Fique Conectado

atração

Araçatuba terá grande evento de aeromodelismo neste domingo

Publicado

em

Pilotos de aeromodelos de diversos estados estarão reunidos neste final de semana na Revoada da Aara (Associação Araçatubense de Aeromodelismo), que promete trazer ao público grandes atrações como competições de velocidades, gincanas aéreas, shows de acrobacia e estrutura com ampla praça de alimentação.

O evento será no domingo a partis das 8h, mas no sábado muitos pilotos de outros estados já estarão no aeródromo de Taveira aquecendo e colorindo os céus da cidade com suas mini aeronovanes comandadas por meio de controle remoto.

O organizador do evento, Danilo Sousa, explica que que inicialmente a ideia era fazer uma revoada com pilotos da região. A adesão dos participantes foi grande e começou a chamar a atenção de pilotos de outros estados. Já está confirmada presença de participantes até do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, e pilotos de renome no meio do aeromodelismo.

Uma das atrações serão as provas de pylon race, considerada a Fórmula 1 do aeromodelismo, com aviões que ultrapassam os 300 km/h. Também haverá uma prova conhecida como caça-raposa, que chama muito a atenção do público e as vezes provoca colisões no ar.

Nesta prova, um aeromodelo (a raposa) decola puxando uma fita, e os outros decolam atrás com o objetivo de abater, fazendo o corte da fita. Por envolver alta velocidade e uma proximidade entre os aviões, é comum acontecer as colisões.

Danilo diz que os DJs do projeto Viva Flash estarão animando o evento e a entrada ao público, que será um quilo de alimento, vai ser arrecadada pelos integrantes do projeto e doados a entidades assistenciais do município. Haverá uma ampla praça de alimentação para o público. (APOIO: REGIONAL PRESS).

Deixe sua opinião

Fonte:

POLÍTICA

FALEI E PONTO! Tieza eleita. Papinha traído. Complô contra Almir e muito mais….

Publicado

em

ELEITA

A vereadora Tieza foi eleita na noite desta segunda-feira a presidente da mesa diretora da Câmara dos Vereadores de Araçatuba para o biênio 2019/2020, fazendo valer a vontade do prefeito, que vinha articulando essa situação, conforme revelou a coluna Falei e Ponto! neste fim de semana.

Mesmo tendo ficado fora do Legislativo por quase dois anos, quando se licenciou para assumir o cargo de Secretária de Cultura, Tieza voltou com o intuito de presidir o Legislativo, e para isso contou com apoio do prefeito, que reuniu parte de sua base para articular a eleição de sua colega de partido.

 

MORTADELA
No período em que esteve fora do Legislativo Tieza se envolveu em uma polêmica quando se referiu, em um grupo de whatsapp da secretaria que comandava, com menosprezo a manifestantes que iriam à Câmara protestar contra o aumento do IPTU proposto pelo prefeito Dilador Borges. Na época ela disse que os manifestantes são pessoas que estavam alí em troca de um pão com mortadela, seriam arruaceiros e que “ideias, certamente nãos a tem”.

A conversa vazou e causou indignação por parte da população contrária ao aumento do imposto e que estava fazendo protestos na época em que o projeto iria a votação. Também foi criticada pela falta de atuação na realização de um carnaval fortalecido e também pela falta de empenho junto a administração em não realizar, por dois anos consecutivos, a Virada Cultural em Araçatuba.

9 x 1
Na eleição desta segunda-feira o presidente da Casa que concorria à reeleição, Rivael Papinha, obteve apenas 1 voto, e Tieza foi eleita com 9 votos. A situação foi constrangedora para Papinha, que ainda teve de enfrentar um protesto silencioso com uma faixa de moradores, que seriam da zona sul.

Papinha estava visivelmente chateado e no uso da palavra, a voz trêmula relevou o estado de espírito do vereador que deixa a presidência da casa. Papinha chegou a criticar colegas da Casa, sem citar nomes. Ele referiu-se a pessoas sem palavras para expressar o descontentamento.

Segundo o que apuramos lá nos bastidos da câmara, tudo começou quando Papinha se indispôs com alguns moradores dos bairros Lago Azul, Claudionor Cinti e imediações, devido a críticas que esses moradores faziam ao vereador. Desde então a mesma turma vem protestando contra ele. Inclusive na faixa diz: “Não somos imbecis/ Não somos idiotas”

COMPLÔ CONTRA ALMIR


A Coluna apurou também que hoje, em uma reunião às pressas na Casa da Vereadora Tieza, foi descoberto um complô para que o Vereador Dr. Almir fosse retirado da mesa diretora. Por incrível que pareça a armação foi revelada pelo vereador Professor Cláudio, diretamente ao vereador Dr. Almir, que rapidamente articulou e conseguiu reverter a manobra.

ARTICULAÇÃO


Ficou evidente o dedo do Prefeito Dilador na eleição da mesa diretora para o biênio 2019/2020. Segundo informações a mesa foi montada pelo Prefeito, que chamou seus aliados para referendar. Segurar os egos foi o grande desafio, para a formação da mesa. Diante disto há o rompimento do vereador Rivael Papinha com a administração demonstrando claramente que será oposição.

DESCONTENTAMENTO

Aliás, Papinha, que foi defensor fiel do prefeito Dilador Borges, vem mostrando descontentamento desde às eleições, quando não recebeu apoio declarado do chefe do Executivo, que era esperado pelo parlamentar candidato a deputado Federal. Com essa derrota no Legislativo, não será fácil segurar o vereador na base aliada.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

educação

Mais de 13,8 mil reeducandos paulistas fazem provas do Enem nesta semana

Publicado

em

Na próxima terça (11) e quarta-feira (12), presos paulistas realizarão as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para Pessoas Privadas de Liberdade, mais conhecido como “Enem PPL”.

Ao todo, 155 presídios de todo o Estado fazem parte da iniciativa voltada para reeducandos que concluíram o Ensino Médio, de acordo com a Secretaria da Administração Penitenciária.

As provas serão aplicadas a partir das 13h30. No primeiro dia, os estudantes entram mais cedo para preencher um questionário socioeconômico. Em seguida, ocorrerão as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Ciências Humanas e suas Tecnologias.

A duração total será de cinco horas e trinta minutos, contadas a partir da autorização do aplicador para o início das provas. No segundo dia, será a vez das provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias. A aplicação terá cinco horas de duração.

Vale destacar que, assim como a prova do Enem, que ocorreu no mês passado, a modalidade também é realizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), sendo exigido o mesmo conteúdo do exame feito para as pessoas que estão em liberdade.

A diferença é o local da aplicação da prova, realizada nas unidades prisionais e socioeducativas indicadas pelos órgãos de administração prisional de cada unidade federativa. Neste ano, 13.870 detentos paulistas fizeram inscrição para o exame, um aumento superior a 26% em relação a 2017.

Oportunidade

É importante frisar que, para a preparação, a maioria das unidades prisionais conta com grupos de estudo coordenados por monitores da Fundação “Prof. Dr. Manoel Pedro Pimentel” (Funap), além de docentes das escolas vinculadas. Desde 2013, o ensino nos presídios é oferecido por professores da rede pública, por meio da parceria com a Secretaria de Estado da Educação.

Em todo o território paulista, mais de 33 mil presos estudam entre o ensino formal e não formal (que ocorre por meio de cursos profissionalizantes, extracurriculares e atividades complementares).

“O crescente interesse pelo Enem demonstrado pelos presos é reflexo das políticas de educação implantadas nas unidades e o empenho dos profissionais que atuam na área”, salienta Lourival Gomes, secretário de Estado da Administração Penitenciária.

“Desde que a Secretaria Estadual de Educação assumiu as salas de aula vinculando-as a escolas públicas, os professores passaram a lecionar nos presídios, aplicando o modelo convencional de ensino, tornando o universo dos alunos mais integrado à metodologia de cobrança do exame”, acrescenta.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

SEGURANÇA

Polícia Civil inaugura Central de Polícia Judiciária em Araçatuba

Publicado

em

Fotos: Fábio Ishizawa/Regional Press

A Polícia Civil inaugurou na manhã desta segunda-feira a Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Araçatuba. O secretário de Segurança Pública do Estado, Mágino Alves Barbosa Filho, participou da solenidade. O prédio contempla 11 unidades.

O governo do estado investiu R$ 8,6 milhões nas obras que ocorreram entre os dias 19 de março de 2016 e 30 de outubro de 2018. Além disso, foram destinados R$ 328 mil para aquisição de móveis, cortinas e equipamentos.

O imóvel próprio, localizado na rua José Pedro dos santos, 584, no bairro Higienópolis, passou por reforma com ampliação, para fusão e integração de unidades de Polícia Judiciária já existentes na cidade, para melhorar o atendimento à população e proporcionar melhores condições de trabalho aos funcionários e conforto aos usuários.

A sede abrigará o plantão policial, quatro distritos policiais, o setor de cartas precatórias, central de telecomunicações, o Núcleo Especial Criminal (Necrim), a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise).

Com uma área total de 2.991 metros quadrados de construção, a unidade possui três cozinhas, refeitório, auditório, 32 banheiros, 62 salas, duas recepções, elevador, arquivo geral, três depósitos para materiais apreendidos e um depósito de armas.

A maioria das unidades atende somente o município de Araçatuba, beneficiando mais de 195 mil habitantes. A DIG e Dise possuem atuação em toda a circunscrição da Seccional, que abrange 30 municípios.

A nova central da Polícia Civil vai gerar economia, porque todas as unidades atualmente funcionam em imóveis alugados e todos bem localizados.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

educação

Fatecs divulgam gabarito do Vestibular

Publicado

em

Os candidatos que realizaram neste domingo, 9, a prova do processo seletivo das Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do Estado de São Paulo para o primeiro semestre de 2019, já podem conferir o gabarito nos sites www.cps.sp.gov.br e www.vestibularfatec.com.br.

A prova, que foi aplicada durante cinco horas, contou com 54 questões objetivas e uma redação. Os candidatos que concorrem a uma das vagas para os 77 cursos superiores tecnológicos oferecidos neste Vestibular também podem acessar o exame na internet.

Divulgação dos resultados

Em 09 de janeiro de 2019, cada Fatec divulgará a lista de classificação geral e a primeira lista dos convocados para a matrícula, que poderá ser consultada também pela internet. Caso as vagas oferecidas não sejam preenchidas na primeira chamada, a segunda lista será afixada, somente na faculdade, no dia 14 de janeiro.

Os convocados devem fazer a matrícula na secretaria da Fatec onde pretendem estudar, no horário definido pela unidade de ensino nos dias relacionados abaixo, desde que não seja feriado municipal na cidade onde a Fatec está localizada.

Matrícula

  • 10 e 11 de janeiro de 2019: matrícula da 1ª lista dos convocados;
  • 14 de janeiro de 2019: divulgação dos convocados da segunda lista, nas respectivas Fatecs;
  • 15 de janeiro de 2019: matrícula para os candidatos da segunda lista.

Documentos para matrícula

Para efetivar a matrícula, o candidato deve entregar uma foto 3×4 recente e cópia autenticada em cartório ou cópia simples acompanhada do original de cada um dos seguintes documentos: certificado de conclusão do Ensino Médio ou equivalente; histórico escolar completo do Ensino Médio ou equivalente; certidão de nascimento ou casamento; carteira de identidade (RG); cadastro de pessoa física (CPF); título de eleitor, para os brasileiros maiores de 18 anos, com o comprovante de votação ou certidão de quitação eleitoral; documento de quitação com o serviço militar, para brasileiros maiores de 18 anos, do sexo masculino.

O candidato que ingressou no Sistema de Pontuação Acrescida pelo item escolaridade pública deve apresentar histórico escolar ou declaração escolar, comprovando que cursou integralmente o Ensino Médio ou EJA na rede pública municipal, estadual ou federal, com detalhamento das escolas onde estudou.

Caso o candidato pretenda obter aproveitamento de estudos em disciplinas já concluídas em outro curso superior, deve apresentar a documentação referente à carga horária, ementa e programa da disciplina cursada e histórico escolar da instituição de ensino superior de origem.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS

error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998