CONECTE CONOSCO

gastronomia

Pesquisa mostra as tendências das comidas do futuro

Publicado em



Chocolate com grilo, hot dog de banana e comida sustentável. Esses são alguns dos sabores da gastronomia do futuro, que foram apresentados durante o evento Taste Tomorrow Brasil, realizado em São Paulo nesta semana. O evento mostrou também diferentes sabores da Ásia, Oriente Médio e de lugares desconhecidos da América do Sul.

Além das comidas, o evento apresentou uma pesquisa com as tendências gastronômicas do Brasil e do mundo. O estudo foi encomendado por uma multinacional do setor de panificação, confeitaria e chocolate e foi feito pelo Instituto de Pesquisa Ipsos.

O levantamento mediu o que as pessoas esperam desse setor em 2030. De acordo com os dados, 73% dos brasileiros gostam de provar novas texturas alimentares, 59% buscam “pratos bonitos aos olhos” e 57% buscam pelo sabor. As perguntas foram feitas para mais de 17 mil consumidores, em 40 países. No Brasil a pesquisa foi feita com 1,2 mil pessoas.

Nas regiões da Ásia, Oriente Médio e América do Sul os consumidores estão mais otimistas que a comida ficará mais saborosa no futuro – em 2030. No Brasil, 39% dos entrevistados opinam que a comida ficará mais saborosa, 45% dizem que será a mesma coisa e 16% afirmam que a comida ficará menos saborosa.

Ainda sobre o sabor dos alimentos, a pesquisa mostra que ele continua entre os três principais quesitos de escolha de um produto nos segmentos de panificação, confeitaria e chocolate. O preço ficou na segunda posição como um dos fatores decisivos no momento da compra.

O cheiro também é um fator que encoraja os consumidores a comprarem e provarem o pão. Além disso, a pesquisa aponta que comidas com texturas diferentes são mais atraentes. Assim, a textura se tornou um componente chave quando o assunto é sabor, pois proporciona uma nova experiência ao consumidor.

A pesquisa mostra ainda que 87% dos brasileiros entrevistados concordam que o aroma faz com que as pessoas queiram comprar ou experimentar pães; 73% dos brasileiros entrevistados gostam de provar comida com texturas diferentes e 59% dos brasileiros acreditam que a comida ‘bonita aos olhos’ é também saborosa.

Comida saudável

Globalmente, os consumidores acreditam que a comida ficará mais saudável no futuro. Consumidores da Ásia e do Pacífico são os mais otimistas se comparados a outras regiões.

No Brasil, 36% dos entrevistados disseram que a comida será mais saudável no futuro, número maior que a expectativa global, que ficou em 34%. Ainda no Brasil, 33% das pessoas acham que será a mesma coisa e 30% acreditam que a comida será menos saudável.

Segundo a pesquisa, muitos consumidores estão procurando triar alguns ingredientes de seus alimentos, como o açúcar, em busca de saúde. Da mesma forma, esses mesmos consumidores estão incluindo ingredientes que acreditam ser mais saudáveis em seus cardápios, como proteína e fibras.

O levantamento mostra que 80% dos entrevistados no Brasil acreditam que diminuir o açúcar é benéfico para a saúde; 83% dos brasileiros entrevistados concordam que fibra tem um efeito positivo na digestão; 74% dos brasileiros concordam que adicionar ingredientes na panificação – como proteínas e fibras – é algo bom para saúde e 76% dos brasileiros acreditam que remover gordura é saudável.

Comida fresca

De acordo com a pesquisa, entre as regiões analisadas existe uma grande diferença nas expectativas sobre o frescor dos alimentos. Enquanto na Ásia e Pacífico 47% dos consumidores acreditam que a comida será mais fresca em 2030, na Europa apenas 19% dos entrevistados pensam assim. No Brasil, 32%, opinam que a comida será mais fresca no futuro, 34% acham que será a mesma coisa e 34% acham que a comida será menos fresca em 2030.

Comidas frescas mantém a percepção de mais qualidade se comparada a comidas embaladas. No Brasil, 81% dos entrevistados acreditam que a comida que você mesmo faz é mais fresca que a comprada, mas 62% concordam que hoje em dia é mais fácil comprar comida fresca.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
EBC
Anunciante

E.U.A

MC Gui nega bullying contra criança na Disney: “Brincadeira”

"Não sou um cara de má índole, tenho família, berço e respeito. Não tive intenção de julgar ninguém", disse

Publicado em

MC Gui quebrou o silêncio e gravou um comunicado oficial ao ser acusado de praticar bullying contra uma criança na Disney, nos Estados Unidos, na noite desta segunda-feira (21). Segundo o funkeiro, ele e seus amigos estavam se divertindo com a semelhança entre a menina filmada e a personagem de animação de “Monstros S.A” Boo.

“Eu realmente já fui zoado por alguns amigos e, mano, estão dizendo que eu estava fazendo bullying com a criança, e eu fiquei impressionado. Porque aqui nos Estados Unidos, eu vejo pessoas que são iguais aos personagens que estão nos filmes”, iniciou ele.

Funkeiro rebate críticas: “Internet está muito chata”

Nas imagens postadas em seu stories, mas já deletadas, MC Gui aparece rindo com seus amigos e filmando o tempo todo a pequena. O cantor rebateu as críticas e disse que a “internet está muito chata”.

“E no trem eu postei a menina que estava [parecida] com a personagem da Boo [da animação Monstros S.A], certo? E achei impressionante porque estava muito parecida. Eu dei risada, porque nunca tinha visto aquilo. E a internet está muito chata, eu não fiz bullying com a menina”, acrescentou o artista, criticado assim como Meghan Markle ao ser vítima de fake news.

“Ela até viu que eu estava filmando”, relata cantor

O cantor revelou ainda que ele e a namorada chegaram a conversar com a mãe da menina após suposta brincadeira. “Ela até viu que eu estava filmando, a mãe dela que estava do lado veio falar com a gente. Eu não falo inglês, mas minha namorada fala e a gente acabou que meio fez uma brincadeira. Estou na Disney, estou de férias. Não preciso ficar me explicando, mas essa é a internet que a gente está usando hoje”, finalizou ele.

Gui lamenta repercussão negativa: “Estou triste”

Às lágrimas, o cantor usou seus Stories para pedir mais respeito e fim das críticas feitas por outros famosos nas redes sociais. “Eu postei realmente o que aconteceu. Não sou um cara de má índole, tenho família, berço e respeito. Não tive intenção de julgar ninguém. Artistas e influenciadores poderiam me chamar, dar conselhos, me ajudar, sou ser humano… Posso ter errado, mas me ajuda. Não acho legal distribuir ódio na internet. Não é legal pra quem está recebendo e nem pra pessoa que tá fazendo ou assistindo. Não é legal! Estou triste, num momento ruim, só peço respeito e obrigado. Me redimo se errei de alguma forma, mas só Deus sabe do meu interior”, disse.

Após a repercussão do vídeo, famosos como a funkeira Jojo Todynho postou uma sequência de vídeos em seu stories no qual aparece revoltada com a atitude o cantor.

“MC Gui, não trava comentário, não, sustenta sua gracinha! Eu só vim fazer esse stories aqui porque você bloqueou os comentários, então vim aqui e te marquei. Aprenda a ter respeito pelas pessoas. Eu dava um tapa dentro da tua cara. Ridículo!”, disse.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

LOTERIA

Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 21,5 milhões nesta terça

As seis dezenas serão sorteadas a partir das 20h

Publicado em

A Mega-Sena desta terça-feira (22) tem um prêmio estimado em R$ 21,5 milhões. As seis dezenas serão sorteadas a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. O sorteio é aberto ao público.

Nesta semana, excepcionalmente, a Mega-Sena terá três sorteios: hoje (terça), na quinta-feira (24) e no sábado (26). É a chamada Mega Semana da Sorte.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o País. O bilhete simples, com seis dezenas marcadas, custa R$ 3,50.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998
80