Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
CONECTE CONOSCO

RIO DE JANEIRO

Bate-Estaca nocauteia, fatura cinturão e salva noite no UFC

Com o golpe que leva seu nome, Jéssica derrotou Rose Namajunas e agora é a nova campeã peso-palha

Publicado em



Quando tudo parecia perdido para o Brasil, Jéssica Bate-Estaca surgiu para salvar a noite no UFC 237, realizado neste sábado (11), no Rio de Janeiro. Com o golpe que leva seu nome, Jéssica derrotou Rose Namajunas e agora é a nova campeã peso-palha, para a alegria dos fãs presentes na Jeunesse Arena. Antes dela, Anderson Silva, José Aldo, Thiago Pitbull e Bethe Correia foram superados por seus respectivos rivais no card principal.

Foi na raça, com o golpe que leva seu nome e para o delírio dos torcedores. Após quatro derrotas brasileiras no card principal, coube a Jéssica Bate-Estaca salvar a pátria. O primeiro round da luta principal contra a então campeã Namajunas terminou parelho, mas com superioridade da americana. Já no segundo assalto, de maneira surpreendente, Jéssica ergueu Rose para uma queda e, ao aplicar o bate-estaca, nocauteou a adversária.

Com o resultado, Jéssica Bate-Estaca se torna a terceira lutadora brasileira campeã do UFC, ao lado de Amanda Nunes e Cris Cyborg. A atleta da PRVT Girls, entretanto, é a primeira a triunfar na divisão dos palhas, e fez questão de dedicar seu título ao mestre Gilliard Paraná.

Vaias, muitas vaias para Jared Cannonier. Foi desta forma que acabou o duelo entre o americano e Anderson Silva, válido pelo co-main event do UFC Rio. Os dois lutadores do peso médio começaram medindo a distância e trocando golpes em pé. Na reta final do primeiro round, porém, Cannonier acertou um chute baixo na perna direita de Anderson, que sentiu. Na mesma hora, o brasileiro caiu no centro do octógono e, sem condições de seguir, viu o árbitro intervir decretando vitória por nocaute técnico de Jared.

– Peço desculpas. Nos treinos eu já estava com meu joelho machucado, acabei tomando um chute ali e não deu para segurar. Desculpas, galera – falou o “Spider” ainda no octógono.

Muito esperado, o confronto entre Alexander Volkanovski e José Aldo terminou com gosto amargo para os fãs brasileiros presentes na Jeunesse Arena. Foram três rounds parelhos, mas no fim o jogo clínico do australiano de origem russa prevaleceu. Enquanto Aldo apostava nos contragolpes e buscava surpreender, Alexander ia encurralando o ex-campeão peso-pena contra a grade, golpeando e contabilizando pontos.

A dinâmica seguiu durante toda a luta, e com seu término, Volkanovski foi declarado vencedor por decisão unânime. Agora, o australiano – dono de incríveis 17 vitórias consecutivas – deve ser o próximo desafiante ao cinturão dos penas de Max Holloway.

Foi uma vitória suada, mas merecida para o argentino Laureano Staropoli. Contra o brasileiro Thiago “Pitbull” Alves os três rounds foram equilibrados, com bons momentos para ambos os lutadores do peso meio-médio, mas superioridade de Laureano na maior parte do tempo prevaleceu. Thiago até tentou, forçou na luta em pé, mas foi em vão. Ao fim dos três rounds, triunfo por decisão unânime do novo “argentino gente boa”, que fez questão de elogiar o brasileiro presente na arena.

Na luta que abriu o card principal do UFC Rio, muito equilíbrio entre Bethe Correira e a mexicana Irene Aldana. Se o primeiro round foi de Irene, o segundo ficou com Bethe, com ambas apostando mais na trocação. No terceiro e decisivo round, porém, a “Pitbull” bobeou ao fazer uma entrada errada nas pernas da mexicana e pagou caro. Aldana não perdoou, pegou o braço e encaixou uma finalização para somar seu décimo triunfo.

Deixe sua opinião

Fonte:
Anunciante

futebol

Palmeiras derrota o Santos por 4 a 0 e segue firme no topo do Brasileirão

Publicado em

O jogador Hyoran, do Palmeiras, comemora seu gol contra o Santos em partida valida pela quinta rodada do Brasileirão (Foto: S.E.Palmeiras)

Amplamente superior. Com domínio total do clássico, o Palmeiras venceu o Santos por 4 a 0 na noite deste sábado (18), no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro.

Os jogadores do time alvinegro foram irreconhecíveis em campo, com o time alviverde não conseguindo um placar mais elástico por conta da trave e de grandes defesas do goleiro Vanderlei.

Os gols da goleada foram marcados por Gustavo Gómez, Deyverson, Raphael Veiga e Hyoran.

Com o resultado, o Palmeiras chegou a 13 pontos, na liderança isolada do Campeonato Brasileiro. Já o Santos, com dez pontos, ficou no quarto lugar.

Pela competição, ambas as equipes voltam a campo no próximo fim de semana – no sábado, o time alviverde enfrenta o Botafogo, no Mané Garrincha, enquanto o Santos, no dia seguinte, recebe o Internacional.

Deixe sua opinião

CONTINUE LENDO

BRASILEIRO

Sem marcar há dois jogos, Corinthians joga em Curitiba

Publicado em

Com apenas uma vitória após quatro rodadas do Brasileiro, o Corinthians precisa quebrar sequência negativa do ataque neste domingo (19), às 16h, contra o Athletico-PR. Já são dois jogos sem marcar (contra Grêmio e Flamengo).
Uma das soluções para resolver o problema deverá começar no banco.

O atacante Gustavo, recuperado de contusão na coxa direita, será relacionado para a partida em Curitiba.
Com o provável retorno de Gustavo, o técnico Fábio Carille volta a ter a força máxima de seu elenco -algo que não acontecia há cerca de 40 dias. Atualmente o único lesionado é o volante Renê Júnior, que não entra em campo há dez meses.

Também não há nenhum jogador suspenso ou pendurado. Até aqui, os advertidos com um cartão amarelo foram Cássio, Manoel, Fagner, Carlos Augusto, Ramiro, Jadson, Mateus Vital, Boselli e Vagner Love. Há, no entanto, algumas dúvidas com relação ao time que começa jogando. As únicas certezas são no setor defensivo.
De Ralf para frente, há a expectativa de que Carille recoloque um volante (Ramiro ou Júnior Urso). Já a permanência de Vagner Love ao lado de Boselli é duvidosa.

Com compromisso importante pela Recopa Sul-Americana -diante do River Plate- no meio da semana, o técnico Tiago Nunes deve poupar alguns jogadores titulares. Certo é que o comandante rubro-negro não contará com Thiago Heleno e Camacho, afastados por conta do caso de doping.

HISTÓRICO

O Corinthians tem ligeira vantagem no histórico de confrontos contra o Athletico, somando 21 vitórias, 20 empates e 18 derrotas nos 59 jogos disputados contra o time rubro-negro.
No Brasileiro o equilíbrio é ainda maior: 14 triunfos corintianos e 13 atleticanos em 43 embates. No último encontro deu vitória do clube de Curitiba por 1 a 0, em novembro de 2018.

ATHLETICO-PR

Santos; Erick, Bambu, Lucas Halter e Márcio Azevedo (Renan Lodi); Wellington, Léo Cittadini e Tomás Andrade; Thonny Anderson, Braian Romero e Marcelo Cirino (Rony). T.: Tiago Nunes

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Ramiro (Júnior Urso) e Sornoza; Clayson, Vagner Love (Mateus Vital ou Pedrinho) e Boselli. T.: Fábio Carille

Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba
Horário: 16h deste domingo
Juiz: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)

Deixe sua opinião

CONTINUE LENDO

Seleção Brasileira

Veja os convocados de Tite para a Copa América 2019

Técnico divulgou a lista nesta sexta-feira, na sede da CBF, na Barra da Tijuca. Brasil vai em busca do nono título da competição continental

Publicado em

A Seleção Brasileira está convocada para a Copa América 2019. Nesta sexta-feira (17), na sede da CBF, o técnico Tite divulgou a lista de jogadores que vai em busca do nono título da competição para o país. Foram relacionados 23 jogadores para disputa, que começa no dia 14 de junho.

Nesta edição da Copa América, que será realizada em solo brasileiro, a Seleção está no Grupo A, juntamente com Bolívia, Peru e Venezuela. O Grupo B da competição conta com Argentina, Catar, Colômbia e Paraguai, enquanto o Grupo C tem Chile, Equador, Japão e Uruguai.

A estreia do Brasil no torneio está marcada para o dia 14 de junho, contra a Bolívia, no Estádio Morumbi. Quatro dias depois, em 18 de junho, o adversário será a Venezuela, desta vez em Salvador, na Arena Fonte Nova. A Seleção encerra sua participação na primeira fase no dia 22 de junho, contra o Peru, na Arena Corinthians.

Antes de iniciar sua caminhada na Copa América, a Seleção Brasileira ainda fará dois amistosos preparatórios para a competição. No dia 5 de junho, o técnico Tite comandará sua equipe contra o Catar, em Brasília, no Estádio Mané Garrincha. O último teste do time será no dia 9 de junho, contra Honduras, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

Confira a lista de convocados

Goleiros

Alisson – Liverpool (ING)
Ederson – Manchester City (ING)
Cássio – Corinthians

Defensores

Dani Alves – Paris Saint Germain (FRA)
Fágner – Corinthians
Filipe Luís – Atlético de Madri (ESP)
Alex Sandro – Juventus (ITA)
Thiago Silva – Paris Saint Germain (FRA)
Marquinhos – Paris Saint Germain (FRA)
Miranda – Inter de Milão (ITA)
Éder Militão – Porto (POR)

Meias

Casemiro – Real Madrid (ESP)
Fernandinho – Manchester City (ING)
Allan – Napoli (ITA)
Lucas Paquetá – Milan (ITA)
Philippe Coutinho – Barcelona (ESP)
Arthur – Barcelona (ESP)

Atacantes

Neymar – Paris Saint Germain (FRA)
Richarlison – Everton (ING)
Roberto Firmino – Liverpool (ING)
Gabriel Jesus – Manchester City (ING)
David Neres – Ajax (HOL)
Everton – Grêmio

Deixe sua opinião

CONTINUE LENDO

SELEÇÃO

Tite evita comentar sobre Neymar: ‘Vou ter uma conversa com ele’

"Neymar errou, Neymar errou. Por educação, eu enquanto técnico da seleção, vou ter uma conversa com ele", disse o técnico sobre as últimas polêmicas envolvendo o jogador

Publicado em

© REUTERS/Michael Dalder

Mais uma vez na lista dos 23 convocados para a Copa América, o atacante Neymar foi o jogador que mais despertou interesse dos jornalistas na entrevista coletiva que se seguiu ao anúncio da lista feita pelo técnico Tite, nesta sexta-feira, no Rio de Janeiro. E foi, ao mesmo tempo, o que mereceu as respostas mais evasivas por parte do treinador.

Alegando “respeito e educação”, Tite não quis comentar a agressão do jogador a um torcedor após a final da Copa da França. “Neymar errou, Neymar errou. Por educação, eu enquanto técnico da seleção, vou ter uma conversa com ele. Assim como conversei com Douglas Costa e assim como vou conversar com Paquetá, por uma questão de conjunto”, disse Tite.

O técnico foi questionado quatro vezes sobre o atacante – todas elas a respeito da conduta de Neymar sem a bola nos pés, e não propriamente sobre o seu futebol. Mas, em todas elas, evitou dar uma resposta direta.

“Eu não vou ficar aqui aventando possibilidades. Eu não quero falar, eu não vou falar, porque eu quero falar com o Neymar antes”, insistiu Tite. “Eu vou responder no momento oportuno.”

Indagado se os critérios de convocação de Neymar foram diferentes aos aplicados a Douglas Costa no ano passado – ele ficou de fora de uma lista após ter desferido uma cusparada num jogador adversário -, Tite demonstrou certo desconforto. “Quando foi colocado Douglas Costa, eu falei que isso não se fala por telefone. Tem que ter cuidado”, comentou. O treinador disse ainda que, à época, o jogador também vinha de lesão.

Por fim, questionado sobre outra atitude de Neymar, que reclamou publicamente de colegas do PSG após a derrota na final da Copa da França, Tite foi direto. “Te dou a oportunidade de fazer outra pergunta”, esquivou-se o técnico da seleção.

Deixe sua opinião

CONTINUE LENDO

©2018 Regional Press- Direitos Reservados | Vamos fazer um site? Logo RC Criativa