CONECTE CONOSCO

violência

Adolescente de 16 anos é morta e tem o corpo esquartejado no interior de SP

Publicado em

Yasmin da Silva Nery, 16, encontrada morta esquartejada em Araraquara (Reprodução/Facebook)


CAMPINAS, SP (FOLHAPRESS) – A Polícia Militar e os Bombeiros de Araraquara, no interior de São Paulo, localizaram na tarde desta segunda-feira (10) as partes do corpo de Yasmin da Silva Nery, 16, que estava desaparecida desde a tarde de domingo.

O suspeito é um jovem de 17 anos que a estudante tinha conhecido pela internet. Ele foi apreendido e, segundo a polícia, confessou o crime.

O adolescente foi levado para a unidade de internação da Fundação Casa na cidade. A jovem, moradora do bairro Selmi Dei, saiu de casa dizendo aos pais que iria ao Sesc. Ela, no entanto, foi até a casa do jovem, no Jardim Hortênsias.

Segundo a polícia, foi lá que ele a matou, enforcada, e usou uma faca para cortar o corpo em partes. O crime aconteceu no começo da noite, quando os pais dele haviam ido à igreja.

Parte do corpo foi encontrada dentro de um carrinho de lanches, no quintal da casa. O resto estava espalhado em um lago no mesmo bairro.

A sacola utilizada no transporte foi localizada em um terreno na região do Quitandinha, próximo ao campus da Unesp, a nove quilômetros da casa do jovem. Foi ele mesmo que mostrou à polícia a localização das partes do corpo e da sacola.

A Polícia Civil não confirmou a motivação do crime. A policiais militares o adolescente teria dito que gostaria de saber como é matar alguém.

O jovem não tinha histórico de violência, segundo a PM, era considerado bom aluno da Escola Estadual Bento de Abreu e gostava de música, com passagens por bandas de rock. Em seu perfil no Facebook, ele seguia páginas como “Desenhos Agressivos”, “Homicidas” e “Psicopatas de Sangue Frio”.

Pai de Yasmin, o motorista Waldir Nery, 50, disse que sua filha raramente ficava mais que duas horas fora de casa, e que só costumava sair para a escola. “Era uma garota especial, inteligente e doce. Gostava da família, era religiosa”, disse.

Yasmin estudava como bolsista no colégio Sapiens, tradicional instituição particular de Araraquara. A escola vai suspender as atividades nesta terça-feira.

“A direção, juntamente com professores, colaboradores e alunos, manifestam profundo pesar pelo ocorrido, formando uma rede de apoio e solidariedade aos pais e familiares”, disse, em nota.

Ainda não há informações sobre velório e enterro de Yasmin.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
Anunciante

juri

Homem que matou rapaz errado é condenado a 14 anos por homicídio qualificado

Publicado em

O Tribunal do Júri de Araçatuba condenou a 14 anos de prisão Everton Augusto dos Santos, que matou a tiros Sidnei de Freitas Menezes e tentou matar o irmão dele. O outro réu, que deu carona para Everton em sua moto no dia do crime, foi condenado a 6 anos de prisão. Os dois poderão recorrer da sentença em liberdade.

O crime ocorreu no dia 28 de abril de 2013 na rua Anselmo Manarelli, no bairro Santana. Segundo denúncia do Ministério Público, no mesmo dia, aconteceu um furto em uma loja de acessórios de carros que pertencia ao réu Everton, e ele pensou, não se sabe o porquê, que os autores do crime teriam sido os dois irmãos e foi atrás deles.

Chegando à casa onde a família morava, eles começaram a discutir, e trocaram socos. A vítima teria negado participação no crime.

Apesar disso, Everton foi até sua casa, pegou uma arma e pediu a ajuda para o amigo Daniel Siqueira, que aceitou levar ele de moto até o local. Ainda, de acordo com a denúncia, ao chegar no endereço, o condutor estacionou a moto em uma rua próxima para dar cobertura na fuga. Enquanto isso, Everton teria descido e ido em direção a Sidnei, empurrando-o e disparando contra ele.

Ainda de acordo com o MP, o irmão dele teria percebido a situação e conseguido correr para um terreno baldio, e para se defender, jogou um tijolo contra o autor dos disparos. O acusado também teria tentando atirar contra ele, mas errou todas as vezes. O réu, então, deu o segundo tiro à queima roupa em Sidnei, causando a morte da vítima, segundo consta o laudo da necropsia.

Na sequência, ele fugiu na garupa da moto. Meses mais tarde, Everton se apresentou à Polícia Militar e entregou a arma utilizada no assassinato. Algum tempo depois, outro homem foi detido e confessou ter furtado o estabelecimento comercial, crime o qual Everton atribuía a Sidnei e o irmão dele.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

VIOLÊNCIA

Homem é acusado de agredir companheira e danificar sua moto ao ser impedido de sair para comprar drogas

Publicado em

Um auxiliar de enfermagem de 26 anos foi preso em flagrante na noite desta terça-feira acusado de agredir sua companheira, uma estudante de 24 anos, e danificar a moto dela com diversas pauladas. A sessão de violência, segundo a vítima, foi motivada pelo fato da mulher tentar impedir que ele saísse de casa para gastar dinheiro com drogas.

Policiais militares foram acionados para irem até o local dos fatos, uma residência no bairro Paraíso, onde estaria ocorrendo uma briga de casal. No local, encontraram a vítima sendo auxiliada por populares e gritando por socorro. O homem estava com um pedaço de pau danificando a moto que pertence a ela.

Os PMs tiveram de algemar o acusado para contê-lo, porque ele estava muito agressivo. A estudante disse que impediu a saída do companheiro de casa para evitar que fosse gastar dinheiro com drogas. O homem passou a ingerir bebida alcoólica, ficou agressivo e iniciou a sessão de violência.

Ele foi preso em flagrante acusado de violência doméstica, lesão corporal e ameaça, e ficou à disposição da Justiça.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

confessou

Jovem é preso ao ser flagrado com mil peças de roupas furtadas

Publicado em

Na tarde desta terça-feira (25), um jovem de 24 anos foi preso em flagrante, suspeito de furtar cerca de mil peças de roupas de uma loja da região central de Brejo Alegre/SP.

De acordo com a Polícia Civil, o caso foi no dia 24 de fevereiro e passou a ser investigado. Ao analisar as imagens de circuito de segurança da rua, a equipe descobriu que o suspeito morava em uma fazenda na cidade de Santo Antônio do Aracanguá/SP.

Ainda segundo a corporação, uma equipe policial foi até o local com um mandado de busca e apreensão e, durante vistoria no imóvel, foram encontradas as peças de roupas, todas com etiquetas da loja.

O jovem foi preso em flagrante e levado para a delegacia do município. Ele foi ouvido pelo delegado de plantão e confessou o crime.

A dona da loja foi chamada pela polícia para identificar as peças de roupas furtadas e as reconheceu. Toda a mercadoria foi devolvida para ela. (Com informações: G1)

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
87