CONECTE CONOSCO

Preparação

Brasil vence o Catar por 2 a 0 em amistoso

De olho na Copa América, Seleção bate o Catar com gols de Richarlison e Gabriel Jesus

Publicado em

Lucas Figueiredo/CBF


Em preparação para a Copa América, o Brasil recebeu na noite desta quarta-feira (5) a seleção do Catar.

No amistoso disputado em Brasília, no Mané Garrincha, a Canarinho não enfrentou dificuldades, balançou duas vezes a redes e venceu por 2 a 0, com gols de Richarlison e Gabriel Jesus, todos na primeira etapa.

A Seleção Brasileira volta a campo no próximo domingo (9), quando encara Honduras, às 16h (de Brasília), no Beira-Rio, em Porto Alegre.

O JOGO

Só deu Brasil no primeiro tempo em Brasília! Atacando do início ao fim, com 72% de posse de bola, a Seleção foi para o intervalo vencendo por 2 a 0.

Mas nem tudo foram flores: Neymar sofreu uma forte entrada no tornozelo direito e teve de ser substituído por Everton, aos 17 minutos. No minuto anterior, a Canarinho havia pulado na frente quando Daniel Alves levantou para Richarlison, que subiu e cabeceou firme para o fundo do gol.

O segundo veio aos 23 minutos: desta vez foi Richarlison quem serviu para Gabriel Jesus. O camisa 9 dominou e rolou na saída do goleiro Al-Sheeb.

A seleção do Catar conseguiu ajeitar a marcação no segundo tempo, dando um pouco mais trabalho ao Brasil. Ainda assim, por pouco Gabriel Jesus não fez o terceiro da partida, aos 10 minutos, depois de troca de passes rápidos que deixou o atacante livre para bater cruzado.

Mas Al-Sheeb fez boa defesa. Na sequência, o técnico Tite promoveu alguns testes: tirou Richarlison, Arthur, Philippe Coutinho e Filipe Luís, trocando por David Neres, Fernandinho, Lucas Paquetá e Alex Sandro, respectivamente.

Aos 34 minutos foi a vez de Ederson trabalhar: o goleiro apareceu bem indo no canto direito defender firme uma pancada de falta cobrada por Khoukhi.

Logo após o lance, Tite fez mais uma substituição: sacou Daniel Alves para a entrada de Éder Militão. No último minuto de jogo, o árbitro foi auxiliado pelo VAR e marcou pênalti contra o Brasil.

Na cobrança, Khoukhi mandou no travessão. Logo depois, o árbitro apitou o fim do jogo: triunfo brasileiro em Brasília.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
CBF
Anunciante

futebol

São Paulo vence o Avaí e entra no G-4 do Brasileirão

Publicado em

Tricolor no G-4! No Morumbi, o São Paulo recebeu o Avaí, pela 27ª rodada do Brasileirão, e fez valer o mando de campo para conquistar uma vitória por 1 a 0.

Com o triunfo deste domingo (20), a equipe paulista chegou aos 46 pontos e pulou para a quarta posição na tabela de classificação da Série A. Já o Avaí é o 19º, com 17 pontos.

O jogo

Jogando em casa, o São Paulo tomou conta das ações no primeiro tempo chegando a bater mais de 80% de posse de bola. A primeira chance do Tricolor saiu aos 17 minutos em finalização de Luan. A partir dos 22 o domínio são-paulino ganhou um reforço com a expulsão de Brenner.

Com um a mais, o time da casa montou uma blitz no campo ofensivo. Aos 28, Antony arriscou o chute e Vladimir salvou o Leão. Sem conseguir furar a defesa do Avaí, o São Paulo insistiu nas jogadas pelo alto.

Na marca dos 35, após bola alçada na área, Vitor Bueno testou firme e novamente o arqueiro avaiano evitou o gol. No minuto seguinte, em novo cruzamento, o atacante escorou para Alexandre Pato e Vladimir afastou o perigo.

Minutos antes do intervalo, após cobrança de escanteio, Liziero pegou a sobra e bateu de primeira exigindo mais uma boa defesa do arqueiro do Avaí.

O Tricolor voltou do intervalo disposto a transformar o domínio em bola na rede. Aos três, Pato recebeu ótimo passe de Antony e livre dentro da área mandou para fora.

Dois minutos depois, Arboleda teve a chance após cobrança de escanteio e não desperdiçou: 1 a 0. Na sequência, Pato apareceu de novo e dessa vez parou em mais uma defesa de Vladimir.

Querendo mais, o São Paulo continuou pressionando e quase ampliou a contagem nas finalizações de Daniel Alves e Pato. Do outro lado o Avaí tentou responder com Julinho e Richard Franco.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

brasileirão

Corinthians perde para o Cruzeiro em casa

Publicado em

Festa mineira em São Paulo! Na noite deste sábado (19), o Cruzeiro visitou o Corinthians, pela 27ª rodada do Brasileirão, e venceu de virada por 2 a 1 engatando o segundo triunfo consecutivo na competição.

Com a vitória, a equipe celeste chegou aos 28 pontos e saiu momentaneamente da zona de rebaixamento. Já o Timão tem 44 pontos e ocupa o quarto lugar.

O jogo

O duelo entre paulistas e mineiros demorou para engrenar na Arena Corinthians. Aos dois, o Timão chegou a assustar com Gustavo, mas o jogo só foi ganhar em emoção a partir dos 20 minutos. Na marca dos 24, o Cruzeiro criou a primeira chance com Fred.

Marquinhos Gabriel apareceu pela esquerda, cruzou rasteiro, o camisa 9 se antecipou da marcação e bateu rente à meta alvinegra. A resposta corintiana veio três minutos depois. Pedrinho fez boa jogada individual e achou Gustavo livre dentro da área. O atacante tentou o chute, mas mandou para fora.

Ainda no ataque, o Corinthians levou perigo com Pedrinho. Até que aos 33, Fagner aproveitou uma sobra na área e soltou um foguete direto para o fundo das redes: 1 a 0.

Mas vantagem do Alvinegro durou pouco. Quatro minutos depois, Fred cobrou pênalti com categoria para empatar a partida. O gol animou o Cruzeiro, que teve boas chances de fazer o segundo com Thiago Neves.

Já nos acréscimos, foi a vez do Timão voltar ao ataque com Sornoza. Em bom contra-ataque alvinegro, o meia finalizou da entrada da área rente ao travessão.

Na volta do intervalo, o Corinthians assustou logo aos cinco minutos. Pedrinho pegou uma sobra após bola alçada na área e soltou o pé, mas Fábio operou um milagre para salvar o Cruzeiro.

Dominando as ações, o Timão teve mais uma chance, aos 19, com Janderson e novamente o goleiro celeste evitou o gol. Aos poucos, a Raposa equilibrou o jogo.

Thiago Neves e Fred quase marcaram, mas foi Éderson que anotou o gol da virada cruzeirense. Aos 25, o volante apareceu livre no campo de ataque, invadiu a área, driblou o goleiro e mandou para o fundo da meta alvinegra: 2 a 1.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998
78