Oi, o que você está procurando?

estatística

Região de Araçatuba reduz latrocínios e estupros em abril

A região de Araçatuba registrou redução nos casos e vítimas de latrocínio, além de diminuição nas ocorrências de estupros e furtos em geral e de veículo no mês de abril deste ano em comparação com igual período de 2018.

No quarto mês, não houve nenhum caso de roubo seguido de morte. Em abril do ano passado foi contabilizada uma ocorrência.

Os estupros apresentaram queda de 45% no mês. O número passou de 20 para 11 – nove ocorrências a menos.

Os furtos em geral caíram 9,8% em abril, com 64 casos a menos. No quarto mês do ano passado, foram contabilizadas 652 ocorrências, ante 588 em igual mês de 2019. É o menor número da série histórica.

Os furtos de veículo tiveram recuo de 42,9%. A quantidade de ocorrências caiu de 42 para 24 em abril deste ano – 18 a menos que em igual mês de 2018. É o menor número da série histórica.

Não houve roubo a banco em abril, assim como em igual mês do ano passado. As extorsões mediante sequestro também permaneceram zeradas no período.

Homicídios e outros indicadores

A região registrou um caso de homicídio doloso a mais em abril. O número passou de nove para 10. O indicador de vítimas de mortes intencionais teve alta, com dois casos a mais no mês – de nove para 11.

As taxas dos últimos 12 meses (de maio de 2018 a abril de 2019) foram de 7,21 casos e 7,33 vítimas de homicídios a cada grupo de 100 mil habitantes.

Os roubos em geral tiveram aumento de 10% – passando de 60 para 66 ocorrências no mês. Houve sete roubos de veículos a mais em abril deste ano (passou de um para oito) e um roubo de carga a mais (de 0 para um), se comparado com o quarto mês do ano anterior.

Produtividade policial

O trabalho realizado pelas três polícias resultou em 420 prisões realizadas ao longo do mês. No mesmo período, 22 armas de fogos foram retiradas das ruas e 133 flagrantes de tráfico de drogas foram registrados.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
29