Connect with us

Copa do Mundo

Marta faz, mas Brasil perde para a Austrália de virada

Publicado

em

Assessoria/ CBF


O Brasil entrou em campo pela segunda rodada do Grupo C da Copa do Mundo. Nesta quinta-feira (13), em Montpellier, após bom bom primeiro tempo, a Seleção Feminina acabou sofrendo a virada por 3 a 2 para a Austrália, no Stade de la Mosson.

Os gols da Canarinho foram marcados por Marta e Cristiane. Mesmo com a derrota, a Seleção permanece na liderança do grupo, somando três pontos.

O próximo compromisso do time brasileiro será diante da Itália, no último jogo da primeira fase, terça-feira (18), às 16h (de Brasília), em Valenciennes.

O jogo

A atuação do Brasil foi praticamente impecável na etapa inicial diante da Austrália. Bem compactada e fatal nos contra-ataques, a Seleção saiu para o intervalo vencendo por 2 a 1. O primeiro gol nasceu de boa troca de passes, de pé em pé, até Tamires encontrar Letícia Santos, que foi puxada pela camisa por Knight, dentro da área.

A árbitra marcou pênalti. Na cobrança, Marta bateu com categoria, deslocando a goleira Willians, que nem sequer saiu na foto.

O segundo gol, aos 38, foi verdadeira obra de arte brasileira. Tamires aplicou linda caneta (ou ovinho) em Gielnik, tocou para Debinha, que foi à linha de fundo e cruzou. Cristiane, sempre bem posicionada, subiu mais alto que a defesa australiana e cabeceou no canto, no contrapé de Willians, balançando as redes pela quarta vez neste Mundial.

Mas, nos minutos finais, a Austrália começou a oferecer perigo nas bolas aéreas. E foi em uma delas que, aos 46 minutos, acabou marcando com Foord, que apareceu na pequena área e empurrou para o fundo da rede de Bárbara.

O técnico Vadão promoveu duas alterações no intervalo: colocou Ludmila e Luana, respectivamente nas vagas de Marta e Formiga.

Leia também:   Medalhista pan-americano participa de evento sobre Tiro Esportivo em Birigui

A Austrália, que voltou um pouco melhor no segundo tempo, conseguiu virar o placar antes da metade do período. A Seleção por pouco não fez o terceiro no início, com Debinha infiltrando na área e chutando para tirar tinta da trave.

Mas, aos poucos, o Brasil começou a recuar seu posicionamento. Na marca dos 12 minutos, Lorgazo cruzou, a trajetória da bola enganou a Bárbara e foi morrer no fundo do gol.

Depois, aos 23, após nova bola alçada na área brasileira, a zagueira Mônica tentou cortar e acabou fazendo contra. A árbitra precisou do auxilio do vídeo para confirmar o terceiro gol australiano.

Depois da virada, aos 29, Vadão tirou Cristiane e colocou Bia Zaneratto. A Seleção ainda teve um lance duvidoso não marcado a seu favor: na marca dos 46 minutos, após bola na área, Andressa se enrolou com a zagueira australiana.

Optando por não rever a jogada em vídeo, a árbitra não marcou o pênalti. Nos momentos finais, a Seleção Brasileira até tentou pressionar, mas não conseguiu furar a retranca que a equipe australiana montou.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
CBF
Anunciante
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998
101