CONECTE CONOSCO

Alerta

População deve se prevenir contra golpes que usam o nome do TJSP

Publicado em



Os nomes do Tribunal de Justiça de São Paulo e de outras instituições do Judiciário são comumente utilizados em golpes contra a população. O cidadão precisa ficar atento para não cair em armadilhas.

Criminosos enviam falsos ofícios com informações sobre sentenças favoráveis, solicitando depósitos de custas ou outras taxas para posterior levantamento do dinheiro.

Os papéis têm o logotipo do TJSP ou de outros órgãos oficiais e, até mesmo, o nome de funcionários que realmente trabalham nas unidades judiciárias, mas nada têm a ver com as fraudes. Além das cartas, outras formas de contato também são utilizadas pelos bandidos, como telefonemas e e-mails.

Para confirmar se o documento realmente é oriundo do Judiciário paulista, ligue apenas para os telefones das unidades cartorárias disponíveis na lista telefônica no site do TJSP. Acesse a aba “Contatos” e em seguida “Telefones, Endereços e Horários”. É possível fazer a busca por comarca, setor e nome do magistrado.

Cuidado

Em geral, constam nas correspondências supostos telefones das unidades cartorárias. Ao ligar para os números indicados, a quadrilha atende como se realmente fosse da vara indicada – por exemplo, 5ª Vara Cível, Vara de Falências, 4º Ofício da Fazenda Pública, Vara das Execuções contra Fazenda etc.

Em geral, o fraudador atende e informa que deve ser feito pagamento para que a vítima receba o benefício. A carta conta, inclusive, com o brasão do Estado de São Paulo, assinatura de suposto “diretor de serviço” e endereço falso.

É importante que as vítimas informem a ocorrência em uma delegacia, para que a polícia possa investigar os casos.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte: TJSP
Anunciante

OPORTUNIDADE

Prefeitura de Guararapes abre processo seletivo para estagiários em diversos cursos

Publicado em

A Prefeitura de Guararapes, em parceria com CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola), está, a partir de hoje, com as inscrições abertas para processo seletivo de estagiários nos seguintes cursos:

Nível médio: técnico em administração, técnico em enfermagem e técnico em saúde bucal.

Superior: administração, pedagogia, letras, medicina veterinária, fisioterapia e enfermagem.

As inscrições vão até as 9h do dia 09 de agosto e deverão ser realizadas pelo endereço eletrônico https://www.guararapes.sp.gov.br/portal/editais/0/3/1749/

É imprescindível que o estudante esteja inscrito no CIEE, bem como mantenha atualizado seus dados cadastrais junto ao mesmo, no site www.ciee.org.br

O Processo Seletivo será realizado no dia 18 de agosto, às 09h, na Escola Conceição Laura Alves, que fica na Praça Waldemar Queiroz nº 01, Centro.

Os candidatos deverão comparecer ao local da prova com antecedência mínima de uma hora, com o comprovante de inscrição, documento original com foto, caneta azul, ou preta, lápis e borracha.

A Prova terá 30 questões de múltipla escolha, das disciplinas de língua portuguesa, matemática e atualidades.

O gabarito será publicado no dia 19 de agosto, no site do CIEE www.ciee.org.br e no site da Prefeitura www.guararapes.sp.gov.br/concursos.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

POLÍTICA

Mirandópolis terá novas eleições em 1º de setembro

Publicado em

José Antônio Rodrigues e Regina Mustafa tiveram a chapa cassada pelo TSE e perderam o mandato em abril deste ano

Os eleitores de Mirandópolis, a 76 quilômetros de Araçatuba, voltam às urnas no dia 1º de setembro para escolher prefeito e vice. A data foi determinada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), em sessão plenária realizada nesta semana.

O município está com um prefeito interino após a cassação da chapa da então prefeita, Regina Mustafa (PV), e de seu vice, José Antônio Rodrigues (SD), em abril deste ano. O presidente da Câmara, Carlos Weverton Ortega Sanches (MDB) assumiu a Prefeitura no dia 29 de maio.

As candidaturas poderão ser registradas até o dia dois de agosto e a propaganda eleitoral permitida terá início a partir do dia três do mesmo mês. A diplomação dos eleitos será realizada até quatro de outubro.

IRREGULARIDADES

A determinação de novas eleições se deu em decorrência de decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de manter o indeferimento do registro de candidatura da chapa de Regina Mustafa e José Antônio Rodrigues, em função da rejeição das contas do vice-prefeito, por irregularidades constatadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-SP).

O Tribunal considerou que a manutenção da inelegibilidade do vice-prefeito contaminou toda a chapa eleita, já que ele, como candidato a vice, teve papel relevante na obtenção de votos nas eleições, por ser ex-prefeito de Mirandópolis.

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

Buri (SP)

Empresária cria ‘cãodomínio’ para abrigar cães de rua no interior de SP

Ação conta com três casinhas de madeira, além de comedouro e bebedouro para animais.

Publicado em

Foto: Érika Roberta da Cunha/Arquivo Pessoal

Água, ração e aconchego não faltam para os cães que vivem nas ruas de Buri (SP) depois que uma empresária criou um “cãodomínio”.

Segundo a empresária e professora de educação física Érika Roberta da Cunha, ela implantou casas para os animais depois da queda na temperatura na região. São três casinhas que compõem o pequeno “cãodomínio” e há também alimentação à vontade.

‘Cãodomínio’ em Buri (SP) foi criado por Érika Roberta da Cunha — Foto: Érika Roberta da Cunha/Arquivo Pessoal

egundo ela, os cães Dunga e Tchuco gostaram tanto dos novos lares que se abrigam praticamente todas as noites neles. “Se a gente sofre com o frio, imagina os cães?”, questiona.

O “cãodomínio”, que fica no Centro da cidade, é mantido por Érika em parceria com outros empresários de Buri.

Todo mês, cada um deles doa um saco de ração. A ação também envolve os moradores, que podem doar qualquer quantia para ajudar o projeto.

Ao lado de ‘cãodomínio’ há comedouro e bebedouro para os animais de rua — Foto: Érika Roberta da Cunha/Arquivo Pessoal

“Além dessa ajuda, alguns outros comerciantes gostaram da ideia e querem implantar as casinhas na frente de mercados e lojas também”, conta.

“No meu estúdio eu cuido de pessoas e animais, mas se cada um fizer um pouco já ajuda muito. O mínimo que podemos fazer é ajudar o próximo e também os bichinhos.”

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
93