CONECTE CONOSCO

Município retira resíduos do Córrego Santa Leonor

Publicado em

Objetivo é aumentar a profundidade do leito para amenizar as inundações na região próxima ao Córrego Maria Chica e ao Terminal Rodoviário


Nesta semana, equipes do Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis) e da Prefeitura intensificaram os trabalhos de desassoreamento do Córrego Santa Leonor. O trabalho está concentrado na retirada de detritos para o aumento da profundidade do leito.

Os serviços são executados conforme licença ambiental da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) e contam com equipes do Daep, Secretaria de Obras e Serviços, Secretaria de Agricultura e do Consórcio Intermunicipal do Ribeirão Lajeado.

O objetivo é amenizar as inundações na região próxima ao Córrego Maria Chica e ao Terminal Rodoviário, melhorando a drenagem urbana, ao aumentar a profundidade do leito daquele trecho do rio que corta a cidade. Isso inclui a retirada de materiais sedimentados.

O presidente do Daep, Edson Bilche Girotto, o Batata, explicou que o Córrego Santa Leonor servirá como um reservatório de águas da chuva. “Será como um ‘piscinão’ com capacidade de receber e escoar as águas da chuva, evitando alagamentos na região. A equipe trabalha para retirar o máximo possível de sedimentos para ampliar a capacidade de reservação das águas das chuvas”, afirmou.

RETIRADA DE PEIXES

Ainda segundo o presidente do Daep, para que os serviços fossem realizados foram necessárias a secagem do leito e a retirada de mais de 400 quilos de peixes que foram transferidos para o Lago Azul. A vazão do rio é controlada por meio da abertura e fechamento do registro de emergência existente no local.

Todos os sedimentos retirados do leito são depositados nas calçadas para a secagem e posterior remoção para o local adequado. “Pedimos a compreensão da população, pois em alguns locais não é possível utilizar a pista de caminhada do Parque. O trabalho é bastante complexo e extremamente necessário para revitalizar o espaço”’, concluiu.

 


Deixe sua opinião

Fonte:
Anunciante

Município derruba liminar contrária a iluminação pública

Publicado em

Procuradora Renata dos Santos Melo

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP), acatando as razões expostas pela Procuradoria Municipal de Araçatuba, suspendeu a liminar, antes concedida, que contrariava o Chamamento Público do município para estudos e projetos à implantação de futura Parceria Público Privada para a prestação do serviço de iluminação pública.

A ação judicial contra a realização do Chamamento Público havia, por  decisão da Vara da Fazenda Pública do Município de Araçatuba, resultado em decisão liminar que suspendeu o chamamento pretendido pelo Município.

No entanto, a Procuradoria Municipal ingressou com recurso de Agravo de Instrumento perante o Tribunal de Justiça de São Paulo, solicitando a suspensão da liminar concedida, o qual deu provimento por unanimidade ao recurso interposto, sob alegação de que não há irregularidades no procedimento. Ainda segundo o TJSP, “não é o caso de impedir a administração pública de comandar a análise de infraestrutura do município”.

A procuradora geral do Município, Renata dos Santos Melo, lembra que, em seu recurso, afirma que o sistema de iluminação pública estabelece que os serviços a ele relacionados são de competência do Poder Público Municipal, sustentando não haver impedimento legal para a realização da Chamada Pública pretendida pelo Município de Araçatuba, não restando nenhuma ilegalidade ou quaisquer motivação para que o procedimento seja realizado.

Desta forma, o TJSP, acatando as razões expostas pela Procuradoria Municipal, suspendeu a liminar concedida.

“A busca pelo modelo de Parceria Público-Privada para gestão do parque de iluminação pública do Município de Araçatuba surgiu da necessidade iminente de modernização e reestruturação do modelo de gestão atual. O segmento de iluminação está atravessando um período de transformação tecnológica, capitaneado pelo LED, que é muito mais eficiente se comparado a outros tipos de lâmpadas.

Levando em consideração que os equipamentos de iluminação pública das cidades brasileiras são obsoletos e necessitam de uma troca completa, o LED geraria uma economia de energia considerável, que pode ser suficiente para custear os investimentos necessários para a troca do parque de Iluminação Pública, tornando o serviço de melhor qualidade”, completa a procuradora.


Deixe sua opinião

CONTINUE LENDO

Paróquias iniciam Tríduo Pascal com missas e atos de fé

Publicado em

Padre Roberto Teixeira, vigário da Paróquia Sant’Ana, em Araçatuba, afirma que os dias devem ser vivenciados com bastante intensidade e fé - Foto: Paulo Moura/Pascom Paróquiia Sant'Ana

As paróquias da Diocese de Araçatuba iniciam nesta Quinta-Feira Santa (18) o Tríduo Pascal, período que é consolidado com Páscoa do Senhor. Fazem parte das missas do período a Ceia do Senhor, popularmente chamada de Lava-Pés, a Celebração da Paixão do Senhor e a Vigília Pascal, no Sábado Santo, já avizinhando com a Páscoa do Cristo Ressuscitado.

A missa da Quinta-feira Santa, celebrada entre a tarde a noite, recorda a instituição da Eucaristia por Cristo e ainda o ato de lava-pés, gesto de humildade e reflexão para a continuidade da missão dos apóstolos. Na Sexta-Feira da Paixão recorda-se a entrega de Cristo até a morte de cruz. É um dia de profundo silêncio e reflexão.

No Santo, também chamado Grande Sábado, se dá uma sequência reflexiva sobre a morte de Cristo e a esperança na ressurreição. Na missa da Vigília Pascal se recorda o fogo novo. Finalmente no Domingo de Páscoa a Igreja comemora a vitória de Jesus sobre as trevas e a salvação do mundo.

Segundo o padre Roberto Teixeira, vigário da Paróquia Sant’Ana, em Araçatuba, os dias devem ser vivenciados com bastante intensidade e fé. “Na Quinta e  Sexta-feira Santas, devemos refletir que Jesus se entregou até a morte na Ceia e na Cruz; No Sábado Santo, temos a ciência que Jesus desceu à mansão dos mortos para nos resgatar. No terceiro dia, em sua Páscoa., Ele ressuscitou. Venceu a morte, como prometeu”, explica.

O sacerdote ainda recomenda que todos vivam com ardor esses dias. “Que Jesus nos ressuscite a cada dia para sermos bons cristãos, novos e renovados no seu Espírito Santo. Que Jesus, pela intercessão de Nossa Senhora, abençoe a todos nestes dias de profunda vivência da fé”, conclui.

 

 

HORÁRIOS DAS MISSAS (DESTA 5ª FEIRA SANTA ATÉ A PÁSCOA)

 

REGIÃO PASTORAL DE ARAÇATUBA

 

PARÓQUIA QUINTA-FEIRA SANTA (18) SEXTA-FEIRA  SANTA (19)* SÁBADO SANTO (20) DOMINGO DE PÁSCOA (21)
Catedral Nossa Senhora Aparecida 20h  Instituição da Eucaristia e Lava-pés. Logo após, até

a meia-noite, vigília eucarística.

Das 8h às 12h – Vigília Eucarística

9h – Via-Sacra dentro da Catedral

15h – Ofício Solene da Paixão.

Sábado – 19h30min – Vigília Pascal (Ressurreição do Senhor) 10h – Missa

18h – Missa

19h30min – Missa

São João Missa do Lava Pés – 20h Vigília do Santíssimo Sacramento das

07h às 12h

 

Liturgia da Paixão, às 15h.

 

Sete dores de Nossa Senhora) às 20h00

Vigília Pascal – Missa às 20h00 Missas às 10h00 e 19h30
Sant’Ana Missa da Ceia do Senhor – Lava-Pés 20h

 

Capela Santa Rita – 20h

 

Vigília Eucarística das 22h às 15h na paróquia

Celebração da Paixão do Senhor – 15h (Capela Santa Rita também)

 

Encenação da Paixão de Cristo e Procissão do Senhor Morto – 19h30

Missa do Fogo Novo (Vigília Pascal) – 19h30

 

Capela Santa Rita – 19h30

Missa de Páscoa às 8h (batizado de adultos) e 19h30

 

Santa Rita: 8h, 18h e2 0h

D. Espírito Santo Missa da Ceia do Senhor – 20h

 

Vigília após a missa até às 14h45 da sexta

Celebração da Paixão do Senhor – 19h Missa do Fogo Novo – 20h Missa da Ressurreição – 7h30 e 19h30
São Sebastião Missa do Lava-Pés – 20h

 

Vigília no salão paroquial até 23h

Solene Liturgia da Paixão – 15h

 

Procissão do Encontro – 19h30

Missa da Vigília Pascal – 20h Caminhada da Ressurreição – 6h

 

Missa da ressurreição – 6h45

 

Páscoa das Crianças – 10h30

 

Missa – 19h

B. Jesus da Lapa Missa do Lava-Pés – 20h Vigília das  7h às 12h

 

Celebração da Cruz – 15h

 

Via-Sacra Encenada – 20h

Missa da Vigília Pascal – 20h Missa da Ressurreição – 10h30 e 19h30
São Paulo Missa da Ceia do Senhor – 20h Das 8h às 15h00: Vigília

15h- Celebração da Paixão de Jesus

19h00: Procissão das Sete Palavras de Jesus na Cruz

20h: Vigília Pascal 7h: Missa da Ressurreição

8h30: Batizados

18h30: Missa de Páscoa

Santo Antônio Missa da Ceia do Senhor – 20h (em seguida vigília) 8h-  Oração Comunitária

 

9h – Celebração da Paixão para Crianças

 

10h – Oração para jovens, catequizandos e criamandos.

 

17h30- Celebração da Paixão e procissão do Senhor Morto

22h- Solene Vigília Pascal na paróquia 8h- Missa da Ressurreição
São Francisco e Santa Clara (Pinheiros) 20h- Missa da Ceia do Senhor

 

20h- Ceia do Senhor – Com. Santo Expedito

6h – Via-Sacra

 

7h às 16h – Vigília

 

17h – Celebração da Paixão e depois procissão do Senhor Morto

19h – Missa do Fogo Novo (Vigília Pascal) 9h – Missa da Ressurreição

 

19h30 – Missa da Ressurreição – Com. Santo Expedito

Imac. Coração de Maria (Paraíso) 5h30 – Ofıćio das Trevas

 

7h – Missa

 

20h – Celebração da Ceia do Senhor .

 

Vigília até a 0h.

 

 9h – via-sacra das crianças e jovens da catequese.

 

7h às 14h – vigília

 

15h- Celebração da Paixão

 

19h – Procissão penitencial

20h – Missa da Vigília Pascal 10h –Missa da Ressurreição

 

18h30 – Missa

São Francisco de Assis (Guanabara) 20h – Missa da Ceia do Senhor  seguida de vigília 15h – Celebração da Paixão 19h30 Missa da Vigília Pascal 6h – Procissão e missa da Ressurreição
Nossa Senhora de Fátima (Jussara) 20h – Missa da Ceia do Senhor , seguida de vigília 5h – Caminhada Penitencial

 

8h  às 15h – Vigília

 

15h – Celebração da Paixão e procissão do Senhor Morto

20h Missa da Vigília Pascal 9h – Missa de Páscoa
Capela Salesiano 20h – Missa da Ceia do Senhor 15h –  Celebração da Paixão 20h – Missa da Vigília Pascal 8h30, 18h e 20h – Missa da Ressurreição

 

  

 

REGIÃO PASTORAL DE BIRIGUI

 

PARÓQUIA QUINTA-FEIRA SANTA (18) SEXTA-FEIRA  SANTA (19)* SÁBADO SANTO (20) DOMINGO DE PÁSCOA (21)
Imaculada Conceição 20h- Missa da Ceia do Senhor 7h – Ofício Divino

 

15h –  Celebração da Paixão

 

18h – Via-Sacra Interparoquial

20h – Missa da Vigília Pascal 5h – Caminhada da Ressurreição

 

19h30 – Missa com Batismo

São Brás 20h- Missa da Ceia do Senhor 15h – Celebração da Paixão

18h – Via-Sacra Interparoquial

20h – Missa da Vigília Pascal 5h – Caminhada da Ressurreição

 

18h – Missa  da Ressurreição

 

Santa Clara 20h- Missa da Ceia do Senhor 15h – Celebração da Paixão

 

18h – Via-Sacra Interparoquial

19h30 – Missa da Vigília Pascal 5h – Caminhada da Ressurreição

 

7h –  Missa  da Ressurreição

São Benedito e São Cristóvão 20h- Missa da Ceia do Senhor 15h – Celebração da Paixão

 

18h – Via-Sacra Interparoquial

 

20h – Missa da Vigília Pascal 5h – Caminhada da Ressurreição, logo após missa na paróquia

 

Nossa Senhora da Conceição (Bilac) 19h30- Missa da Ceia do Senhor e vigília 15h – Celebração da Paixão

 

19h – Via-Sacra e procissão

19h30 – Missa da Vigília Pascal 19h30 – Missa  da Ressurreição
S. Pedro (Gabriel Monteiro) 19h30- Missa da Ceia do Senhor 07h às 12h: Vigília

 

15h: Celebração da Paixão

 

19h: Procissão luminosa com a imagem do Senhor Morto

20h – Missa da Vigília Pascal 9h Missa de Páscoa
São José (Piacatu) 19h30- Missa da Ceia do Senhor 7h às 12h – Vigília

 

15h – Celebração da Cruz

 

19h – Procissão Luminosa com o Senhor

19h30 – Missa da Vigília Pascal 07h30 Missa de Páscoa
Santo Antônio (Coroados) 20h- Missa da Ceia do Senhor, seguida de vigília 15h –  Celebração da Paixão

 

19h – Procissão com o Senhor Morto

19h – Missa da Vigília Pascal 7h – Procissão e Missa de Páscoa
N.S das Graças (Santópolis) 20h- Missa da Ceia do Senhor 15h –  Celebração da Paixão 19h – Missa da Vigília Pascal 10h – Missa de Páscoa
Capela Sagrado Coração de Jesus (Brejo Alegre) 20h- Missa da Ceia do Senhor 15h –  Celebração da Paixão 20h – Missa da Vigília Pascal  

 

 

 

 REGIÃO PASTORAL DE GUARARAPES

 

 

PARÓQUIA QUINTA-FEIRA SANTA (18)

 

SEXTA-FEIRA  SANTA (19)* SÁBADO SANTO (20) DOMINGO DE PÁSCOA (21)
Imaculada Conceição (Guararapes) 20h- Missa da Ceia do Senhor, seguida de vigília 8h-12h – Vigília

 

15h –  Celebração da Paixão

20h – Missa da Vigília Pascal 8h30 e 19h – Missa de Páscoa
São Pedro (Guararapes) 20h- Missa da Ceia do Senhor, seguida de vigília 15h –  Celebração da Paixão 20h – Missa da Vigília Pascal 19h Missa de Páscoa
São Francisco de Assis (Rubiácea) 19h30 –  Missa da Ceia do Senhor e vigília em seguida 7h ás 12h

Vigília

 

15h –  Celebração da Paixão

19h30 – Missa da Vigília Pascal 8h Missa de Páscoa
Sagrado C. de Jesus (Bento de Abreu) 19h30 –  Missa da Ceia do Senhor e vigília em seguida 18h30 –  Celebração da Paixão e procissão 20h – Missa da Vigília Pascal 18h Missa de Páscoa
Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora (Valparaíso) 19h30 –  Missa da Ceia do Senhor e vigília em seguida 09h – Confiissão Comunitária

 

15h –  Celebração da Paixão

 

19h30 – Via-Sacra (capela São Pedro)

19h – Missa da Vigília Pascal 6h – Caminha da Ressurreição seguida de missa na paróquia
Nossa Senhora Aparecida (Lavínia) 20h- Missa da Ceia do Senhor, seguida de vigília 15h –  Celebração da Paixão

 

19h – Procissão

20h -Missa da Vigília Pascal 8h Missa de Páscoa
São João Batista (Mirandópolis) 19h30 –  Missa da Ceia do Senhor 15h –  Celebração da Paixão

 

17h – procissão

19h30 – Missa da Vigília Pascal 5h – Caminhada da Ressurreição

 

 

6h – Missa da Ressurreição e batizados

 

 

 

REGIÃO PASTORAL DE ANDRADINA

  

PARÓQUIA QUINTA-FEIRA SANTA (18) SEXTA-FEIRA  SANTA (19)* SÁBADO SANTO (20) DOMINGO DE PÁSCOA (21)
Nossa Senhora Aparecida (Guaraçaí) 20h- Missa da Ceia do Senhor, seguida de vigília 6h às 15h – Vigília

 

17h – Celebração da Paixão e procissão do Senhor Morto

19h30 – Missa da Vigília Pascal 8h Missa de Páscoa e batizados
São José (Murutinga do Sul) 19h30 –  Missa da Ceia do Senhor 8h às 14h – Vigília

 

15h –  Celebração da Paixão

 

19h – Encenação da Paixão de Cristo

20h –  Missa da Vigília Pascal  
Nossa Senhora

das Graças (Andradina)

19h30- Missa da Ceia do Senhor, seguida de vigília 15h –  Celebração da Paixão

 

19h – Procissão

19h30 – Missa da Vigília Pascal 8h e 19h Missa de Páscoa

 

9h – Batizados

São Sebastião (Andradina) 20h- Missa da Ceia do Senhor, 15h –  Celebração da Paixão

 

19h30 – Procissão

 

19h – Missa da Vigília Pascal 7h – Procissão do Ressuscitado, seguida de missa na paróquia e café comunitário.
Capela N.S Bonfim (Nova Independência) 19h30- Missa da Ceia do Senhor, seguida de vigília 15h –  Celebração da Paixão

 

18h – Procissão

 

19h30 – Missa da Vigília Pascal e Fogo Novo 8h  –  Missa de Páscoa

 

São José (Castilho) 20h- Missa da Ceia do Senhor, 15h –  Encenação da Via Sacra, Procissão e Celebração da Cruz na paróquia

 

20h -Missa da Vigília Pascal 19h Missa de Páscoa

 

 


Deixe sua opinião

CONTINUE LENDO

LUTO

Morre dona Zô, a guardiã da Praça do Guanabara

Publicado em

Dona Zô adotou a praça no dia quatro de maio de 1999, ao perceber que um beija-flor não tinha flores para pousar e se alimentar de seu néctar

Morreu no início da manhã desta quinta-feira (18) a araçatubense Zoraide Marques de Almeida, a dona Zô, aos 70 anos de idade, na Santa Casa de Araçatuba, onde estava internada desde o dia 22 de março. Ela, que enfrentava um câncer de pulmão, se tornou conhecida como a guardiã da Praça Seisaburo Ikeda, a Praça do Guanabara, localizada no bairro de mesmo nome.

Dona Zô tomou os cuidados da praça para si no dia quatro de maio de 1999, ao perceber que um beija-flor não encontrava flores para se alimentar e pousar. Com a ajuda de um vizinho, plantou Pingos de Ouro e, a partir daí, não parou mais.

Cultivou plantas, flores, enfeitou o lugar com vasos e acessórios decorativos, instalou um prisma para Nossa Senhora Aparecida e construiu uma gruta para abrigar o presépio em tempos de Natal. Até câmeras de segurança ela instalou no local para evitar a ação de vândalos.

Com o jardim impecável, passou a atrair não só beija-flores, mas borboletas e toda espécie de pássaros. Dona Zô costumava dizer que onde há natureza, há vida.

Nos Natais, fazia questão de montar o presépio, instalava luzes coloridas e recebia o Papai Noel para fazer a alegria da criançada, que recebia doces, pipoca e refrigerante. Tudo organizado com a ajuda da comunidade, mas capitaneado por ela, a querida dona Zô.

E era ela quem organizava a limpeza da área também. Nos últimos tempos, já doente, pagava uma pessoa para limpar. Mas fazia questão de manter tudo na mais perfeita harmonia naquela que se transformou na mais bela praça de Araçatuba.

De tão belo, o lugar se tornou o cenário ideal para fotografias de recém-casados, casais de namorados, famílias e crianças. Não é raro observar noivos que vão à praça após o casamento para registrar os primeiros momentos de união.

Ela também promovia eventos no local, como as famosas modas de viola e outros shows musicais, além de comemorar, a cada ano, o aniversário da praça com distribuição de algodão doce, pipoca e refrigerante.

MELHOR MÃE DO MUNDO

Bastante emocionado, o filho, o fotógrafo José Luís Py, lembra que ela amava aquela praça. Para ele, fica a recordação da mãe amorosa, cuidadosa e enérgica, quando necessário. “Era a melhor mãe do mundo”, diz, entre lágrimas.

Natural de Araçatuba, dona Zô era uma das moradoras mais antigas do Jardim Guanabara, onde residia havia mais de 40 anos.

Para o jornalista Carlos Alberto Tilim, 53 anos, dona Zô era um exemplo de cidadã. “Todos nós estamos bastante sentidos. Ela vai fazer muita falta”.

A guardiã da praça descobriu um tumor no pulmão há cerca de três meses e vinha se submetendo a tratamento.

O corpo de dona Zô será velado na capela da Funerária Cardassi. O horário ainda não está definido. O sepultamento será na manhã desta sexta-feira (19), no Cemitério Municipal de Guararapes, onde seu esposo está sepultado.

 


Deixe sua opinião

CONTINUE LENDO

Demanda

Santa Casa de Araçatuba promove mutirão de cirurgias

Publicado em

Imagem Ilustrativa

Com todas as salas equipadas e recursos financeiros sendo ajustados com os tetos pactuados com o SUS, a Santa Casa está organizando um mutirão de cirurgias de média e alta complexidades nas áreas de ortopedia, neurocirurgia, cirurgias pediátricas, ginecológicas e vasculares, todas eletivas.

A fila de espera está sendo requalificada e as agendas serão fechadas de acordo com a logística necessária a essas demandas reprimidas. A agenda de eletivas de alta complexidade deve ser concluída nesta semana.

A especialidade de ortopedia é disparadamente a maior demanda dentre os que aguardam por procedimento eletivo tanto na média quanto na alta complexidade. São 1012 pacientes aptos a realizar os procedimentos. Os casos de retiradas de materiais de sínteses (parafusos, placas, etc ) serão realizados a partir da próxima semana. Serão 20 procedimentos por mês, de segunda à sexta.

Neurocirurgia é outra especialidade com fila já atualizada e o mutirão será iniciado nesta quinta-feira (18). Na agenda constam 150 pacientes à espera de cirurgias eletivas. Deste total, 100 procedimentos são de tratamentos em coluna e 50 em crânios.

A direção da Santa Casa de Araçatuba está atualizando também as filas de espera por cirurgias pediátricas que possuem em torno de 60 pacientes eletivos; e cirurgias oncológicas, cujos pacientes começarão a ser chamados para realização de exames pré-cirúrgicos.

ACIDENTES

Estatísticas da Santa Casa de Araçatuba sobre os fluxos diários de atendimentos prestados podem explicar parte da origem da fila de espera por cirurgias eletivas de ortopedia: o imenso volume de cirurgias de emergência decorrentes de traumas causados em acidentes.

No ano passado, foram realizadas somente para pacientes do SUS, 1.430 cirurgias de emergência pela equipe de ortopedia e traumatologia, uma média de 4 procedimentos por dia. No primeiro bimestre deste ano, o número dobrou para 8 cirurgias de emergência.

Demandas de média complexidade encaminhadas por Andradina, Birigui, Guararapes, Penápolis e Valparaíso, complicam a situação do hospital de Araçatuba. A direção da Santa Casa pretende redirecionar pedidos com esse perfil para as cidades de origem. Com isso, a fila de espera ficará compatível à referência pela qual a instituição é credenciada: atendimentos de alta complexidade.

FINANCEIRO

No primeiro bimestre deste ano, a Santa Casa de Araçatuba registrou despesas da ordem de R$ 23.701.381,33, sendo R$ 11.966.920,24 em janeiro e R$ 11.734.461,09 no mês de fevereiro. No mesmo período, a instituição recebeu R$ 11.167.223,52 em janeiro e R$ 10.939.613,73 em fevereiro. O acumulado de receitas no bimestre foi de R$ 22.106.837,25.

O movimento de caixa no primeiro bimestre de 2019 revela déficits mensais bem abaixo dos R$ 2 milhões registrados em boa parte dos meses de 2018: R$ 799.696,72 em janeiro e R$ 794.847,36 em fevereiro.

Com informações do Jornal Folha da Região


Deixe sua opinião

CONTINUE LENDO

©2018 Regional Press- Direitos Reservados | Vamos fazer um site? Logo RC Criativa