CONECTE CONOSCO

COMPAIXÃO

Aposentado ganha carro em rifa e devolve para ajudar mulher doente

Publicado em



Um aposentado ganhou um carro em uma rifa, mas decidiu devolver à dona que está doente, com tumores na cabeça.

O caso aconteceu esta semana em Londrina, no Paraná e emocionou a cidade. Célio Pereira de Carvalho se recusou a ficar com o carro e quando recebeu as chaves, devolveu para Margarete Mormul, proprietária do veículo.

Motivo

Ele conta que comprou a rifa só para ajudar Margarete, que precisava do dinheiro para fazer uma cirurgia. “Sabia que ela usava o carro para trabalhar, que era a única fonte de renda dela. Quando comprei quatro rifas prometi que se ganhasse não ficaria. O meu objetivo era ajudar e não ficar com o prêmio”, disse o aposentado.

Margarete descobriu em abril que tem dois tumores no cérebro. O médico recomendou uma cirurgia com urgência, no entanto ela não tinha o dinheiro necessário. Foi então que decidiu rifar o próprio carro, que custa em torno de R$ 20 mil.

A rifa

Foram dois meses vendendo rifas no valor de R$ 20. Ela foi até em programas de televisão para pedir ajuda.

“Quando descobri foi muito difícil, faltou chão. Não desisti da vida e decidi leiloar o carro que utilizava para trabalhar, era motorista particular. A maioria das pessoas disse que devolveria o carro caso ganhasse. Mas, quando o Célio disse que não ficaria, me devolveu as chaves, eu tremia de emoção. Sou muito grata”, contou Margarete.

Ela fez a cirurgia, retirou os tumores e chegou a ficar em coma na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital Santa Casa. Os médicos chegaram a dizer para a família que ela não resistiria. Mas ela venceu.

/h4>‘Milagre’

“Ela é um milagre de Deus… Queremos agradecer a todas as pessoas que rezaram por ela e ajudaram”, disse a mãe de Margarete. “Deus me devolveu a vida e o carro, sou muito grata. Tive o milagre de ficar bem, de poder tocar a vida novamente”, encerrou.

Célio de Carvalho diz que ficou mais feliz com a ação do que a própria Margarete. “Para ajudar alguém a gente dá até o sangue. A gente nunca deve fazer o bem cobrando receber algo em troca”, concluiu.

Com informações do G1.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Anunciante

SEU BOLSO

Com FGTS e juros baixos, varejo deve ter alívio no fim do ano

Varejo espera crescimento na vendas do Natal. Apesar de melhora, consumo ainda tem recuperação gradual e está longe do período de euforia.

Publicado em

O final do ano deve trazer algum alívio para o varejo brasileiro. A expectativa dos empresários do setor é que as vendas em datas importantes, como Black Friday e Natal, sejam melhores que as de edições passadas.

O consumo deve ser estimulado por uma combinação de fatores: juros em queda, inflação baixa e injeção de recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e do PIS/Pasep – ao todo, serão R$ 42 bilhões liberados em 2019 e 2020, segundo o Ministério da Economia.

“A leitura (dos empresários) está mais otimista este ano. A liberação dos recursos do FGTS e do PIS/Pasep deve ajudar a turbinar o consumo” , afirma o economista da Confederação Nacional do Comércio (CNC), Fabio Bentes.

A inflação baixa contribui para esse cenário porque evita que o poder de compra do brasileiro seja corroído. Nos 12 meses acumulado até setembro – último dado divulgado –, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumula alta de 2,89%.

Os juros em queda também abrem espaço para estimular o consumo. A expectativa dos economistas é que a taxa básica de juros encerre o ano em 4,75%, e a Selic mais baixa ajuda a baratear o custo do crédito na ponta. “O nível da queda de juros ainda não se materializou para o consumidor, mas há expectativa de taxas de menores”, afirma Bentes.

Numa projeção ainda bastante preliminar, a CNC avalia que as vendas no Natal deste ano devem crescer 5% em relação a 2018. Resultado que, se confirmado, será o melhor desde 2013.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

EUA

Robert Forster, ator de Breaking Bad, morre aos 78 anos

Ele tinha um câncer de cérebro e morreu na casa onde morava em Los Angeles, nos EUA. Ator chegou a ser indicado ao Oscar pela participação em 'Jackie Brown'.

Publicado em

Foto: Jordan Strauss/Invision/AP

O ator Robert Forster, que participou de Breaking Bad, morreu aos 78 anos na sexta-feira (11) na casa onde morava em Los Angeles, nos Estados Unidos. Ele tinha um câncer no cérebro.

Forster apareceu em quase 200 filmes e programas de televisão durante suas mais de cinco décadas de carreira, de acordo com o “New York Times”.

Ele estreou no cinema em 1967 no filme “O Pecado de Todos Nós”, com Marlon Brando e Elizabeth Taylor no elenco. O ator chegou a ser indicado ao Oscar pela sua participação no filme “Jackie Brown”, dirigido por Quentin Tarantino.

Ele deixa quatro filhos e a mulher, Denise Grayson.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998
80