CONECTE CONOSCO

Curiosidade

Conheça Jonathan, 187, o animal mais velho da Terra

Publicado em

A tartaruga Jonathan, o animal terrestre mais velho do mundo / Foto Guiness World Records


A tartaruga Jonathan nasceu antes da construção do primeiro arranha-céu (1885), da conclusão da Torre Eiffel (1887), da primeira fotografia de uma pessoa (1838) e da criação da primeira lâmpada incandescente (1878).

O animal viveu o final da Revolução Industrial, passou por duas guerras mundiais, pela Revolução Russa e por inúmeras outras mudanças no mundo. Jonathan nasceu em 1832, ou seja, completa 187 anos em 2019 e é considerado o bicho mais velho conhecido, segundo o Guinness World Records.

Jonathan também superou a pessoa mais longeva registrada no mundo: a francesa Jeanne Calment (1875-1997), que atingiu 122 anos.

A tartaruga é originária das Seychelles no Oceano Índico, mas vive na remota ilha de Santa Helena, no Atlântico Sul, desde 1882. Santa Helena é conhecida por ser o local do descanso final de Napoleão Bonaparte, que foi exilado para lá depois de sua derrota na Batalha de Waterloo, em 1815.

Quando Jonathan foi trazido para Santa Helena, ele já estava totalmente crescido. Baseado em dados conhecidos para esta espécie, isso indicaria que ele tinha cerca de 50 anos de idade na época (daí seu ano de nascimento ser estimado em 1832).

Jonathan (à esquerda), em foto de cerca de 1886

Jonathan foi presenteado ao então governador do território britânico ultramarino, William Gray-Wilson (que ficou no cargo de 1890 a 1897). Ele vive na residência do governador desde então.

A casa de Jonathan é uma mansão georgiana construída pela Companhia das Índias Orientais entre 1791 e 1792. Hoje, ele compartilha o terreno com outras três tartarugas gigantes: David, Emma e Fred.

Sua espécie é “tartaruga gigante das Seychelles”, bastante rara. Ela já foi considerada extinta, mas agora pode haver cerca de 80 indivíduos dela pelo mundo, segundo o Grupo de Especialistas em Tartarugas e Tartarugas Aquáticas da União Internacional para a Conservação da Natureza.

Considerando sua, idade, Jonathan está com uma saúde surpreendentemente boa. No entanto, ele não conseguiu escapar da catarata e é praticamente cego. Também parece ter perdido o sentido do olfato. Mas sua audição é ótima e seu apetite mantém-se alto – ele responde ao seu nome, principalmente na hora das refeições. Ele gosta de comer alface, repolho, pepino, maçã, e cenouras.

Segundo o veterinário Joe Hollins, um dos principais cuidadores de Jonathan, ele já exedeu bastante sua expectativa de vida, que era de 150 anos.

Hollins também revelou que Jonathan ainda tem boa libido. “Ele é visto frequentemente acasalando com Emma e, às vezes, com Fred – os animais muitas vezes não são particularmente sensíveis a gênero”, disse em entrevista ao Guinness.

O animal gosta de tomar banhos de sol e de se enterrar na grama nos dias frios de inverno.

Hollins disse ainda que os administradores do local tiveram que adotar algumas restrições graças ao comportamento inadequado de alguns turistas, mas que ainda é possível para os visitantes verem Jonathan e seus companheiros passeando pelo gramado da mansão.

Fonte: Guinness World Records

Deixe sua opinião

Fonte: Revista Planeta
Anunciante

televisão

Paula, vencedora do BBB 19, é indiciada por intolerância religiosa pela Polícia do Rio

Publicado em

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Vencedora do prêmio de R$ 1,5 milhão do Big Brother Brasil 19, Paula von Sperling Viana, 28, foi indiciada nesta quinta-feira (18) por intolerância religiosa praticada durante o programa contra Rodrigo.

A Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), da Polícia do Rio, concluiu que houve preconceito por parte dela contra Rodrigo após investigação, que ouviu os envolvidos no caso e analisou vídeos da atração.

Agora, o inquérito policial será encaminhado à Justiça, que vai analisar o caso e pode decidir por três caminhos: concordar que houve crime e fazer uma denúncia (abrindo um processo); pedir a coleta de novos dados e provas; ou entender que não houve crime e recomendar o arquivamento do inquérito. A pena é de um a três anos de prisão e multa.

“Após a oitiva dos envolvidos, análise de vídeo e demais diligências realizadas, concluiu-se pela ocorrência de injúria por preconceito (art. 140 §3º do Código Penal), que acarretou o indiciamento de Paula von Sperling Viana”, informou a Polícia do Rio em nota. Paulo prestou depoimento na segunda (15).

Durante o programa, Paula disse ter medo de Rodrigo por ele ter “contato com esse negócio de Oxum (…) Eu tenho medo disso”. Alertada por Hariany para não falar mais sobre o assunto sob o risco de ser rotulada como preconceituosa, Paula afirmou: “Mas eu não sou não [preconceituosa]… Nosso Deus é maior.”

A mineira de Lagoa Santa ganhou o BBB 19 no último dia 12 com 61,09% dos votos contra Alan, que teve 38,91%.

Deixe sua opinião

CONTINUE LENDO

tecnologia

Salão chinês exibe carros elétricos que devem chegar ao Brasil

Publicado em

ARTHUR CAGLIARI*

XANGAI, CHINA (FOLHAPRESS) – Aberto ao público nesta quinta (18), o Salão do Automóvel de Xangai mistura marcas famosas com montadoras locais desconhecidas fora da China. Em comum entre essas empresas, há os carros elétricos. Em quase todo estande o visitante se depara com um veículo plugado na tomada.

No ano passado, o governo chinês removeu os limites de propriedade estrangeira para empresas poderem fabricar veículos totalmente elétricos ou híbridos.

Na prática, a estatal de planejamento optou por acabar com uma restrição criada em 1994. A medida limitava a 50% a participação de companhias de fora em qualquer empreendimento local, forçando uma cooperação entre elas e empresas chinesas.

Essa foi uma das medidas do país para seguir em frente com o projeto de aumentar sua frota de automóveis movidos a eletricidade. Daí não ser nenhuma surpresa a presença de tantos modelos nessa configuração no evento de Xangai.

Dos elétricos apresentados, vale destacar alguns que devem chegar Brasil. O Renault Kwid é um deles. Para entrar no mercado elétrico, o compacto ganhou uma nova versão com algumas alterações visuais e até um nome diferente: Renault K-ZE. A versão conceitual havia sido apresentada no Salão do Automóvel de Paris 2018 por Carlos Ghosn, então presidente da marca francesa.

O Nissan Sentra também pode ser um candidato a entrar nessa lista. Isso porque o novo Sylphy (como é conhecido o Sentra na China) foi outro a aparecer no evento em uma versão elétrica.

Outra marca que se prepara para vender veículos eletrificados no Brasil é a Chery, com uma provável versão híbrida do sedã Arrizo 5.

*O jornalista viajou a convite da Caoa Chery.

Deixe sua opinião

CONTINUE LENDO

Impasse

Miss Brasil pode não ser realizado em 2020 por falta de acordo entre Polishop e Band

Publicado em

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Em processo de renegociação, a Polishop e a Band podem não renovar a parceria para a realização dos próximos concursos para escolha da Miss Brasil. Segundo fontes próximas às empresas, até o momento, não há um acordo entre as partes, e há muitas chances de ele não acontecer.

Caso a parceria não siga, o concurso, que leva uma brasileira à disputa do Miss Universo, dependeria do interesse de outra empresa para acontecer em 2020. Atualmente, a Band é a detentora do direito da franquia do Miss Universo no Brasil.

As empresas firmaram, em 2014, um contrato de cinco anos, renováveis por mais cinco. Desde então, o certame adotou a alcunha de Miss Brasil Be Emotion, para promover a linha de cosméticos da Polishop.

Em entrevista exclusiva à Folha, em março deste ano, o dono da rede de varejo, João Appolinário, afirmou que a empresa tinha interesse na renovação e que investiu R$ 35 milhões na disputa.

“Conseguimos melhorar a imagem do concurso, que voltou a ter o glamour de antes, além de alcançar a exposição esperada da marca Be Emotion. A renovação deve começar a ser discutida com a Band agora, depois de concluirmos o evento da final. Mas, a princípio, do nosso lado deve se renovar sim”, disse o empresário na ocasião.

A Polishop teria investido de R$ 6 milhões a R$ 8 milhões por ano no concurso, de acordo com Appolinário na época. Só com o evento da final deste ano e suas etapas, foram gastos entre R$ 3 milhões e R$ 4 milhões.

Cinco misses foram eleitas para o posto durante o período. A jornalista e influenciadora digital mineira Júlia Horta, 24, é a atual detentora da coroa, e conquistou o título em março deste ano, durante a 65ª edição do Miss Brasil.

Firme, segura e desembaraçada, Horta conquistou o júri e o público com discurso feminista, politizado e social.
As outras vencedoras da “era Polishop” são a amazonense Mayra Dias (2018), a piauiense Monalysa Alcântara (2017), a paranaense Raíssa Santana (2016) e a gaúcha Marthina Brandt (2015).

DESAFIOS DA ERA POLISHOP

A Polishop encontrou muitos desafios na realização do evento. Entre eles estavam a lisura de cada etapa e monetizar os eventos. Entre as mudanças, a final do Miss Brasil passou a ser realizada em uma das convenções nacionais de vendedores e associados da Polishop, para aproveitar a estrutura e, de certa forma, economizar.

Chamada de “era Polishop” pelos especialistas do setor, as disputas comandadas pela empresa, inclusive a deste ano, não tiveram venda de ingressos para o público e contaram apenas com a “turma do João” na plateia: um público estimado em 15 mil pessoas, que se empolga e torce pelas conterrâneas que desfilam.

Com 3.500 funcionários diretos e mais de 200 mil vendas por mês, a Polishop foi fundada no ano 2000 e atualmente é a maior empresa multicanal do mundo e opera por meio de uma grande rede de comunicação, distribuição e vendas, que incluem quase 300 lojas físicas, e-commerce, TV, catálogo de produtos e contact center.

Deixe sua opinião

CONTINUE LENDO

Estação espacial

Astronauta pode bater recorde de permanência de mulher no espaço

Christina Koch passará 328 dias no espaço após ter permanência na Estação Espacial Internacional estendida. Recorde anterior era de 288 dias.

Publicado em

Astronauta Christina Koch pode bater recorde de permanência de mulher no espaço — Foto: Nasa

A astronauta Christina Koch pode bater o recorde de permanência de uma mulher em missão espacial, anunciou a Nasa nesta quarta-feira (17). Segundo a agência espacial, a permanência de Koch na Estação Espacial Internacional (EEI) foi estendida até fevereiro de 2020, quando ela completará 328 dias no espaço.

O recorde anterior de uma mulher no espaço foi de 288 dias, completados pela astronauta Peggy Whitson em 2017. A missão de Koch será apenas um pouco mais curta que o voo espacial mais longo de um astronauta da Nasa (340 dias), estabelecido pelo ex-astronauta Scott Kelly em 2016.

Ela fará parte de três expedições durante os próximos meses. As missões de Koch ajudarão os cientistas a coletar dados adicionais sobre os efeitos do voo espacial humano de longa duração. A pesquisa é essencial para apoiar futuras missões de exploração do espaço, como viagens para a Lua e Marte.

Ainda segundo a Nasa, durante anos foram coletados dados importantes sobre os efeitos do espaço na saúde e na performance de astronautas. Os estudos mostraram que os resultados variam entre homens e mulheres dependendo do tempo de permanência.

“Os astronautas demonstram incrível capacidade de recuperação e adaptabilidade em resposta à longa duração do voo espacial”, disse Jennifer Fogarty, cientista-chefe do Programa de Pesquisa Humana do Centro Espacial Johnson da Nasa nos EUA.

“Isso permitirá missões de exploração bem-sucedidas com astronautas saudáveis ​​e prontos para o desempenhar seus papéis. A Nasa está procurando desenvolver o que aprendemos com astronautas que ficaram no espaço por mais de 250 dias. A missão ampliada de Christina fornecerá dados adicionais para o Programa de Pesquisa Humana da Nasa e continuará a apoiar futuras missões à Lua e a Marte. ”

A estação espacial

A Estação Espacial Internacional (EEI) gira ao redor da Terra a cerca de 28 mil quilômetros por hora, a uma distância de 400 quilômetros da superfície, e completa 16 órbitas ao dia.

A EEI pesa atualmente cerca de 400 toneladas e tem 100 metros de comprimento e 80 de largura. O espaço habitável equivale a uma casa com seis quartos, dois banheiros e uma academia, e a tripulação oscila entre três e seis pessoas, embora já tenha abrigado 13 pessoas.

Deixe sua opinião

CONTINUE LENDO

©2018 Regional Press- Direitos Reservados | Vamos fazer um site? Logo RC Criativa