CONECTE CONOSCO

Araçatuba

Um mês após ser recapeada, Rua Rio de Janeiro recebe obras e tem asfalto danificado

Publicado em

Obra da Samar em asfalto refeito na Rua Rio de Janeiro, bairro Vila Mendonça, em Araçatuba (Fotos: Regional Press)


Um mês após ser recapeada, a Rua Rio de Janeiro, na Vila Mendonça, passa por obras da Soluções Ambientais de Araçatuba (Samar), para a instalação de uma nova rede de distribuição de água. Com a intervenção, o asfalto da via teve de ser quebrado em vários pontos, entre a Avenida dos Estados e a Rua Tiradentes.

A Rio de Janeiro recebeu novo revestimento asfáltico no início de dezembro do ano passado, entre a Avenida dos Estados até a Rua Almirante Barroso.

O recape da rua, uma das mais importantes do bairro, por dar acesso à Santa Casa de Araçatuba, fez parte de um pacote anunciado pelo prefeito Dilador Borges (PSDB) em maio deste ano, no valor de R$ 4,256 milhões, por meio de convênio da Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão.

As obras da Samar tiveram início nesta segunda-feira (7). Funcionários trabalham em quatro pontos da via, entre a Avenida dos Estados e Tabajaras; Tabajaras e José Bonifácio; Afonso Pena e Oscar Rodrigues Alves; e Oscar Rodrigues Alves e Tiradentes.

No trecho entre a Avenida dos Estados e Tabajaras, a obra já foi concluída e o imenso buraco, com aproximadamente dois metros de profundidade, já foi tapado. Uma camada de terra e algumas ondulações são sinais de que o asfalto novo recebeu intervenção.

OUTRO LADO

A Prefeitura informou que casos como estes são demandas que surgem depois da obra. “Há um diálogo entre a concessionária e a administração para sincronizar, da melhor forma, as ações”, afirma a nota enviada pela assessoria de imprensa do município.

PACOTE

Além da Rio de Janeiro, outras vias estavam previstas no pacote de recapeamento do município, como a Bandeirantes, entre a Silva Jardim e Avenida dos Araçás; Humaitá, entre a São Marcos e Avenida dos Araçás; e a Aquidaban, entre a Cussy de Almeida e XV de Novembro, dentre outras.

Samar diz que município tinha
conhecimento do cronograma das obras

Apesar de o município afirmar que a necessidade da obra da Rua Rio de Janeiro surgiu após o recape da via, em dezembro do ano passado, a Samar informou que está executando o cronograma de suas obras que já estavam em andamento e que são de conhecimento do município, para a setorização da distribuição do abastecimento de água.

A via está recebendo uma nova adutora para a setorização da região do reservatório Tiradentes. As obras na Rio de Janeiro deverão ser concluídas até o final deste mês.

Questionada por que a obra de setorização na Rua começou após o recape, a Samar informou que suas obras seguem um cronograma, já de conhecimento do município.

Sobre os tapa-buracos, que muitas vezes deixam ondulações no asfalto, a concessionária afirmou que após o período de compactação do solo, as equipes vão fazer a aplicação asfáltica.

“O objetivo das obras da Samar é trazer melhorias e benefícios para a população de Araçatuba”, afirmou a empresa, por meio de nota enviada pela assessoria de imprensa.

A concessionária afirmou, ainda, que a setorização vai contribuir para a redução de perdas na distribuição da água tratada, redução de rompimentos de tubulações e vazamentos, que provocam a suspensão do fornecimento de água.

“Isso porque as equipes passam a ter maior controle da pressão da água. Com a diminuição dos vazamentos, serão reduzidas também as intervenções no asfalto, que provocam buracos e recapeamentos”, explicou a empresa.
Outra vantagem da setorização é que o conserto dos vazamentos poderá ser feito isolando apenas uma pequena região, sem necessidade de se interromper o abastecimento para vários bairros.

As obras de setorização da distribuição e abastecimento de água serão realizadas em diversos pontos da cidade, para a interligação das novas adutoras com o sistema de setorização dos reservatórios.

A primeira etapa, segundo a empresa, foi encerrada na primeira semana deste ano, com a interligação total da setorização do reservatório Hilda Mandarino. O reservatório atende 14 bairros, que passaram a ser divididos em micros setores.

Na etapa atual, serão realizadas a setorização dos reservatórios Tiradentes, Nova Iorque, João Pessoa, Bom Tempo e Ibirapuera.  A obra será concluída com a setorização do sistema ETA-Tietê.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
Anunciante

Urgente

Incêndio em residência deixa uma pessoa gravemente ferida em Birigui

Publicado em

Viaturas do Corpo de Bombeiros no bairro Jandaia, onde ocorreu incêndio em residência (Reprodução/ WhatsApp)

Um incêndio em uma residência no bairro Jandaia, em Birigui, deixou uma pessoa gravemente ferida, na tarde desta segunda-feira (24).

A vítima, cujo nome e idade ainda não foram divulgados, foi socorrida pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros e encaminhada para a Santa Casa.

O fogo foi controlado pouco antes das 16h. Bombeiros estão na casa incendiada, na Rua Abraão Antônio. Ainda não se sabe o que causou o incêndio.

Bombeiros foram acionados por vizinhos que notaram fumaça no interior da casa. A vítima recebe atendimento no pronto socorro da Santa Casa neste momento.

O Regional Press acompanha o caso e outras informações poderão ser publicadas a qualquer momento.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

projeto-piloto

Presas de Tupi Paulista colam grau de curso técnico em Administração

Doze sentenciadas do regime fechado finalizaram o curso e a formatura será realizada na próxima terça-feira (25)

Publicado em

Reeducandas do regime fechado da Penitenciária Feminina de Tupi Paulista concluíram o Curso Técnico em Administração. No total, doze sentenciadas do regime fechado foram capacitadas. Elas fizeram parte do projeto-piloto e uma nova turma se iniciará no 2º semestre. O curso poderá ser estendido a outras unidades prisionais.

As aulas começaram há cerca de um ano, sendo ministradas em período integral, durante toda a semana, às mulheres com Ensino Médio completo. As alunas estudam no Pavilhão Escolar em ambiente virtual, mas sem acesso à internet.

O curso foi desenvolvido graças a uma iniciativa da Fundação Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel (Funap), da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) e do Centro Paula Souza (CPS), por intermédio da ETEC Profª Carmelina Barbosa de Dracena.

“O evento tem como objetivo oferecer às reeducandas a oportunidade de vivenciarem a concretização de uma conquista, o início de um novo ciclo, uma formação profissional para sua retomada de vida na sociedade. Acreditamos que o ensino no curso técnico é muito mais voltado para o mercado de trabalho, o que possibilita para as mulheres em cumprimento de pena a possibilidade de sua autonomia e convívio social de forma digna”, explicou Adriana Alkmin Pereira Domingues, diretora da penitenciária.

Iniciativas semelhantes

Atualmente, a Penitenciária de Assis também desenvolve um projeto-piloto semelhante, mas como curso profissionalizante integrado ao Ensino Médio.

As novas turmas previstas serão apenas de curso técnico, com duração de um ano, nas penitenciárias de Florínea (em julho), Feminina de Tupi Paulista (em agosto), Presidente Bernardes e Paraguaçu Paulista (no início de 2020).

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

policiamento

Operação São Paulo Mais Seguro é realizada nesta segunda-feira (24)

Décima quinta edição da ação conta com equipes da PM distribuídas em mais de 1,9 mil pontos em todo o território paulista

Publicado em

Nesta segunda-feira (24), a Polícia Militar desencadeia a Operação São Paulo Mais Seguro em todo o Estado.

A finalidade da iniciativa é garantir a continuidade da redução dos indicadores criminais, aumentando a presença ostensiva para melhorar a percepção de segurança das pessoas e combater o crime.

A ação conta com a mobilização de 19.481 policiais militares, além do emprego de 8.128 viaturas e 11 helicópteros, distribuídos em 1.930 pontos.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, as equipes estarão em locais estratégicos, apontados pelo serviço de inteligência da PM, para sufocar possíveis ações de criminosos.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
87