CONECTE CONOSCO

ALERTA

Mesmo com chuva surge novo foco de incêndio em loja do calçadão na madrugada deste domingo

Publicado em

Foto: Fábio Ishizawa / Regional Press


O Corpo de Bombeiros foi acionado duas vezes na noite deste sábado e uma vez no início da madrugada de domingo para combater princípio de incêndio no que sobrou da loja Cris Park, localizada no calçadão da Marechal Deodoro, no centro de Araçatuba, destruída por um incêndio na tarde de sexta-feira.

Por volta das 19h de sábado o Corpo de Bombeiros foi acionado depois que guardas municipais viram chamas nos fundos do prédio que abrigava a loja de produtos importados. Uma equipe foi até o local e conteve o fogo. No entanto, por volta das 21h40 ao passar em frente à loja, os guardas municipais novamente viram chamas de fogo, com pequenas labaredas, e novamente os bombeiros tiveram de ser acionados.

AGORA: Bombeiros voltam pela terceira vez em loja do calçadão por novos focos de incêndio

Posted by Regional Press on Saturday, April 13, 2019

Por volta de 1h, mesmo debaixo de chuva forte, o fogo ressurgiu. Os guardas que fazem patrulhamento na região central ficaram observando e viram que a chuva não estava contendo o fogo e novamente acionaram os bombeiros, que em meia hora conseguiram fazer um rescaldo.

O incêndio de grandes proporções que resultou na morte de um bombeiro e deixou outro gravemente ferido teve início na tarde desta sexta-feira e, de acordo com informações preliminares, teria iniciado após um curto circuito em um aparelho de ar condicionado da loja.

Quando funcionários perceberam que havia iniciado um incêndio começaram a pedir para que os clientes deixassem o local. Alguns chegaram até a pensar que tratava-se de alguma brincadeira. As chamas iniciaram nos fundos da loja e rapidamente se alastraram.

Para conter o incêndio todas as viaturas auto-bombas do Corpo de Bombeiros foram utilizadas, além de hidrantes do calçadão e caminhões pipa da Raizen e da Consdon Engenharia, que disponibilizaram veículos da frota para dar apoio aos trabalhos. Um dos hidrantes do calçadão apresentou problema. As chamas só foram controladas no final da tarde.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
Anunciante

ARTIGO

O limbo previdenciário prejudica segurados e empregadores

Publicado em

Heloísa Helena Silva Pancotti

Com o aumento das convocações do INSS para revisar benefícios previdenciários, tem crescido a quantidade de pessoas que se situam no chamado Limbo Previdenciário.

Chamamos assim as situações que são cada dia mais frequentes, em que os segurados são considerados aptos para o trabalho pelo INSS e, no entanto, não conseguem mais desempenhar suas funções habituais nas empresas em que trabalham.

Os empregadores por muitas vezes acabam absorvendo os custos da cessação indevida dos benefícios, já que na Justiça do Trabalho é frequente que eles sejam condenados a pagar os salários dos funcionários inaptos para o trabalho ou até mesmo indenizar aqueles que não conseguem ser readaptados na empresa.

A advocacia previdenciária especializada tem se tornado uma ferramenta indispensável para diminuir os custos dos empregadores com o Limbo, pois atua no momento em que a autarquia previdenciária é omissa, como por exemplo, exigindo o encaminhamento dos segurados empregados aos serviços de reabilitação profissional a cargo do INSS, momento em que o empregador se desonera de ter que remunerar por uma mão de obra ineficaz, ou ainda correr o risco de ser responsabilizado pelo agravamento das doenças dos seus empregados afastados.

A gerência dos afastados traz aos empregadores e aos segurados da Previdência Social um alento, pois chama à responsabilidade de quem de direito, para a manutenção dos trabalhadores em situação de incapacidade uniprofissional, evitando que trabalhadores desprotegidos procurem a Justiça do Trabalho por indenizações que impactam muito o orçamento das empresas.

Como nunca antes, o Direito Previdenciário passou a ser instrumento essencial para o empresariado.

Heloísa Helena Silva Pancotti é  Advogada previdenciarista, consultora jurídica, professora universitária e latu sensu, especialista em Direito Processual pelo Unitoledo, Mestre em Direito pelo Univem, autora de artigos e capítulos de livros.

 

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

EXPO 2019

EXPO: Alok volta pela terceira e promete trazer novidades. Já garantiu o seu ingresso?

Publicado em

O DJ Alok, um dos mais queridos do público volta neste ano ao palco da Expô. Será a terceira apresentação consecutiva na feira. Sucesso norte a sul do Brasil e em várias parte do mundo, o criador de “Hear Me Now”, vai se apresentar no dia/7 (domingo) num show que será dominado pela música eletrônica com o com muitas novidades, como “Never Let Me Go”, “Fuego”, “Big Jet Plane” e outros sucessos para os fãs do DJ.
Compras on-line: www.aloingressos .com.br
Pontos de venda: Araçatuba: Bilheteria do Recinto da Expô e Shopping Praça Nova em várias cidades da região.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

Neste domingo

Acidente deixa 4 mortos em rodovia do interior de SP

Publicado em

Rodovia Adhemar Pereira de Barros (SP-342), em Águas da Prata (Foto: Governo do Estado de São Paulo/Divulgação)

Um acidente envolvendo um carro e um caminhão deixou pelo menos 4 mortos na Rodovia Adhemar Pereira de Barros (SP-342), em Águas da Prata, na noite deste domingo (23).

Segundo a Polícia Rodoviária, o acidente aconteceu por volta de 18h no km 243, na serra que liga a cidade a Poços de Caldas (MG). O carro teria batido de frente com o caminhão, mas as causas ainda são desconhecidas, conforme informa o G1 e a EPTV.

As vítimas são dois adultos e duas crianças e a suspeita é que todos sejam da mesma família. As identidades ainda não foram divulgadas.

Equipes dos bombeiros, Samu e da Polícia Rodoviária estão no local. Segundo a Renovias, concessionária que administra o trecho, a pista não está interditada.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
92