CONECTE CONOSCO

Inglaterra

Disney impede imagem do Homem-Aranha em túmulo

Publicado em



Ollie Jones tinha quatro anos quando morreu em dezembro de 2018, sofria de leucodistrofia, doença rara que afeta as células cerebrais. Seu último desejo era que seu personagem favorito, o Homem-Aranha, estivesse em seu enterro.

Com essa ideia em mente, os pais do menino decidiram fazer-lhe uma despedida temática em que haveria cavalos, balões azuis e vermelhos –as cores principais do super-herói– e terminaria com uma gravura do Homem-Aranha no túmulo do menino, de acordo com vários veículos de comunicação britânicos.

A mensagem a ser gravada na lápide sobre a imagem do Homem-Aranha era a seguinte: “Ollie Jones. Nosso presente mais precioso é que seu sorriso radiante permanecerá em nossos corações e pensamentos para sempre. Nós te amamos e sentiremos sua falta todos os dias. Você é nosso herói especial”.

Para consegui-lo, Lloyd, pai do menino e de outros cinco filhos, teve de procurar as autoridades locais do condado de Kent, na Inglaterra, onde a família reside, para solicitar permissão. Diante da peculiaridade do pedido, as autoridades enviaram a solicitação ao dono dos direitos do Homem-Aranha, que é a Marvel, em última análise, para a Disney.

Depois de alguns meses de espera, há poucos dias o gigante da animação rejeitou o pedido. Lloyd anunciou em sua conta no Facebook: “A Disney não nos dá permissão porque quer preservar a inocência e a magia de seu personagem”. “Eu realmente não esperava isso, foi um tremendo golpe. Tinha certeza de que permitiriam”, acrescentou o pai em seu post.

A resposta foi enviada por e-mail

O e-mail da empresa foi o seguinte: “Estendemos nossas mais sinceras condolências. Se desempenhamos um pequeno papel na felicidade de Ollie, nos sentimos honrados. Gerações de fãs responderam aos nossos personagens com a mesma maravilha e alegria que Ollie. De fato, muitos acreditam que os personagens são reais. Nós nos esforçamos para preservar a mesma inocência e magia em torno de nossos personagens que trouxeram tanta alegria a Ollie”. E termina: “Por essa razão, seguimos uma política que começou com o próprio Walt Disney que não permite o uso de personagens em lápides, cemitérios ou outros marcadores comemorativos ou urnas funerárias”.

Para Lloyd, a “Disney não quer associar o Homem-Aranha à morte”. Diante da polêmica criada nas redes sociais, alguns usuários decidiram criar uma campanha no site change.org para que a Disney reconsidere sua decisão. As informações são de El País.com.

Mensagem que a família queria colocar na lápide

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte: El País/ MSN
Anunciante

sentença

Brasileiro é condenado à prisão perpétua no Reino Unido por matar ex

Publicado em

O brasileiro Ricardo Godinho foi condenado à prisão perpétua no Reino Unido acusado de matar a ex-mulher, Aliny Mendes. Segundo a BBC, ele deverá ficar, no mínimo, 27 anos preso. Após este período, a pena poderá ser alterada.

O crime aconteceu no dia 8 de fevereiro deste ano, quando Aliny ia buscar de ônibus os filhos na escola. Ela estava acompanhada da filha menor, de 3 anos. Ricardo a seguiu de carro, brigou com ela e a matou na frente da criança com diversas facadas.

Segundo a promotora do caso, Claire Gallagher, Ricardo realmente “tinha a intenção de matar a esposa”, apesar de alegar “que tinha perdido o controle depois de uma briga”. Ele confessou apenas que cometeu um homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

A família de Aliny disse em comunicado que ela “era uma mulher linda, inteligente, feliz e carinhosa que era amada por tantas pessoas, tanto no Reino Unido quanto em seu país de origem, o Brasil”.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

POLÍTICA

Filho de Trump nega possibilidade de assumir embaixada em Brasília, diz jornal

Publicado em

Eric Trump, filho do presidente americano Donald Trump, negou o boato de que possa assumir o cargo de embaixador dos Estados Unidos no Brasil. A informação foi passada por Kimberly Benza, assistente do executivo, ao jornal O Globo.

Atualmente, Eric é vice-presidene executivo da Trump Organization, conglomerado construído por Donald Trump em décadas passadas.

A informação sobre uma possível indicação de Eric Trump à embaixada em Brasília surgiu horas depois do presidente Jair Bolsonaro declarar que indicaria o filho Eduardo para a embaixada brasileira em Washington.

“Eric dirige a Trump Organization e está comprometido com o negócio. Apesar de o Brasil ser um país incrível, isso nada mais é do que um boato”, disse uma porta-voz ao jornal O Globo.

Eduardo Bolsonaro, filho do presidente brasileiro, é deputado e tem atuado como articular das relações internacionais do pai desde antes da posse, em janeiro.

Ele esteve presente em viagens de Bolsonaro a países como Israel, Estados Unidos e Argentina. Em dezembro do ano passado, ele organizou a Cúpula Conservadora das Américas.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

tragédia

Incêndio criminoso deixa 33 mortos no Japão

Publicado em

O Corpo de Bombeiros de Kyoto confirmou que 33 pessoas morreram e que 36 ficaram feridas em razão de um ataque criminoso suspeito em um estúdio de animação em Kyoto.

Segundo a polícia, um homem espalhou o que aparentava ser gasolina dentro do estúdio Kyoto Animation e incendiou o prédio pouco depois das 10h30 de hoje (18). Foram necessárias aproximadamente cinco horas para combater as chamas.

As autoridades policiais informaram que cerca de 70 pessoas, empregados do estúdio em sua maioria, estavam no local quando o fogo teve início.

A polícia disse acreditar que o suspeito é um homem de 41 anos, de acordo com a carteira de motorista que ele portava. O suspeito foi detido e está sendo tratado em um hospital devido a ferimentos. Ao ser transportado para o hospital, o homem teria admitido que espalhou o líquido no estúdio de animação antes de colocar fogo no local.

Fontes investigativas mencionaram testemunhas segundo as quais o suspeito mandou que as pessoas morressem enquanto iniciava o incêndio.

As fontes disseram que vários objetos pontiagudos semelhantes a facas foram encontrados no local, mas elas não souberam informar se o material pertencia ao homem.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
87