CONECTE CONOSCO

choque

Mãe descobre que filho morreu eletrocutado em grupo de WhatsApp

Publicado em

Novosibirsk Region 54/East2West News


Uma criança de 10 anos morreu após tocar em um cabo de alta tensão deixado exposto por trabalhadores da construção civil em uma área de edifícios residenciais de Novosibirsk, na Rússia. Arthur tinha chegado havia pouco tempo no local e levou um choque de 13 mil volts.

Valentina, a mãe da criança, tinha sido adicionada no grupo de WhatsApp dos vizinhos havia poucos dias. E jamais imaginou que seria por meio do aplicativo que ela descobriria que o filho estava morto.

“Ninguém me disse. Eu vi o que aconteceu com meu filho pelo grupo. Nós nos mudamos para cá há cinco dias e ele não sabia nada sobre a área. Ele fez amizade com um menino e eles estavam brincando juntos”, afirmou ela, de acordo com site Mirror.

Um processo criminal por negligência foi aberto pela polícia russa. Caso condenados, os responsáveis podem ficar até 10 anos presos.

O Comitê de Investigação do país divulgou um comunicado: “Foi estabelecido que a vítima pegou uma pilha de lixo de construção sob o qual havia um cabo elétrico de alta voltagem. Devido ao contato com o fio, ele morreu imediatamente no local do acidente”.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
Metrópoles
Anunciante
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998