Connect with us
Banner Samar Eco

Utilidade Pública

Saiba como evitar problemas ao fazer compras de Natal

Muitas vezes, a correria e a tentação de gastar o 13º salário neste período podem trazer transtornos e prejuízos ao consumidor

Publicado

em

Dezembro é sinônimo de ofertas, lojas cheias e muita correria atrás dos melhores presentes para o Natal. Muitas vezes, a pressa e a tentação de gastar o 13º salário neste período pode trazer transtornos e prejuízos ao consumidor.

Para evitar isso, a Fundação Procon-SP dá alguma dicas sobre os direitos. É importante fugir das compras de última hora, pesquisar preços e não comprar por impulso.

Para a assistente administrativa Janaina Iara da Silva, moradora da cidade de Mauá, pesquisar é um trabalho difícil, mas que dá resultado. “Estou pesquisando o presente da minha filha desde o mês passado. Já achei com vários valores diferentes e acredito que se pesquisar mais vou ter uma economia ainda maior,” explica.

O que as lojas podem fazer

Durante as vendas, as lojas podem ou não aceitar cheques e cartões. Porém, a partir do momento em que ambos são aceitos, o lojista não pode fazer restrições quanto a aceitar cheques de contas recentes.

Também não pode impor limite mínimo para pagamento com cartão. No entanto, as lojas não são obrigadas a receber cheques de terceiros, de outras praças ou cheques administrativos, porém devem informar esta condição previamente.

É importante ficar atento à política de troca dos estabelecimentos. Lojas físicas não são obrigadas a efetuar trocas por causa do tamanho do produto ou porque o presenteado não gostou. Nas compras feitas fora do estabelecimento comercial (internet ou telefone, por exemplo), o consumidor pode exercer o direto de arrependimento, independente do motivo. O prazo para isso é de sete dias, contados a partir da data da compra ou do recebimento do produto.

Evite comprar produtos de procedência duvidosa. O local da compra é um fator determinante. Lojas estabelecidas no comércio garantem mais segurança e fornecem nota fiscal, uma garantia que o cidadão tem para exercer seus direitos em caso de problemas com a mercadoria.

“Às vezes você acha um produto bem mais barato, quando vai comprar descobre que não tem nota fiscal e nem sabe direito onde a loja fica exatamente. Eu sempre tomo cuidado. O barato pode sair caro, posso ser prejudicado e não receber meu produto e aí vou ter que gastar comprando outro”, afirma Hudson Marques, de 24 anos, morador da capital.

Problemas com o produto 

O Código de Defesa do Consumidor estabelece prazo de 30 dias para reclamações sobre vícios aparentes ou de fácil constatação, no caso de produtos não duráveis, e de 90 dias para itens duráveis, contados a partir da constatação do problema.

O portal da Fundação Procon-SP, instituição vinculada à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado, oferece o download completo da Lei n° 8.078, de 11 de setembro de 1990. Além da legislação que completou 28 anos recentemente, o material engloba outras leis e decretos voltados ao setor.

O Código de Defesa do Consumidor estabeleceu os direitos do cidadão e os deveres dos fornecedores de produtos e serviços no Brasil, bem como definiu padrões de conduta, prazos e penalidades em casos de desrespeito ao texto aprovado.

Deixe sua opinião

Portal SP

Bastidores

Após denuncia contra Datena, repórter sofre ataques e faz desabafo

Publicado

em

A repórter Bruna Drews, que denunciou José Luiz Datena por assédio sexual, utilizou o Instagram nesta segunda-feira (21) para fazer um desabafo sobre os diversos ataques machistas que vem sofrendo desde o seu depoimento sobre o caso, de acordo com informações do ‘Notícias da TV’.

Segundo a reportagem, a jornalista fechou o perfil na rede social para o público geral após a grande repercussão de sua história.

“Esta é a pura verdade! Como ex-repórter criminal, sei que infelizmente processos por assédio sexual acabam no máximo em pagamentos de cestas básicas para o Estado! Nunca pedi nada e nunca fiz chantagem com o apresentador!”, escreveu Bruna em parte de sua legenda.

“Não fui eu quem quebrei o segredo de Justiça, e sim ele. Soube pelos meus advogados que ele teve todo acesso ao meu processo trabalhista, que segue também em segredo de Justiça. Apenas por isso decidi falar. Obviamente muitas testemunhas que estavam no bar (amigos pessoais e funcionários de Datena) não vão contar a verdade. Mas tenho certeza que ela será esclarecida pela Justiça!”, continuou a repórter.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

reflexão

Após assalto, Mayra Cardi diz: ‘Ainda dá tempo de fazer valer a pena’

Assaltantes ameaçaram sequestrá-la junto com a bebê de três meses

Publicado

em

A empresária, life coach e ex-BBB Mayra Cardi se pronunciou pela primeira vez após ter sido assaltada e ter escapado de um sequestro no Rio de Janeiro.

Ela teve os celulares e o carro roubados na última sexta (25) ao ser abordada por bandidos quando passeava com o marido, o ator Arthur Aguiar, e a bebê de três meses, Sophia. Mayra, que também é mãe de Lucas, publicou em seu Instagram uma foto em que aparece ao lado dos filhos e refletiu sobre a vida.

“Se não houver amanhã será que você está pronto? Você deixará sonhos para serem realizados? Pessoas para serem abraçadas? Histórias pra serem contadas? Todos estamos de passagem e uma breve passagem… Essa passagem tem que ser intensa, tem que valer a pena, tem que ter amor, tem que ter sorriso, tem que ter carinho, sexo com amor, beijo com paixão, perdão e gratidão. É muito rápido para caber ódio. É pouco tempo para gastar brigando. É muito curto para guardar mágoa. Se você for agora, você ta pronto? Nutrir sentimentos ruins te fará dizer que valeu a pena? O que você ainda não fez que se tivesse 1 dia faria? O que você não disse? Com quem você não se desculpou? Quem precisa saber que você o ama? Boa sorte e parabéns, pois você está vivo e ainda dá tempo de fazer VALER A PENA!”, disse ela.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

rede social

Anitta faz desabafo sobre amizade com Nego do Borel: ‘Ele é sem noção’

Cantor foi vaiado durante sua participação no ensaio do Bloco das Poderosas neste domingo (20)

Publicado

em

Anitta fez um longo desabafo no Stories do Instagram um dia após o cantor Nego do Borel ter sido vaiado no primeiro ensaio do Bloco das Poderosas, que ocorreu neste domingo (20). Nos vídeos, a cantora disse que, embora não compactue com atitudes polêmicas do amigo, ela queria dar um basta na situação.

“Em momento nenhum eu quis apoiar a atitude ou o discurso do Nego. Todo mundo sabe que independente do meu carinho por ele – por acreditar que ele é uma boa pessoa – não significa que eu concorde ou que eu compactue ou que eu apoie ele as maluquices dele, zero. Só foi um descuido”, afirmou.

A Poderosa disse que não sabia do comentário polêmico sobre Luísa Marilac e revelou que não concorda com certos comportamentos do cantor ultimamente. “Algumas atitudes que ele tem tomado na carreira dele não condiz e não tem a ver com a minha carreira. Isso eu já conversei com ele. É um assunto de amigos”.

Anitta disse ainda que cansou de fazer alertas sobre as atitudes “sem noção” do cantor. “Eu jamais vou virar as costas para ele, ele sempre será bem-vindo como meu amigo para curtir meu evento, meu show ou o que quer que seja. Mas o que aconteceu realmente comigo como pessoa é que eu me cansei um pouco de ficar avisando tantas coisas como o beijo do clipe dele e outras atitudes dele que ele não estava me escutando”, afirmou.

“Posso ter uma visão errada? Pode ser que sim. Eu não interpreto que ele seja uma pessoa ruim, mas que ele é sem noção, que ele não tem cuidado”, completou.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

ESTADO DE SP

Acha o IPVA do seu carro caro? Acredite, tem carros em que a taxa encosta nos R$ 160 mil

Publicado

em

De acordo com o órgão, o valor do imposto será cerca de R$ 3,34% mais barato que o de 2018. O cálculo é feito através de alíquota do estado, que mais uma vez permanece em 4% sobre o valor venal do veículo, estabelecido pela Tabela Fipe.

O líder no ranking do IPVA mais caro de São Paulo é o da Ferrari F12 TDF. O modelo ocupa a primeira posição na categoria de automóveis. Veja abaixo os modelos com valor de IPVA mais altos:

Veículos leves

1. Ferrari F12 TDF

FERRARI F12TDF (FOTO: FERRARI)

Valor Venal: R$ 3.982.466
IPVA 2019: R$ 159.298,64
O modelo, fabricado em 2016 teve valor venal de quase R$ 4 milhões estabelecido pela tabela Fipe. A frota é composta de apenas dois modelos, ambos fabricados em 2016.

2. Lamborghini Aventador S

LAMBORGHINI AVENTADOR S (FOTO: DIVULGAÇÃO)

Valor venal: R$ 3.845.413
IPVA 2019: R$ 153.816,12
As Lamborghinis entraram com tudo para o ranking dos IPVA mais caros de São Paulo. No top 10, 4 modelos são da marca italiana. A vice-liderança, por exemplo, é do Aventador S. Produzido em 2018, esse carrão alcança os R$ 153 mil de imposto. Não dá pra dizer se o proprietário é sortudo ou não.

3. Lamborghini Aventador


Valor venal: R$ 3.539,100
IPVA 2019: R$ 149.279,12
Outra versão do esportivo figura entre os carros que mais pesam no bolso do proprietário paulistano. Dessa vez com um IPVA superior a R$ 149 mil, ou seja, dá pra comprar até um Honda Civic Touring.

4. Ferrari 812 SuperFast

Valor venal: R$ 3.451.120
IPVA 2019: R$ 138.044,80
Mais uma Ferrari na lista. A 812 Superfast é avaliada pela Fipe por nada menos que R$ 3,4 milhões, e seu IPVA faz jus ao preço total do carro, são R$ 138 mil só de imposto.

5. Lamborghini Aventador Roadster

Valor venal: R$ 3.028.357
IPVA 2019: R$ 121.134,28
Mesmo tendo sido fabricado há 3 anos, o Aventador Roadster ainda faz parte dos 10 carros com IPVA mais caros e com uma boa vantagem em comparação aos sucessores da lista. Vale lembrar que ele perdeu 4 posições no ranking desde 2016, quando ocupava o primeiro lugar da lista e o imposto chegava aos R$ 129 mil.

6. Ferrari GTC 4 Lusso

Valor venal: R$ 3.025.120
IPVA 2019: R$ 121.004,80

Mais uma Ferrari para a lista.

7.Ferrari 488 Spider

Valor Venal: R$ 2.907.853
IPVA 2019: R$ 116.314,12

E outra…

8. Lamborghini Huracán Performante

Valor venal: R$ 2.882.322
IPVA 2019: R$ 115.292,88

Mais um Lamborghini? Sim, mas dessa vez é a versão mais apimentada do Huracán, que começou a ser vendida no Brasil há poucos meses.

9. Porsche 918 Spyder

Valor Venal: R$ 2.828.097
IPVA 2019: R$ 113.123,88
Único Porsche da lista de veículos leves, o 918 Spyder honra o luxo da marca italiana. Mas, isso também faz ele pesar no bolso do proprietário paulista. Só de IPVA são pouco mais de R$ 113 mil, para ser mais exato.

10. Rolls Royce Wraith

Valor venal: R$ 2.723.189
IPVA 2019: R$ 108.927,56
Ele desembarcou no Brasil há 4 anos e mesmo assim, faz parte da lista de impostos veiculares mais caros em São Paulo até hoje. Em 2016, o modelo ocupava a 2ª posição da lista. Hoje, ele está em 10º, mas o valor ainda espanta: R$ 108 mil.

Utilitários

A Secretaria da Fazenda compreende os utilitários como uma categoria a parte. Por isso, o grandão Porsche Cayenne Turbo S fica no final desta lista, porém ocupa o primeiro lugar no ranking de utilitários com o IPVA mais caro do estado, no valor de R$ 31.862,08. Curiosamente, o único integrante da frota foi fabricado em 2017 e é avaliado em R$ 796.552.

Motos

A moto com valor de IPVA mais caro em 2019 é a Ducati D 16 RR. O preço? R$ 2.873,74, enquanto o valor venal da moto é de R$ 143.687. A frota é mais extensa: 5 motos, todas fabricadas em 2008, circulam no estado e estão sujeitas ao recolhimento do imposto.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS