CONECTE CONOSCO

CIÊNCIA

Israel (quase) se torna a 4ª nação a conquistar a Lua

Por pouco a nave israelense Beresheet não consegue pousar em segurança na Lua. Um comunicado oficial sobre o problema ainda não foi liberado.

Publicado em



Exatamente às 16h18 de ontem (12), Israel comemorou, em uma transmissão ao vivo com 95 mil espectadores, sua entrada para a história da exploração espacial.

O país, que no dia 5 deste mês se tornou o sétimo a chegar à órbita da Lua, comemorava se tornar a quarta nação a pousar no satélite natural. Antes dele, apenas a antiga União Soviética (1966), os Estados Unidos (1969), e a China (2013) haviam conseguido esse feito.

“Se o pouso não tivesse dado certo, tentaríamos de novo”, disse o primeiro ministro israelense Benjamin Netanyahu na transmissão ao vivo, ao comemorar o sucesso da missão. Infelizmente, foi cedo demais. Por que a nave Beresheet não conseguiu pousar em segurança na Lua.

Se tudo tivesse ocorrido como planejado, essa seria a primeira vez que uma agência espacial particular, sem nenhuma ligação governamental, tocaria o solo da Lua. A SpaceIL, fundada em 2011, nasceu com o único objetivo de realizar a primeira expedição israelense em solo lunar. A nave responsável pela empreitada se chamava Beresheet pois significa “Gênesis”, ou “o início de tudo”, em hebraico.

A missão custou cerca de US$ 100 milhões, muito menos do que o custo de outras naves espaciais que estiveram na Lua. Isso é porque a Beresheet era uma nave relativamente simples, que foi projetada para sobreviver apenas alguns dias, não levando nenhum tipo de equipamento sofisticado.

A nave foi lançada ao espaço como uma carga secundária de um foguete Falcon 9 da SpaceX (a empresa do Elon Musk), que decolou do Cabo Canaveral, Flórida, em 21 de fevereiro deste ano.

Fora do foguete, a Beresheet entrou em uma órbita elíptica (isto é, oval) em torno da Terra, que foi se tornando gradualmente maior até alcançar a distância da Lua, onde desacelerou o suficiente para ser capturada pela atração gravitacional do satélite natural em 4 de abril. Não entendeu a explicação? Calma que a gente desenha: você pode acompanhar a rota completa da nave nesta perfeita simulação.

O pouso seria em uma região da lua chamada Mare Serenitatis, uma antiga planície de lava com 674 km de diâmetro que a NASA já explorou anteriormente. Beresheet pousaria mais ou menos a meio caminho dos locais de pouso da Apollo 15 e Apollo 17 – que foi a missão final da NASA para a Lua. Você pode ver, em uma excelente animação interativa, todos os locais de pouso na Lua aqui (as animações são muito legais. Vale a pena clicar).

No satélite natural, a Beresheet planejava tirar fotos em alta resolução (incluindo uma selfie, lógico), estudar o campo magnético da Lua (coletando dados para ajudar os pesquisadores a descobrir por que esse campo varia no Mare Serenitatis), deixar um retrorrefletor da NASA (para refletir raios laser da Terra para a Lua) – o que ajuda a agência americana a calcular com mais precisão a distância exata entre a Terra e a seu amado satélite natural.

A nave israelense também levava uma “cápsula do tempo”. Nela havia uma cópia digital de toda a Wikipedia em inglês, dicionários em 27 idiomas, a bandeira e a Declaração de Independência de Israel, uma Bíblia, desenhos infantis e textos da literatura israelense.

Problemas técnicos

A agência israelense ainda não se manifestou sobre o que, de fato, ocorreu para a missão não ter sido concluída com sucesso. O que se sabe até agora é que a nave perdeu contato com a Terra quando estava a uma distância de 22 quilômetros da Lua. Acredita-se que ela quebrou ao tentar pousar.

O mais provável que o problema tenha sido com o motor da Beresheet. Ele foi construído na Grã-Bretanha, desenvolvido pela empresa de tecnologia Nammo. Antes do pouso, Rob Westcott, engenheiro sênior de propulsão da empresa, disse: “Nós nunca usamos esse motor para isso antes”.

Para pousar, a espaçonave tinha que reduzir bruscamente sua velocidade – um processo que envolve ligar e desligar o motor em um intervalo muito curto. Como, na segunda ativação, o motor ainda estaria quente por causa da primeira, tudo precisava ser feito com muita precisão para evitar erros. [esta nota será atualizada assim que a SpaceIL liberar um comunicado oficial sobre a falha]

O pouso bem-sucedido representaria a chegada mais rápida e barata já feita a Lua. Isso seria um marco para os ambiciosos planos de algumas agências espaciais e empresas privadas, que buscam oportunidades de negócios lunares. Vai ficar para a próxima.


Deixe sua opinião

Fonte: SUPER INTERESSANTE
Anunciante

revista

Bolsonaro é escolhido como um dos 100 mais influentes do mundo pela Time

Publicado em

© Adriano Machado/Reuters

A revista norte-americana Time incluiu o presidente Jair Bolsonaro entre as 100 pessoas mais influentes do mundo em 2019. A lista foi divulgada nesta quarta-feira (17).

No texto sobre a escolha, Bolsonaro é apresentado como “um personagem complexo”. “Ele representa uma forte quebra de uma década de corrupção de alto nível, e a melhor chance do Brasil em uma geração para realizar reformas econômicas que podem domar o aumento do déficit [fiscal]”, aponta a revista.

“O ex-militar também é garoto propaganda da masculinidade tóxica e [representa] uma intenção homofóbica e ultraconservadora de travar uma guerra cultural e, talvez, reverter o avanço do Brasil no combate às mudanças climáticas”, pondera o texto da revista.

Entre os líderes, a lista da Time inclui ao todo 26 nomes, como o do opositor venezuelano Juan Guaidó, a congressista americana Alexandria Ocasio-Cortez, nome em ascensão no Partido Democrata, e a premiê da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, que ganhou reconhecimento internacional pela forma como lidou com o massacre em mesquitas de seu país.

O presidente dos EUA, Donald Trump, o papa Francisco, o premiê israelense, Binyamin Netanyahu, e o ministro italiano, Matteo Salvini, também foram incluídos na relação de 2019.

A então presidente brasileira Dilma Rousseff foi incluída nas listas da Time de 2011 e 2012, seus primeiros anos de mandato. O ex-presidente Lula esteve entre os eleitos pela revista em 2004 e em 2010.

O ex-presidente Michel Temer foi citado em uma lista feita pela Time em 2017, como um dos cinco líderes mais impopulares do mundo, ao lado de nomes como o do ditador venezuelano Nicolás Maduro. Na música, a lista de 2019 cita as cantoras Taylor Swift, Lady Gaga e Ariana Grande, além do grupo sul-coreano de k-pop BTS.

Do cinema, entraram os atores Mahersala Ali (do filme “Green Book”), Yalitza Aparício (de “Roma”), Dwayne Johnson (conhecido como The Rock) e a veterana Glenn Close, entre outros.

No esporte, houve destaque para o atacante egípcio Mohamed Salah (do Liverpool), para o jogador de basquete LeBron James (Los Angeles Lakers) e para o golfista Tiger Woods.


Deixe sua opinião

CONTINUE LENDO

Sobrevivente

Cão é resgatado no mar a 220 km da costa da Tailândia

Publicado em

Um cão foi resgatado nadando a mais de 220 quilômetros da costa da Tailândia. O resgate foi feito por uma equipe de uma plataforma de petróleo no Golfo da Tailândia na última sexta-feira (12).

Um dos trabalhadores, Vitisak Payalaw, disse que o cachorrinho foi visto nadando em direção à plataforma, que é da Chevron.

A tripulação conseguiu resgatá-lo amarrando uma corda no seu pescoço e puxando-o para cima.

Os trabalhadores acreditam que o cão deve ter caído de um barco pesqueiro. Ele ganhou o nome de Sobrevivente.

O cão desembarcou na segunda-feira no porto de Songkhla e passou por uma avaliação veterinária, que mostrou que ele está bem. Ele foi encaminhado a uma entidade de proteção de animais e deve ser adotado, segundo informa o G1.


Deixe sua opinião

CONTINUE LENDO

tragédia

Torre da catedral de Notre-Dame desmorona em grande incêndio

Publicado em

A torre da catedral de Notre-Dame, atingida por um vasto fogo, “acabou de desmoronar”, anunciou nesta segunda-feira Emmanuel Grégoire, vice-prefeito de Paris.

“A partir de agora, uma missão especial foi iniciada para tentar salvar todas as obras de arte que for possível”.

“A prioridade foi dada para garantir a área ao redor para proteger os turistas locais do risco de colapso”, acrescentou em entrevista a um canal de notícias, o BFMTV.

“Não restará nada da estrutura (do teto), que data do século XIX de um lado e do XIII do outro”, lamentou pouco antes André Finot, porta-voz da catedral.

O presidente Emmanuel Macron, que cancelou um importante discurso marcado para a noite desta segunda-feira em resposta aos “coletes amarelos”, irá para o pátio da Notre-Dame de Paris, anunciou a presidência francesa.

O Chefe de Estado havia acabado de gravar seu discurso televisionado, adiado para o momento sem nova data anunciada.

O primeiro-ministro Edouard Philippe também visitará o lugar, informou seu gabinete.


Deixe sua opinião

CONTINUE LENDO

FOGO

Catedral de Notre Dame, em Paris, é atingida por incêndio

Publicado em

Foto: Reprodução/Twiter

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Um incêndio de grandes proporções atingiu nesta segunda (15) a catedral de Notre Dame, em Paris, na França. A área próxima ao local já foi interditada pelos bombeiros.

De acordo com uma testemunha ouvida pela agencia de notícias Reuters, fumaça podia ser vista saindo do topo do edifício.

A causa do incêndio ainda não está clara. Segunda a rede de televisão local France 2, a polícia trata o ocorrido como acidente.

A prefeita da cidade, Anne Hidalgo, se manifestou em sua conta pessoal no Twitter. “Um terrível incêndio está acontecendo na catedral de Notre Dame”, disse a política.

A catedral era um dos principais pontos políticos da cidade francesa, atraindo milhões todos os anos. O edifício estava passando por renovações, com andaimes e algumas estátuas sendo removidas nas últimas semanas para restauração.


Deixe sua opinião

CONTINUE LENDO

©2018 Regional Press- Direitos Reservados | Vamos fazer um site? Logo RC Criativa