CONECTE CONOSCO

lichia

Menino de dois anos morre engasgado com semente de fruta

Publicado em

Foto: reprodução


Um menino de 2 anos morreu engasgado com uma semente de lichia no início da tarde desta última sexta-feira (04/01/2019), em Ibirá.

De acordo com a Santa Casa do município, Cauan Amaro dos Santos Gomes foi socorrido pela avó ainda com vida, mas infelizmente acabou morrendo no local.

O corpo foi velado na casa da avó e o sepultamento foi na manhã deste sábado, no cemitério de Ibirá. (Com informações: Gazeta Interior)

A LICHIA

A fruta denominada lichia, de nome científico Litchi chinensis Sonn, pertence à família Sapindaceae e teve origem na China e depois foi propagada. No Brasil, muitas pessoas ainda não a conhecem, ela tem sabor adocicado e aroma delicado.

Sua planta, chamada lichieira, atinge de 10 a 12 metros de altura e a florada começa no inverno e vai até o início da primavera, e a colheita ocorre de novembro a janeiro. Os ambientes de clima tropical e subtropical úmido são os preferidos das lichieiras.

O fruto é avermelhado por fora com casca áspera e quebradiça e esbranquiçado e gelatinoso por dentro, com textura semelhante à da uva. O plantio de lichia no Brasil ocorre em São Paulo, norte do Paraná e sul de Minas Gerais. É encontrada em diferentes países como Índia, Paquistão, Tailândia, Filipinas, África do sul, dentre outros.

PERIGO

A fruta é muito suculenta e bem doce, o que atrai o paladar principalmente de crianças. No entanto, no interior do fruto há um caroço, a semente, que assim como o fruto, é muito liso e pode ser facilmente engolido acidentalmente, fazendo com que não só crianças, mas adultos, fiquem engasgados. A principal recomendação é de os pais separem a polpa da semente antes de dar para as crianças consumirem o fruto.

OUTROS CASOS

Em 2014 um menino de 3 anos morreu após se engasgar com uma semente de lichia em uma propriedade rural de Jacinto Machado, no Sul de Santa Catarina. Rafael Darolt Vieira estava no sítio da família para comemorar o Natal com a mãe, a bisavó e os dois irmãos.

De acordo com a reportagem da RBS TV, os familiares contaram que a bisavó e a mãe de Rafael estavam próximas de um pé de lichia e ofereceram a fruta para as crianças. O menino teria ingerido o produto inteiro sem esperar que a mãe descascasse e engasgou com a semente. O Corpo de Bombeiros de Turvo foi chamado e a família tentou prestar os primeiros socorros à criança.

No hospital, as vias aéreas do menino foram desobstruídas, mas Rafael não resistiu e morreu momentos depois de receber atendimento.

Em 2013 uma criança de apenas um mês morreu  em Joaquim Távora (53km ao sul de Jacarezinho), ao se engasgar com uma semente de lichia.

Uma tia teria dado um pedaço da polpa da fruta ao bebê, que havia acabado de completar 30 dias. Quando a asfixia foi percebida pela família, ele foi levado ao Hospital Dr. Lincoln Graça e posteriormente à Santa Casa de Jacarezinho, mas não resistiu e morreu.

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
Anunciante

Urgente

Incêndio em residência deixa uma pessoa gravemente ferida em Birigui

Publicado em

Viaturas do Corpo de Bombeiros no bairro Jandaia, onde ocorreu incêndio em residência (Reprodução/ WhatsApp)

Um incêndio em uma residência no bairro Jandaia, em Birigui, deixou uma pessoa gravemente ferida, na tarde desta segunda-feira (24).

A vítima, cujo nome e idade ainda não foram divulgados, foi socorrida pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros e encaminhada para a Santa Casa.

O fogo foi controlado pouco antes das 16h. Bombeiros estão na casa incendiada, na Rua Abraão Antônio. Ainda não se sabe o que causou o incêndio.

Bombeiros foram acionados por vizinhos que notaram fumaça no interior da casa. A vítima recebe atendimento no pronto socorro da Santa Casa neste momento.

O Regional Press acompanha o caso e outras informações poderão ser publicadas a qualquer momento.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

projeto-piloto

Presas de Tupi Paulista colam grau de curso técnico em Administração

Doze sentenciadas do regime fechado finalizaram o curso e a formatura será realizada na próxima terça-feira (25)

Publicado em

Reeducandas do regime fechado da Penitenciária Feminina de Tupi Paulista concluíram o Curso Técnico em Administração. No total, doze sentenciadas do regime fechado foram capacitadas. Elas fizeram parte do projeto-piloto e uma nova turma se iniciará no 2º semestre. O curso poderá ser estendido a outras unidades prisionais.

As aulas começaram há cerca de um ano, sendo ministradas em período integral, durante toda a semana, às mulheres com Ensino Médio completo. As alunas estudam no Pavilhão Escolar em ambiente virtual, mas sem acesso à internet.

O curso foi desenvolvido graças a uma iniciativa da Fundação Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel (Funap), da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) e do Centro Paula Souza (CPS), por intermédio da ETEC Profª Carmelina Barbosa de Dracena.

“O evento tem como objetivo oferecer às reeducandas a oportunidade de vivenciarem a concretização de uma conquista, o início de um novo ciclo, uma formação profissional para sua retomada de vida na sociedade. Acreditamos que o ensino no curso técnico é muito mais voltado para o mercado de trabalho, o que possibilita para as mulheres em cumprimento de pena a possibilidade de sua autonomia e convívio social de forma digna”, explicou Adriana Alkmin Pereira Domingues, diretora da penitenciária.

Iniciativas semelhantes

Atualmente, a Penitenciária de Assis também desenvolve um projeto-piloto semelhante, mas como curso profissionalizante integrado ao Ensino Médio.

As novas turmas previstas serão apenas de curso técnico, com duração de um ano, nas penitenciárias de Florínea (em julho), Feminina de Tupi Paulista (em agosto), Presidente Bernardes e Paraguaçu Paulista (no início de 2020).

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

policiamento

Operação São Paulo Mais Seguro é realizada nesta segunda-feira (24)

Décima quinta edição da ação conta com equipes da PM distribuídas em mais de 1,9 mil pontos em todo o território paulista

Publicado em

Nesta segunda-feira (24), a Polícia Militar desencadeia a Operação São Paulo Mais Seguro em todo o Estado.

A finalidade da iniciativa é garantir a continuidade da redução dos indicadores criminais, aumentando a presença ostensiva para melhorar a percepção de segurança das pessoas e combater o crime.

A ação conta com a mobilização de 19.481 policiais militares, além do emprego de 8.128 viaturas e 11 helicópteros, distribuídos em 1.930 pontos.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, as equipes estarão em locais estratégicos, apontados pelo serviço de inteligência da PM, para sufocar possíveis ações de criminosos.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
89