CONECTE CONOSCO

Cuidados

Saúde alerta para picadas de escorpião, mais comuns no verão

Publicado em

O ministério não recomenda o uso de produtos químicos como pesticidas para o controle de escorpiões (Divulgação/Ministério da Saúde)


O período do verão – entre dezembro e março – exige maior cuidado dos brasileiros em relação aos acidentes com escorpiões, já que o clima úmido e quente é considerado ideal para o aparecimento desse tipo de animal peçonhento, que se abriga em esgotos e entulhos. A limpeza do ambiente e a adoção de hábitos simples, de acordo com o Ministério da Saúde, são fundamentais para prevenir picadas.

No ambiente urbano, a orientação para evitar a entrada de escorpiões em casas e apartamentos é usar telas em ralos de chão, pias e tanques, além de vedar frestas nas paredes e colocar soleiras nas portas.

Os cuidados incluem ainda afastar camas e berços das paredes e vistoriar roupas e calçados antes de usá-los. Já em áreas externas, a principal dica é manter jardins e quintais livres de entulhos, folhas secas e lixo doméstico.

Também é importante manter todo o lixo da residência em sacos plásticos bem fechados para evitar baratas, que servem de alimento e, portanto, atraem os escorpiões.

Outra recomendação é manter o gramado sempre aparado, não colocar a mão em buracos, embaixo de pedras ou em troncos apodrecidos e usar luvas e botas de raspas de couro na hora de manusear entulhos e materiais de construção e em atividades de jardinagem.

O ministério não recomenda o uso de produtos químicos como pesticidas para o controle de escorpiões. “Estes produtos, além de não possuírem, até o momento, eficácia comprovada para o controle do animal em ambiente urbano, podem fazer com que eles deixem seus esconderijos, aumentando a chance de acidentes”, informou.

Populações mais expostas

Os grupos considerados mais vulneráveis são trabalhadores da construção civil, crianças e demais pessoas que permanecem grande parte do tempo dentro de casa ou nos arredores e quintais. Nas áreas urbanas, também estão sujeitos a picadas trabalhadores de madeireiras, transportadoras e distribuidoras de hortifrutigranjeiros, que manuseiam objetos e alimentos onde os escorpiões podem estar escondidos.

Acidentes

A maioria dos acidentes com escorpiões, segundo a pasta, é leve, com quadro de início rápido e duração limitada. Nessas situações, a pessoa apresenta dor imediata, vermelhidão, inchaço leve por acúmulo de líquido e sudorese localizada, com tratamento sintomático.

Crianças abaixo de 7 anos têm mais chance de apresentar sintomas como vômito e diarreia, principalmente quando picadas por escorpião-amarelo, que pode levar a casos graves e requer a aplicação do soro em tempo adequado.

As recomendações incluem ir imediatamente ao hospital de referência mais próximo e, se possível, levar o animal ou uma foto para identificação da espécie. Limpar o local da picada com água e sabão, de acordo com o ministério, pode ser uma medida auxiliar, desde que não atrase a ida ao serviço de saúde.

A lista de hospitais de referência para utilização do soro antiescorpiônico pode ser acessada aqui.

Números

Dados do ministério mostram que, em 2018, foram contabilizados 141,4 mil casos de acidentes com escorpiões no Brasil. Em 2017, foram 125 mil registros. Os números, de acordo com a paasta, ainda são preliminares e serão revisados. Em 2016, foram 91,7 mil notificações. Em relação às mortes, 115 óbitos foram registrados em 2016 e 88 em 2017.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte: Agência Brasil
Anunciante

vandalismo

Vândalos arrancam aparelho de ginástica de pista de atletismo de Birigui

Publicado em

Vândalos arrancaram um aparelho de ginástico da pista de atletismo localizada na Rua Paraná, Vila Moimáz, em Birigui. Servidores que trabalhavam no local nesta segunda-feira (24) se depararam com o equipamento, que serve para alongamento de braços e pernas, jogado ao chão. A suspeita é de que a ação tenha ocorrido no fim de semana.

O técnico de atletismo da Prefeitura de Birigui, Edson Miguel, lamentou o ocorrido. Segundo ele, cerca de cem pessoas que fazem exercícios físicos na pista de atletismo utilizam os 11 aparelhos de ginástica do local. “Nossa suspeita é de vandalismo”, disse. O aparelho será instalado novamente por servidores da Prefeitura de Birigui.

Em março deste ano, a pista de atletismo de Birigui também sofreu ação que prejudicou o local. O cadeado do portão principal foi coberto por cola. Como o produto usado foi de fortíssima fixação, foi necessário quebrar o cadeado para abrir o portão.

A Polícia Municipal realiza constantes patrulhamentos pela cidade, porém é impossível ficar 24 horas em um mesmo ponto, segundo a Prefeitura. Os policiais percorrem escolas, Unidades Básica de Saúde, feiras livres, praças e demais repartições do município.

LIGUE GRÁTIS

Caso algum morador observe atos de vandalismo pela cidade, basta ligar para 153 (telefone gratuito da Polícia Municipal).

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

Urgente

Incêndio em residência deixa uma pessoa gravemente ferida em Birigui

Publicado em

Viaturas do Corpo de Bombeiros no bairro Jandaia, onde ocorreu incêndio em residência (Reprodução/ WhatsApp)

Um incêndio em uma residência no bairro Jandaia, em Birigui, deixou uma mulher gravemente ferida, na tarde desta segunda-feira (24).

A vítima, cujo nome e idade ainda não foram divulgados, foi socorrida pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros e encaminhada para a Santa Casa.

O fogo foi controlado pouco antes das 16h. Bombeiros estão na casa incendiada, na Rua Abraão Antônio. Ainda não se sabe o que causou o incêndio.

Bombeiros foram acionados por vizinhos que notaram fumaça no interior da casa. A vítima recebe atendimento no pronto-socorro da Santa Casa neste momento.

Como houve abalo na estrutura da casa, a Defesa Civil foi acionada para avaliar o imóvel.

O Regional Press acompanha o caso e outras informações poderão ser publicadas a qualquer momento.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

projeto-piloto

Presas de Tupi Paulista colam grau de curso técnico em Administração

Doze sentenciadas do regime fechado finalizaram o curso e a formatura será realizada na próxima terça-feira (25)

Publicado em

Reeducandas do regime fechado da Penitenciária Feminina de Tupi Paulista concluíram o Curso Técnico em Administração. No total, doze sentenciadas do regime fechado foram capacitadas. Elas fizeram parte do projeto-piloto e uma nova turma se iniciará no 2º semestre. O curso poderá ser estendido a outras unidades prisionais.

As aulas começaram há cerca de um ano, sendo ministradas em período integral, durante toda a semana, às mulheres com Ensino Médio completo. As alunas estudam no Pavilhão Escolar em ambiente virtual, mas sem acesso à internet.

O curso foi desenvolvido graças a uma iniciativa da Fundação Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel (Funap), da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) e do Centro Paula Souza (CPS), por intermédio da ETEC Profª Carmelina Barbosa de Dracena.

“O evento tem como objetivo oferecer às reeducandas a oportunidade de vivenciarem a concretização de uma conquista, o início de um novo ciclo, uma formação profissional para sua retomada de vida na sociedade. Acreditamos que o ensino no curso técnico é muito mais voltado para o mercado de trabalho, o que possibilita para as mulheres em cumprimento de pena a possibilidade de sua autonomia e convívio social de forma digna”, explicou Adriana Alkmin Pereira Domingues, diretora da penitenciária.

Iniciativas semelhantes

Atualmente, a Penitenciária de Assis também desenvolve um projeto-piloto semelhante, mas como curso profissionalizante integrado ao Ensino Médio.

As novas turmas previstas serão apenas de curso técnico, com duração de um ano, nas penitenciárias de Florínea (em julho), Feminina de Tupi Paulista (em agosto), Presidente Bernardes e Paraguaçu Paulista (no início de 2020).

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
87