, não precisamos de Neymar; ele veio para nos dar a Liga dos Campeões”.

Petitcolas acha que o brasileiro é “feito para a Espanha, onde o jogo é mais tático do que físico”. “Espero que ele vá para o Real Madri, só para irritar o Barcelona. Mas lá, com Zidane [técnico], aposto que vai ficar com a boca fechada.”

Vários jornais europeus informaram no domingo que as negociações para transferência de Neymar estariam mais avançadas com o Real do que com os catalães.

Em Paris, os donos da casa não tiveram dificuldade em derrotar o fraco Nîmes por 3 a 0, com gols de Cavani (pênalti), Mbappé e Di Maria.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
Anunciante

Campeonato

Araçatuba realiza 9ª edição da Copa de Futsal sub-11

Publicado em

Na manhã desta sexta-feira (23), aconteceu a abertura da 9ª edição da Copa de Futsal da categoria sub-11 com times masculino e feminino, que engloba alunos de escolas da Rede Municipal, no Ginásio de Esportes Plácido Rocha.

A IX Copa de Futsal conta com 24 times do sexo masculino e 23 do feminino, o que dá aproximadamente, 700 atletas participantes e liderados pela técnica Silvana Requena (Cuca).

Também participaram do evento o prefeito de Araçatuba Dilador Borges; a vice prefeita Edna Flor; a secretária municipal de Educação, Silvana Sousa e Souza; o secretário municipal de Cultura e Esporte, Lazer e Recreação, Sergio Tumelero.

A competição acontece do dia 23/8 até 6/9 e serão premiados os quatro primeiros colocados, melhor goleiro e melhor jogador artilheiro de cada categoria.

O campeonato tem como objetivo dar oportunidades aos alunos para a vivência da prática esportiva, que proporciona saúde, desenvolvimento das qualidades motoras, criatividade, integração social e contribuir para a formação de cidadãos conscientes de seus direitos.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

futebol

Corinthians e Fluminense empatam sem gols pela Sul-Americana

Publicado em

Ficou tudo igual entre Corinthians e Fluminense no jogo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana, na noite desta quinta-feira, na Arena, em Itaquera.

Num jogo muito equilibrado, com poucas chances de gol, as equipes ficaram no 0 a 0. Agora, quem vencer o segundo jogo avança para a semifinal.

Em caso de empate com gols, o Timão passa para encarar o Independiente del Valle, do Equador.

As equipes voltam a se enfrentar na próxima quinta-feira, às 21h30, no Maracanã. Antes disso, o Corinthians entra em campo pelo Brasileiro, no domingo, fora de casa, às 19h, contra o Avaí.

O Fluminense não joga no fim de semana porque o jogo contra o Palmeiras foi adiado para o dia 10 de setembro.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

futebol

Palmeiras vence Grêmio fora e joga por empate para ir à semi da Libertadores

Publicado em

Foto (Site Oficial do Palmeiras)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O Palmeiras venceu o Grêmio nesta terça (20), em Porto Alegre, por 1 a 0, e saiu em vantagem na disputa por vaga na semifinal Libertadores. A equipe paulista, agora, poderá jogar por um empate em casa.

O segundo duelo entre as equipes será na próxima terça (27), às 21h30, no estádio do Pacaembu. Em caso de vitória gremista pelo placar mínimo, haverá disputa por pênaltis.

Com formações espelhadas, ambos no esquema 4-3-3, Palmeiras e Grêmio tiveram dificuldades para fazer a bola rolar com velocidade no começo do primeiro embate. O excesso de erros de passes deixava o jogo truncado.

Em casa, o time gaúcho tomava mais iniciativa, mas era os contra-ataques palmeirenses que originavam os lances mais agudos.

Até os 30 minutos, no entanto, os goleiros pouco foram acionados até o momento em que Gustavo Scarpa sofreu uma falta, da intermediária. Era uma boa chance de mandar a bola para a área.

Marcos Rocha se posicionou para a cobrança e preferiu rolar curta para o próprio Scarpa. O meia soltou um chute indefensável. A bola ainda tocou no travessão antes de ir ao fundo da rede: 1 a 0.

Foi o sexto gol do camisa 14 na competição, da qual ele agora divide a artilharia com Marco Ruben (Athletico-PR) e Adrián Martínez (Libertad). Ele também é o goleador da equipe de Felipão na temporada, após balançar as redes dez vezes.

Antes do intervalo, o Grêmio ainda reclamou de dois supostos pênaltis -quando Alisson e Diogo Barbosa tiveram um encontrão dentro da área, e em um lance em que a bola bateu na mão de Luan. O árbitro esperou análise do VAR, e nenhuma infração foi apontada.

Na etapa final, Renato Gaúcho tentou mudar a forma de sua equipe jogar e colocou Tardelli no lugar de André. O Grêmio passou a ter mais presença de área e ampliou sua posse de bola (65% a 35%). Porém ainda pecava nos arremates.

Apesar de passar menos tempo com a bola, o Palmeiras demonstrava estar mais seguro na partida, pronto para buscar o segundo gol na primeira oportunidade clara para contra-atacar.

Aos 30 minutos, veio a primeira chance, quando Carlos Eduardo fez jogada pela direita, cruzou rasteiro, Dudu finalizou de primeira e acertou a trave de Paulo Victor.

Justamente quando a equipe alviverde ensaiava uma pressão, acabou perdendo um jogador. Felipe Melo cometeu dura falta em Luciano, levou o segundo cartão amarelo e foi expulso aos 31 minutos.

Foi a segunda vez este ano que o volante deixou o Palmeiras com um a menos em campo. Na 14ª rodada do Brasileiro, ele também foi para chuveiro mais cedo ao levar cartão vermelho diante do Bahia.

Em desvantagem numérica, o time alviverde recuou completamente em Porto Alegre e, com todos os seus jogadores no campo de defesa, se concentrou em segurar a vitória pelo placar mínimo.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998
83