Connect with us

F1

Verstappen vence GP da Alemanha; Vettel sai em último e termina em segundo

Publicado

em



SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Max Verstappen surpreendeu mais uma vez e conquistou a segunda vitória na temporada 2019 da Fórmula 1.

O piloto de Red Bull venceu o GP da Alemanha, marcado pela pela chuva no circuito de Hockenheim e por uma intensa troca de posições. Sebastian Vettel, que largou em último, chegou em segundo, depois de uma corrida de recuperação. Daniil Kvyat completou o pódio.

Lewis Hamilton, que largou em primeiro, rodou na 30ª volta, foi punido por atravessar a pista de forma irregular antes de entrar nos boxes e chegou apenas na 11ª posição – em dia incomum, o líder do campeonato voltou a escapar da pista no fim da prova. Bottas abandonou a corrida a seis voltas da bandeirada.

Com o resultado, Hamilton viu a vantagem em relação a Bottas continuar em 39 pontos. O inglês soma 223 pontos, contra 184 do finlandês. Verstappen, por sua vez, atingiu 162 pontos na tabela de classificação da Fórmula 1 – o holandês também fez a volta mais rápida da prova. Vettel ficou com 141 pontos.

A 12ª prova da temporada 2019 (de um total de 21) ocorrerá já na semana que vem. O GP da Hungria terá início às 10h10 (horário de Brasília) do próximo domingo (4). O treino classificatório será no sábado (3), às 10h.

Embora Hamilton tenha conseguido manter a primeira posição após a largada, os pilotos mais próximos protagonizaram trocas de posições. O maior prejuízo foi de Verstappen, que caiu de segundo para o quarto lugar.

Bottas assumiu a segunda posição, seguido de Raikkonen. Gasly perdeu quatro posições e terminou a primeira volta em oitavo. Vettel, que largou em último, saltou para 14º.

Recuperado, Verstappen se aproximou de Bottas a partir da 20ª volta. Depois de ficar a menos de um segundo do piloto da Mercedes, o holandês entrou nos boxes para colocar pneus médios, para aproveitar a pista mais seca. Pouco depois, porém, Verstappen rodou na pista e perdeu segundos preciosos.

A Ferrari manteve a onda de má sorte no fim de semana. Após ganhar posições, Leclerc acabou prejudicado pela estratégia da equipe, que optou por colocar pneus macios mesmo com a pista com trechos ainda molhados. Após bater no muro e ficar na caixa de brita, ele não conseguiu voltar à pista e, lamentando deixou a prova.

Líder com folga na prova, Hamilton também teve dificuldades para lidar com a pista molhada. Com pneus médios, o piloto inglês saiu da pista e viu a bico do carro ficar danificado.

Em seguida, ele se dirigiu aos boxes de maneira irregular, passando por cima da grama – o correto era dar mais uma volta para evitar atravessar a pista. Em quinto lugar, o líder do campeonato foi punido com cinco segundos.

Depois da entrada do safety car na pista, a pista enfim começou a secar em Hockenheim. Após intensa movimentação nos boxes para troca de pneus, Verstappen passou então a abrir vantagem na liderança com pneus macios.

Hamilton cumpriu a punição de cinco segundos antes de trocar os pneus. Por isso, o piloto da Mercedes voltou no pelotão de trás. Na busca por uma recuperação, porém, ele voltou a escapar da pista na 55ª volta.

Pouco depois, Bottas também teve problemas para controlar o carro. A seis voltas do fim, o finlandês bateu e deixou a prova.

A Ferrari viu Leclerc abandonar a prova na 29ª volta, mas conseguiu um pódio de maneira inesperada, com Vettel. O alemão, que correu em casa com o apoio da torcida, já era o sétimo colocado na sétima volta.

No fim, conseguiu duas ultrapassagens, para delírio dos torcedores. Primeiro, ele superou Lance Stroll. Na penúltima volta, passou por Kvyat.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Anunciante
Anunciante
Band FM 96.9
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998