Oi, o que você está procurando?

NOVA AQUISIÇÃO

Após pedir pé no freio, prefeito compra carro de luxo de R$ 121,5 mil

Após ter pedido pé no freio aos secretários municipais e ter classificado como difíceis os dois primeiros anos de seu mandato, por causa da escassez de recursos, o prefeito Dilador Borges (PSDB) adquiriu, com recursos da Prefeitura, um carro zero-quilômetro, de luxo, no valor de R$ 121.500,00, para se deslocar e cumprir compromissos oficiais.

O carro é um Ford Fusion SEL GTDI, na cor “preto Astúrias”, ano 2018 (modelo e fabricação), movido a gasolina, conforme a nota fiscal de compra, motor 2.0 turbo e potência de 248 cavalos. Segundo o fabricante, na cidade, roda 8,6 quilômetros por litro; na estrada, faz 11,7 km/l.

O veículo é classificado pela Ford como “um sedan luxuoso e sofisticado, equipado com tecnologias exclusivas”.

 

Nota fiscal da compra do veículo

 

ITENS DE SÉRIE

Dentre os principais itens de série estão bancos e portas de couro; ar-condicionado digital com controle do motorista e passageiro; câmbio de transmissão automática de seis velocidades; oito airbags frontais, laterais, cortina e joelho (motorista e passageiro) e faróis de acendimento automático de LED.

O carro traz ainda, de série, porta com sensor inteligente e o sistema multimídia SYNC 3 da Ford, que permite aos usuários fazer ligações com viva-voz, controlar música e executar outras funções com o uso de comandos de voz.

O veículo foi adquirido na loja Caminho Distribuidora de Veículos Ltda, de Piracicaba, e a nota foi emitida no dia 21 deste mês.

RODADO

Conforme a assessoria de imprensa da Prefeitura, a aquisição de um novo veículo era uma necessidade, porque o carro que vinha sendo utilizado pelo prefeito é de 2013 e estava bastante rodado (a quilometragem não foi informada).

O carro, um Renault Fluence adquirido na gestão de Cido Sério, segundo a assessoria, vinha apresentando problemas mecânicos, inclusive deixando o prefeito na estrada em algumas ocasiões. Outro argumento da Prefeitura é que a manutenção do veículo é muito cara.

“Após uma revisão, o carro será usado para serviços administrativos, limitando-se a pequenas distâncias no perímetro urbano”, informou a nota encaminhada pela Prefeitura.

CONTAS

Nesta terça-feira (26), durante audiência pública para prestação de contas das finanças municipais, o secretário da Fazenda, Josué Cardoso de Lima, informou que a receita do município totalizou R$ 520.294.732,91, valor R$ 71.793.416, 57 a menos do que a arrecadação prevista para o ano, de R$ 592.088.148,34.

Recentemente, a administração disse que não tinha dinheiro para construir um abrigo para animais abandonados, o que demandaria um investimento aproximado de R$ 150 mil.

Em seus dois primeiros anos de gestão, Dilador também abriu mão da Virada Cultural Paulista, alegando falta de recursos para a contrapartida do município, que deveria ser por volta de R$ 250 mil por edição.

 

 

 

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!