CONECTE CONOSCO

Alerta

População deve se prevenir contra golpes que usam o nome do TJSP

Publicado em



Os nomes do Tribunal de Justiça de São Paulo e de outras instituições do Judiciário são comumente utilizados em golpes contra a população. O cidadão precisa ficar atento para não cair em armadilhas.

Criminosos enviam falsos ofícios com informações sobre sentenças favoráveis, solicitando depósitos de custas ou outras taxas para posterior levantamento do dinheiro.

Os papéis têm o logotipo do TJSP ou de outros órgãos oficiais e, até mesmo, o nome de funcionários que realmente trabalham nas unidades judiciárias, mas nada têm a ver com as fraudes. Além das cartas, outras formas de contato também são utilizadas pelos bandidos, como telefonemas e e-mails.

Para confirmar se o documento realmente é oriundo do Judiciário paulista, ligue apenas para os telefones das unidades cartorárias disponíveis na lista telefônica no site do TJSP. Acesse a aba “Contatos” e em seguida “Telefones, Endereços e Horários”. É possível fazer a busca por comarca, setor e nome do magistrado.

Cuidado

Em geral, constam nas correspondências supostos telefones das unidades cartorárias. Ao ligar para os números indicados, a quadrilha atende como se realmente fosse da vara indicada – por exemplo, 5ª Vara Cível, Vara de Falências, 4º Ofício da Fazenda Pública, Vara das Execuções contra Fazenda etc.

Em geral, o fraudador atende e informa que deve ser feito pagamento para que a vítima receba o benefício. A carta conta, inclusive, com o brasão do Estado de São Paulo, assinatura de suposto “diretor de serviço” e endereço falso.

É importante que as vítimas informem a ocorrência em uma delegacia, para que a polícia possa investigar os casos.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
TJSP
Anunciante

comemoração

Mais de 500 crianças participam do CPI-10 Kids Day, em Araçatuba

Publicado em

Mais de 500 crianças participaram, neste sábado (12), do CPI-10 Kids Day, atividade que ocorreu na sede do CPI-10  da Polícia Militar em homenagem ao Dia das Crianças.

As crianças participaram de brincadeiras e tiveram contato com equipes e viaturas da corporação. Também houve distribuição de pipoca e algodão doce e a apresentação da banda da Polícia Militar.

A atividade ocorreu das 8h às 11h, com entrada franca para toda a população. No ano passado, o  CPI-10 Kids Day também reuniu centenas de crianças e pais de Araçatuba e região.

Para o idealizador do projeto, o tenente-coronel Manuel Guimarães, a ideia foi comemorar o Dia das Crianças com muita alegria e diversão.

“Assim como aconteceu no ano passado, estivemos de portas abertas aqui no quartel para receber as crianças e seus pais”, disse o oficial, que é chefe do Estado Maior do CPI-10, que abrange as regiões de Araçatuba e Andradina.

Segundo Guimarães, a  festa também representa uma ótima oportunidade de as crianças conhecerem sobre as várias atividades desenvolvidas pela PM.

O evento contou com a exposição de viaturas da infantaria da PM, do Corpo de Bombeiros, do Canil com seus cães farejadores, da PM Ambiental, PM Rodoviária, entre outras atividades relacionadas à profissão que tanto fascina os jovens.

Escolas de Araçatuba foram convidadas e entre elas compareceu representantes do CCA (Colégio Cívico de Araçatuba), escola que tem como premissas o desenvolvimento pessoal, a  disciplina, respeito e a cidadania.

Para o diretor da escola, Marco Antônio Fernandes, a atividade ocorrida no quartel da PM é muito importante para despertar o interesse dos alunos pela pátria e pelos valores morais. “No ano que vem estaremos presentes aqui novamente”, disse ele.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

fim de semana

Araçatuba é sede da 5ª Etapa do Campeonato Paulista de Aeromodelismo a cabo

Publicado em

Neste sábado e domingo Araçatuba será sede da 5ª Etapa do Campeonato Paulista de Aeromodelismo modalidade VCC (Voo Circular Controlado). As provas acontecerão no campo do comercial, na avenida João Arruda Brasil, 2.055, próximo ao zoológico, com entrada franca à população.

Um dos organizadores do evento, o araçatubense André de Oliveira Canuto, explica que esta é 20ª edição do campeonato. A cada ano são realizadas várias etapas em diversas cidades do Estado. Para a etapa de Araçatuba são esperados mais de 20 pilotos de várias regiões do Estado, além de Goiás e Paraná.

Araçatuba foi escolhida para sediar uma das etapas porque a cidade tem apenas dois praticantes do hobby, Canuto e Marcelo Oliveira, que são primos. Um dos objetivos é difundir a prática do hobby na cidade.

A entrada ao público será franca e no local do evento há banheiros, arquibancada e uma cantina que estará aberta para atender os participantes e o público. Os treinos livres começaram nesta sexta-feira e as provas serão realizadas no sábado e domingo a partir das 8h.

O campeonato é dividido nas categorias FAI-F2B, Mini-FAI, Intermediária e Iniciante, de acordo com grau de experiência do piloto. O jurado avalia principalmente a precisão do vôo nas sequências de acrobacias.

O aeromodelismo VCC é uma categoria que deu origem ao aeromodelismo com motor a combustão, na época em que não existia o controle remoto. O avião é controlado por um par de cabo-de-aço, que tem em média 18 metros, e possibilita apenas os comandos para descida e subida, e o piloto fica no centro de um circulo rodando e acompanhando o vôo do aeromodelo, por isso a categoria é chamada de vôo circular controlado.

Canuto explica que o custo deste esporte é variado, sendo que com R$ 400 é possível comprar um equipamento e iniciar a prática do VCC. Equipamentos mais sofisticados chegam a custar R$ 18 mil. Os aeromodelos funcionam com motor a combustão, movidos a álcool metílico (Metanol) com nitrometano e óleo sintético. Os equipamentos mais modernos utilizam motores elétricos.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998
84