CONECTE CONOSCO

violência

PM enviou mensagem para o pai horas antes de morrer no RJ: “Te amo”



O soldado da Polícia Militar Daniel Henrique Mariotti, que morreu assassinado neste sábado (5/1), enviou uma mensagem emocionante para o pai horas antes de falecer. No texto, o militar agradece pela criação e reforça que depois que se tornou pai entende o tamanho do amor que se pode sentir pelo filho.

“Agora que sou pai, percebo o tamanho do amor que um pai tem por um filho. Você foi e é o melhor que você pode ser. Queria dizer que te amo muito. Espero que meu filho sinta por mim o amor que sinto por você”, declarou ele, segundo informações do G1.

Mariotti diz ainda que estava ouvindo uma canção religiosa, por isso ficou nostálgico e lembrou de momentos da sua infância. “Pai, estou estou escutando um louvor, e me veio a lembrança da minha infância e de tudo o que passamos juntos. Queria te agradecer por tudo que fez e ainda faz por mim”, escreveu.

O crime

Daniel Henrique Mariotti tinha 30 anos e foi baleado na cabeça quando tentava impedir um assalto na Linha Amarela. De acordo com a PM, bandidos iniciaram os disparos ao perceberem a aproximação dos agentes.

O policial militar chegou a ser encaminhado para o Hospital Geral de Bonsucesso com vida, fez uma cirurgia, mas não resistiu. Ele deixa três filhos.

A morte de Mariotti motivou uma operação militar na cidade. Desde as primeiras horas, policiais entraram em pelo menos seis comunidades da zona norte, com apoio de helicóptero e de carro blindado, em meio a rajadas de tiros. Foram deflagradas operações nas favelas do Arará, Mandela, Manguinhos, Morar Carioca, Bandeira 2 e CCPL.

O carro roubado na Linha Amarela foi encontrado incendiado em Manguinhos.

Deixe sua opinião

Fonte: Fonte: Metrópoles
Anunciante