CONECTE CONOSCO

Curiosidade

Conheça Jonathan, 187, o animal mais velho da Terra

Publicado em

A tartaruga Jonathan, o animal terrestre mais velho do mundo / Foto Guiness World Records


A tartaruga Jonathan nasceu antes da construção do primeiro arranha-céu (1885), da conclusão da Torre Eiffel (1887), da primeira fotografia de uma pessoa (1838) e da criação da primeira lâmpada incandescente (1878).

O animal viveu o final da Revolução Industrial, passou por duas guerras mundiais, pela Revolução Russa e por inúmeras outras mudanças no mundo. Jonathan nasceu em 1832, ou seja, completa 187 anos em 2019 e é considerado o bicho mais velho conhecido, segundo o Guinness World Records.

Jonathan também superou a pessoa mais longeva registrada no mundo: a francesa Jeanne Calment (1875-1997), que atingiu 122 anos.

A tartaruga é originária das Seychelles no Oceano Índico, mas vive na remota ilha de Santa Helena, no Atlântico Sul, desde 1882. Santa Helena é conhecida por ser o local do descanso final de Napoleão Bonaparte, que foi exilado para lá depois de sua derrota na Batalha de Waterloo, em 1815.

Quando Jonathan foi trazido para Santa Helena, ele já estava totalmente crescido. Baseado em dados conhecidos para esta espécie, isso indicaria que ele tinha cerca de 50 anos de idade na época (daí seu ano de nascimento ser estimado em 1832).

Jonathan (à esquerda), em foto de cerca de 1886

Jonathan foi presenteado ao então governador do território britânico ultramarino, William Gray-Wilson (que ficou no cargo de 1890 a 1897). Ele vive na residência do governador desde então.

A casa de Jonathan é uma mansão georgiana construída pela Companhia das Índias Orientais entre 1791 e 1792. Hoje, ele compartilha o terreno com outras três tartarugas gigantes: David, Emma e Fred.

Sua espécie é “tartaruga gigante das Seychelles”, bastante rara. Ela já foi considerada extinta, mas agora pode haver cerca de 80 indivíduos dela pelo mundo, segundo o Grupo de Especialistas em Tartarugas e Tartarugas Aquáticas da União Internacional para a Conservação da Natureza.

Considerando sua, idade, Jonathan está com uma saúde surpreendentemente boa. No entanto, ele não conseguiu escapar da catarata e é praticamente cego. Também parece ter perdido o sentido do olfato. Mas sua audição é ótima e seu apetite mantém-se alto – ele responde ao seu nome, principalmente na hora das refeições. Ele gosta de comer alface, repolho, pepino, maçã, e cenouras.

Segundo o veterinário Joe Hollins, um dos principais cuidadores de Jonathan, ele já exedeu bastante sua expectativa de vida, que era de 150 anos.

Hollins também revelou que Jonathan ainda tem boa libido. “Ele é visto frequentemente acasalando com Emma e, às vezes, com Fred – os animais muitas vezes não são particularmente sensíveis a gênero”, disse em entrevista ao Guinness.

O animal gosta de tomar banhos de sol e de se enterrar na grama nos dias frios de inverno.

Hollins disse ainda que os administradores do local tiveram que adotar algumas restrições graças ao comportamento inadequado de alguns turistas, mas que ainda é possível para os visitantes verem Jonathan e seus companheiros passeando pelo gramado da mansão.

Fonte: Guinness World Records

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte: Revista Planeta
Anunciante

Em São Paulo

Parada do Orgulho LGBTI+ celebra criminalização da homofobia

Publicado em

Três milhões de pessoas lotaram, neste domingo (23), a Avenida Paulista, em São Paulo (Rovena Rosa/ Agência Brasil)

Para celebrar os 50 anos das primeiras manifestações de luta pela diversidade sexual, cerca de 3 milhões de pessoas lotaram, neste domingo (23), a Avenida Paulista, em São Paulo, na 23ª edição da Parada do Orgulho LGBTI+, segundo os organizadores do evento.

Neste ano a parada relembra a Revolta de Stonewall, ocorrida em Nova York (EUA) em junho de 1969. Nas ruas da capital paulista, cobertas com as cores do arco-íris, os manifestantes destacaram a recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que equipara a homofobia ao crime de racismo.

“Escolhemos o tema e discutimos o assunto com a militância, ao longo de 3 meses, porque é um marco da história do movimento”, afirmou Renato Viterbo, vice-presidente da Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, entidade organizadora da manifestação.

Stonewall é uma referência ao bar nova iorquino frequentado por membros da comunidade LGBTI+ (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros), na década de 1960, que resistiram a uma batida policial, gerando uma série de manifestações pela diversidade sexual. Um ano depois ocorria a primeira Parada do Orgulho Gay, em Nova York.

O presidente da Aliança Nacional LGBTI+, Toni Reis, ressaltou que uma campanha contra a fobia contra os homossexuais deve ser lançada assim que for publicado o acórdão pelo STF.

“Acho que é decisão consistente e simbólica. Agora vamos discutir para transformar isso em lei”, disse. Ele acredita que serão necessários instrumentos para garantir o cumprimento da decisão. “Um deles é a educação. “Não para transformar as pessoas em LGBTs, mas para transformá-las em pessoas que respeitem os LGBTI+, que não haja violência”, disse Toni.

23ª Parada do Orgulho LGBT na Avenida Paulista em São Paulo.

Ao visitar o evento, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, disse, que a expectativa do governo municipal é movimentar neste ano mais dos que os R$ 288 milhões registrados em 2018. “Isso não significa impostos, mas recursos que são injetados na cidade, no turismo, hotéis, restaurantes. Mais importante do que isso é mostrar para o Brasil e para o mundo que São Paulo celebra a diversidade e quer ser referência em respeito aos direitos humanos.”

Diversidade

A adolescente Maria Morena, 17 anos, trouxe a mãe e a avó de 83 anos para a avenida. “Viemos passar o feriado, mas fiquei sabendo da Parada Gay e disse: “Temos que vir. Não tem como”, disse a jovem, que é de Paraty, no Rio de Janeiro.

A avó Aricleia Marques disse considerar muito “justa” a participação. “Viemos mostrar que todos nós somos seres humanos”, disse, ao lado da neta orgulhosa.

“Homofobia, para mim, chega a ser ridículo, porque ninguém está atrapalhando a vida dos outros. Cada um vive a sua vida. Se fere a nossa existência, temos que lutar para quer isso seja normal, porque é uma coisa normal. Mas para a sociedade ainda é muito tabu”, avaliou.

O consultor de vendas Carlos Neto, 26 anos, veio de Belém, no Pará, para “realizar um sonho”. “Aqui é um dia em que a gente pode ser quem a gente é de verdade, andar sem medo na rua. Sem se preocupar se vão olhar com cara torta, se vão nos julgar. Aqui a gente é quem a gente é. Não estamos aqui para baderna ou para impor algo, estamos aqui para mostrar que somos como qualquer um. A gente é tudo isso que o arco-íris transmite”.

Ana Silva, 24 anos, veio de Vitória, no Espírito Santo, e compartilha o mesmo sentimento. “É um momento em que você pode ser livre para expressar quem você realmente é. Às vezes é muito difícil, até mesmo dentro de casa, para falar ‘eu sou gay, eu sou lésbica’. É um momento em que a gente sente essa sensação de comunidade. Aqui você sabe que vai ser aceito sem preconceito.”

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

festival

Pérola Rock recebe inscrições de bandas e grupos até o dia 28 de junho

Publicado em

No ano passado, o evento reuniu 12 bandas; em 2019, festival será realizado nos dias 13 e 14 de julho, no Parque do Povo, com a participação de dez grupos musicais Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Birigui informa que estão abertas as inscrições para bandas e grupos musicais interessados em participar da sexta edição do Festival Pérola Rock 2019, que acontecerá nos dias 13 e 14 de julho, na Praça Anna Nunes Garcia, conhecida como Parque do Povo. Aberto ao público, o evento terá apresentações das 17h às 22h.

Ao todo, serão selecionadas dez bandas. As inscrições para as bandas interessadas já estão abertas e devem ser feitas até o dia 28 de junho, sem custo para os participantes.

Conforme o edital de seleção pública, podem se inscrever bandas de rock que possuem produções autorais ou que sejam covers. O evento, que está em sua sexta edição, não oferece ajuda de custo, pagamento de cachê ou premiação relativa à participação e apresentação das bandas.

Para participar, basta preencher o Formulário de Inscrição disponível no Edital de Seleção Pública, que está no site da Prefeitura e Birigui, no link Diário Oficial Eletrônico (https://dosp.com.br/exibe_do.php?i=NjY0NTQ=). O edital foi publicado dia 14 de junho.

O formulário pode ser enviado para o e-mail [email protected] ou entregue na sede da Secretaria de Cultura e Turismo de Birigui, que atende na Praça Raul Cardoso, 300, Jardim Pérola.

As inscrições deverão ser entregues (envelope lacrado) de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h ou das 13h às 16h30 na sede da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo.

Cada banda selecionada realizará uma apresentação de 60 minutos, sendo dez minutos para se posicionar no palco e 50 minutos para o show.

Não será permitido apresentar músicas ou divulgar conteúdos racistas, sexistas, misóginos, homofóbicos e xenofóbicos, ficando a banda sujeita a ter o show interrompido e proibida de participar das duas próximas edições do festival.

O resultado final com os nomes das dez bandas selecionadas será divulgado no Diário Oficial Eletrônico e no site oficial município.

Outras informações podem ser obtidas na Secretaria Municipal de Cultura e Turismo: (18) 3638-2109.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

serviço

Entenda como e por que higienizar os brinquedos das crianças

Limpeza dos itens infantis é fundamental para que a brincadeira seja segura e saudável, além de aumentar a vida útil dos objetos

Publicado em

Os brinquedos das crianças estão sempre propensos a sujeiras e bactérias. Isso porque elas costumam levar os itens para lá e para cá, seja no chão, no carro, na escola ou no jardim. O ciclo pode trazer riscos aos pequenos, que não diferenciam os objetos limpos ou sujos e acabam suscetíveis à doenças e infecções.

Para o pneumologista Gustavo Prado, “quem tem alergia ou asma deve ter poucos enfeites, carpetes, cortinas e brinquedos de tecido em casa, pois esses materiais acumulam poeira”, explica.

Por isso, é importante lembrar de higienizar os brinquedos a cada 15 dias, evitando complicações para a saúde. A limpeza dos itens infantis é fundamental para que a brincadeira seja segura e saudável, além de aumentar a vida útil dos brinquedos. Cada tipo de material merece um cuidado diferente.

Uma boa dica é convidar a criança para participar da higienização, assim, é possível ensinar sobre a necessidade de cuidar dos próprios pertences.

“Antes de mais nada, é preciso que o produto respeite regras básicas de segurança. Dessa forma é possível comprar o brinquedo dos sonhos das crianças sem colocar a saúde em risco”, afirma o médico Sérgio Sarrubo.

Saiba como higienizar os diferentes tipos de materiais:

Plástico ou borracha

Coloque os brinquedos de molho em água morna com vinagre ou detergente. Em seguida esfregue a sujeira.

Brinquedos com apito (exceto eletrônicos)

Lave com um pouco de água e sabão. Não os coloque de molho ou em água corrente, porque podem parar de fazer barulho.

Metal

É preciso ter cuidado em não deixar a peça úmida, pois ela pode enferrujar. Para limpar, utilize pano com álcool, para que a umidade evapore mais rápido.

Brinquedos de banho

Para evitar mofo e fungos, após o banho, seque os brinquedos cautelosamente e tire-os do banheiro, pois o ambiente continua úmido por muito tempo.

EVA

Utilize um pano umedecido em água ou álcool. É preciso secar bem, de preferência ao sol, para evitar manchas e fungos.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
91