CONECTE CONOSCO

TRAGÉDIA

Em estado grave, bombeiro tem 27% do corpo queimado em incêndio no calçadão de Araçatuba

Publicado em

Alex Silva de Abreu, 32 anos, está internado na UTI da Santa Casa de Araçatuba - Foto: Arquivo Pessoal


O bombeiro Alex Silva de Abreu, 32 anos, que se feriu durante o combate ao incêndio no calçadão de Araçatuba, na tarde desta sexta-feira (12), está internado em estado grave na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa com queimaduras de terceiro grau. O quadro clínico dele é considerado grave.

Abreu está com 27% do corpo queimado, segundo a assessoria de imprensa do hospital. As queimaduras estão concentradas nas pernas, tórax e braços.

Ele foi socorrido por unidade do próprio resgate do Corpo de Bombeiros e levada ao pronto-socorro da Santa Casa, onde chegou por volta das 16h. Brito está entubado e recebendo as medicações específicas na UTI.

A coordenação do PS e a Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross) já fizeram o pedido de transferência para um hospital especializado em queimados.

Geralmente, os casos urgentes são levados para Bauru, mas a solicitação de vaga foi feita em toda a rede do Estado de São Paulo.

O bombeiro ferido deverá ser levado por helicóptero assim que houve uma vaga em um hospital especializado, segundo informações extraoficiais.

Outro bombeiro está desaparecido nos escombros de uma loja que teve desabamento parcial. Equipes de buscas tentam localizar o militar, um sargento de Araçatuba.

 

 

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
Anunciante

tráfico

Peruanos são presos pela Polícia Rodoviária com 68 kg de cocaína em ônibus

Publicado em

Dois peruanos foram presos com cerca de 68 quilos de cocaína em uma ação da Polícia Militar Rodoviária, nesta terça-feira (20), em Presidente Venceslau (SP).

Durante fiscalização, PMs do 2º Batalhão de Polícia Rodoviária abordaram um ônibus de linha regular, que fazia o itinerário Lima, no Peru, a São Paulo (SP).

Em vistoria, os patrulheiros localizaram um fundo falso no assoalho do ônibus contendo 64 tabletes de cocaína. Indagados, os motoristas assumiram a propriedade da droga, que totalizou 68,5 quilos.

A dupla foi levada para Delegacia da Polícia Federal de Presidente Prudente (SP), onde permaneceram à disposição da Justiça após o auto de prisão em flagrante.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

CRIME

Mãe que abandonou recém-nascido é identificada e presta depoimento

Publicado em

IVAN AMBRÓSIO/JORNAL INTERIOR

A Polícia Civil identificou a mulher que abandonou um recém-nascido na tarde de domingo (18), na vicinal Gentil Moreira, que liga os municípios de Avanhandava e Promissão. Ela já prestou depoimento na delegacia de Avanhandava na tarde desta terça-feira (20) e passou por exame de corpo de delito.

De acordo com o delegado Guilherme Brandão de Souza, a princípio, o caso foi registrado como abandono de incapaz, entretanto, devido as circunstâncias em que ocorreram, ela responderá pelo crime de infanticídio tentado.

Para não atrapalhar as investigações, detalhes de como foi o depoimento dela e os trabalhos que chegaram ao seu paradeiro não foram divulgados. No entanto, o delegado informou que ela confessou ter deixado o recém-nascido e que o menino seria o segundo filho dela.

“Ela já possui uma menina”, contou. A Polícia Civil chegou a identificação da mulher após um trabalho de colher informações sobre o paradeiro dela. “Fizemos diligências, onde conseguimos os dados da mulher, até chegarmos onde ela estava”, destacou Souza.

DEPOIMENTOS

O delegado frisou que novas testemunhas serão ouvidas. “As investigações prosseguem e estamos acompanhando, inclusive, o estado de saúde do bebê, que encontra-se internado na Santa Casa de Araçatuba”, ressaltou.

O estado de saúde dele, segundo o hospital, é grave, porém estável. O menino está na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Neonatal. Ele deu entrada com parada cardiorrespiratória e choque hemorrágico. Exames físicos realizados pela equipe médica indicam que a idade gestacional é 30 semanas – aproximadamente sete meses -, pesando 1,126 quilo.

O recém-nascido foi encontrado com o cordão umbilical e a placenta. Uma pessoa caminhava próximo a vicinal quando, ao passar pouco antes da entrada do anel viário, em Avanhandava, ouviu um choro vindo de uma moita de capim.

A testemunha se aproximou para ver o que era, se deparando com o bebê. O menino estava dentro de uma sacola plástica e de uma caixa de papelão. Ele recebeu os primeiros atendimentos médicos em Avanhandava e foi encaminhado ao pronto-socorro de Penápolis.

Na unidade, segundo nota da OSS (Organização Social de Saúde) da Santa Casa de Birigui – que administra a unidade -, a criança chegou com um quadro de hipotermina baixa, sendo transferido para o hospital de Araçatuba.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

COVARDIA

Homem tenta enforcar companheira, que desmaia após agressão

Publicado em

Imagem ilustrativa

Um operador de máquinas de 31 anos tentou enforcar a ex-companheira, uma cabeleireira de 38 anos, porque ela se negou a fazer sexo. O caso aconteceu na manhã desta segunda-feira no conjunto habitacional Águas Claras, em Araçatuba.

A mulher contou à polícia que é casada há 15 anos com o autor, mas há quase quatro anos vem tentando se separar. No entanto, o homem não aceita e faz ameaças de morte contra ela. O casal morar na mesma casa mas, segundo ela, não vivem mais como marido e mulher.

A cabeleireira relatou que na manhã desta segunda-feira o acusado queria fazer sexo. Diante da recusa ele passou a agredir a mulher e tentou enforca-la. Ela disse que chegou a desmaiar, e quando retomou os sentidos, pegou o telefone celular e acionou a polícia. O homem fugiu antes da chegada dos militares.

A mulher disse que ele já tem passagens, por roubo e até homicídio. Ela já havia registradop boletim de ocorrência por conta das agressões e entrado com pedido de medida protetiva, a qual foi recusada na época. Desta vez ela fez novo pedido de medida protetiva contra o acusado.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998
83