Fique Ligado!

Oi, o que você está procurando?

meio ambiente

Bosques do recinto da Expô Araçatuba passam por levantamento para a identificação das árvores

Ao lado das três grandes estruturas metálicas do complexo esportivo equestre que está sendo construído no recinto de exposições Clibas de Almeida Prado, em Araçatuba (SP), um homem anda com uma prancheta nas mãos, fazendo anotações, em meio às árvores de dois bosques.

Um deles, nomeado Bosque do Centenário, foi criado em 2008 (ano em que Araçatuba completou um século de fundação), e o outro, Bosque do Cinquentenário da Expô, inaugurado no ano seguinte. Juntos, os bosques ocupam uma área de aproximadamente meio hectare (5 mil m2), e contam com mais de 600 árvores de várias espécies.

Quem faz o levantamento das características das árvores para identificar a espécie de cada uma, a pedido do Siran (Sindicato Rural da Alta Noroeste), é o biólogo Valdomiro Ribeiro. Ele observa todos os detalhes, como o formato das folhas, da copa, a casca etc.

As informações servirão para que a entidade instale placas junto às árvores, com o nome popular e o científico, assim como características básicas, para que o público as conheça, se interesse, se conscientize e se sensibilize quanto à preservação da natureza.

O presidente do Siran, Fábio Brancato, explica que a ação faz parte do projeto de instalação do complexo de provas equestres, que inclui a revitalização dos bosques.

“Além da identificação das árvores, já fizemos calçadas no meio dos bosques, dividindo o local em seis quadrantes, e vamos também colocar bancos, para que o público utilize o lugar como espaço de convivência. Queremos oferecer aos visitantes do recinto uma área acolhedora e com um forte componente de educação ambiental”.

A ideia de Brancato é que a revitalização dos bosques esteja concluída antes do início da 60ª Expô Araçatuba, que começa no dia 5 de julho.

Os dois espaços foram criados pelo sindicato na gestão de Alfredo Ferreira Neves Filho (2006 – 2009), exatamente com a finalidade de preservar o meio ambiente.

Anunciante

Assim que o levantamento e as obras estiverem concluídos, escolas e outras entidades interessadas em conhecer o local poderão agendar visitas aos bosques.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!

Mais lidas – 24H



Anunciante
Anunciante
Anunciante