CONECTE CONOSCO

Censo 2020

IBGE abre 400 vagas para analista censitário em todo o país

A remuneração mensal é de R$ 4.200 para jornada de trabalho de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias.

Publicado em

Os analistas do Censo 2020 receberão salários mensais de R$ 4.200 — Foto: Licia Rubinstein/Agência IBGE Notícias


O IBGE abriu inscrições para 400 vagas temporárias de analista de nível superior do Censo 2020. A remuneração mensal é de R$ 4.200 para jornada de trabalho de 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias.

Os contratados terão direito a auxílio-alimentação, transporte e pré-escolar, assim como férias e 13º salário proporcionais.

O período máximo da contratação é de 12 meses e os contratos terão vigência de 30 dias, podendo ser sucessivamente prorrogados por igual período, de acordo com a necessidade do trabalho e/ou disponibilidade de recursos orçamentários. O desempenho dos contratados será avaliado mensalmente.

O analista censitário desenvolve atividades relativas às etapas de desenvolvimento e apuração dos dados das operações censitárias; atividades de infraestrutura das operações censitárias e atividades de disseminação dos dados das operações censitárias.

As oportunidades estão distribuídas em 20 áreas de conhecimento e em todas as unidades da Federação, sendo a maior parte para o Rio de Janeiro, sede do IBGE – veja aqui a distribuição de vagas.

Veja as áreas com vagas:

-Análise de Sistemas – Desenv. Aplicações: 17 vagas
-Análise de Sistemas – Desenv. Aplicações Web Mobile: 2
-Análise de Sistemas – Suporte a Comunicações e Rede: 5
-Análise de Sistemas – Suporte à Produção: 4
-Análise de Sistemas – Suporte Operacional e de Tecnologia: 4
-Análise Socioeconômica: 36
-Biblioteconomia e Documentação: 4
-Ciências Contábeis: 30
-Ciências Sociais: 12
-Desenho Instrucional: 2
-Geoprocessamento: 24
-Gestão e Infraestrutura: 142
-Jornalismo: 35
-Letras: 1
-Logística: 5
-Métodos Quantitativos:57
-Planejamento e Gestão: 1
-Produção Gráfica/Editorial: 2
-Programação Visual/Web design: 10
-Recursos Humanos: 7

As inscrições devem ser feitas até 23 de julho pelo site www.institutoaocp.org.br. A taxa é de R$ 64.

A aplicação das provas está prevista para 1º de setembro e os aprovados devem ser convocados a partir do dia 27 do mesmo mês.

Serão 60 questões objetivas em língua portuguesa, conhecimentos específicos e raciocínio lógico. As provas dos candidatos da área de conhecimento de métodos quantitativos não terão questões de raciocínio lógico.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
G1
Anunciante

POLÍTICA

Deputados protocolam nova lista para Waldir liderar PSL na Câmara

Publicado em

A ala ligada ao presidente do PSL, deputado federal Luciano Bivar (PE), protocolou na Secretaria Geral da Mesa (SGM) uma nova lista para que o deputado Delegado Waldir (GO) retome a liderança do partido na Câmara dos Deputados.

A apresentação do novo requerimento foi uma reação à validação, pela SGM, do nome do deputado Eduardo Bolsonaro (SP), para que o filho do presidente Jair Bolsonaro assumisse o comando da legenda na Casa. O documento que oficializou Eduardo como líder do PSL na Câmara tinha 29 assinaturas, mas somente 28 foram consideradas.

A nova lista protocolada pelo grupo ligado a Bivar tem 28 assinaturas. Para que a Casa valide uma lista, ela deve ter a assinatura da maioria absoluta (metade mais um) dos integrantes do partido. Atualmente o PSL tem 53 deputados.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

Guarujá

Cliente encontra barata assada em pizza após consumir seis fatias

Publicado em

Fazer refeições em estabelecimentos comerciais sempre traz reflexão e, em alguns casos, preocupação sobre a higiene do local. Desta vez, moradores do Guarujá, no litoral de São Paulo, não tiveram boa digestão. Eles encontraram uma barata assada em meio a uma fatia de pizza (foto em destaque, na direita), após terem consumido seis pedaços do alimento. A informação é do portal G1.

De acordo com a reportagem, depois que encontraram o inseto na pizza, os clientes foram estornados pelo valor pago.

Segundo o advogado dos proprietários da pizzaria, o grupo consumiu uma das pizzas e outros seis pedaços da segunda unidade até encontrarem o inseto. Além de devolver o dinheiro, o dono do estabelecimento também ofereceu outra pizza como compensação, o que teria sido recusado pela família.

“A pizzaria, os proprietários e funcionários ficaram assustados, porque isso nunca havia acontecido antes. Todo o processo é monitorado rigorosamente e todos foram questionados, mas é difícil imaginar que ninguém tenha visto ela durante a produção”, pontuou o advogado.

A defesa declarou, ainda, que apesar de o estabelecimento se solidarizar com os clientes e oferecer todo o apoio necessário, a ocorrência será analisada e, caso seja constatado que não era possível que a barata tivesse acesso à pizza, serão tomadas medidas cabíveis em relação às denúncias.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998
79