Oi, o que você está procurando?

POLÍTICA

Após manifestações, Bolsonaro vê rejeição superar aprovação pela primeira vez, mostra XP/Ipespe

Segundo levantamento, grupo de entrevistados que classifica a atuação do governo como ruim ou péssima chegou a 36% – alta de 5 pontos percentuais em duas semanas

SÃO PAULO – Uma semana após milhares de brasileiros irem às ruas para protestar contra contingenciamento na educação, o governo Jair Bolsonaro (PSL) tem, pela primeira vez desde o início do mandato, uma avaliação negativa numericamente superior às opiniões positivas.

É o que mostra edição especial da pesquisa XP/Ipespe, realizada entre os dias 20 e 21 de maio. Foram feitas 1.000 entrevistas telefônicas com eleitores de todas as regiões do País.

Segundo o levantamento, o grupo de entrevistados que classifica a atuação do governo como ruim ou péssima chegou a 36%, uma alta de 5 pontos percentuais em comparação com o resultado observado na primeira semana de maio.

Já o nível de ótimo ou bom oscilou 1 p.p. para baixo no mesmo intervalo, passando a 34%. Apesar do viés negativo, o saldo de avaliação está dentro da margem de erro da pesquisa, de 3,2 p.p. para cima ou para baixo.

A série da pesquisa indica um recuo de 6 p.p. nas avaliações positivas de Bolsonaro em relação a fevereiro, seu melhor momento desde que assumiu a presidência. Já as classificações negativas sobre a gestão do pesselista saltaram 19 p.p. desde então.

Considerando a redução de 6 p.p. observada entre os entrevistados que avaliam o governo como regular, é possível que parte significativa deste grupo tenha migrado para a ala dos descontentes.

Outra fatia veio daqueles que preferiam não opinar a respeito em outras pesquisas, grupo que minguou de 11% para 4% entre fevereiro e maio.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
38