Fique Conectado

Cuiabá

Estudante é indiciado por estuprar cadela, filmar e divulgar o vídeo

Estudante foi indiciado por associações criminosas e maus-tratos de animais

Publicado

em

A investigação sobre o caso do estudante universitário preso em Cuiabá (MT), no ano de 2017, acusado de estuprar uma cadela, filmar a cena e compartilhar nas redes sociais, foi concluída pela Policia Civil. Ele ele foi indiciado, sexta-feira passada (30), por associações criminosas e maus-tratos de animais.

O investigado, atualmente, está morando fora do Brasil e o inquérito policial foi entregue para a Justiça Estadual – na Vara Especializada do Meio Ambiente-, com cópia dos autos para a Polícia Federal, para conhecimento e providências necessárias.

À época, as imagens de sexo com a cadela geraram indignação na sociedade local e até mesmo no exterior. “Os milhares de comentários feitos nas redes sociais demonstraram extrema aversão à prática delitiva, galgando dimensão internacional”, explica o delegado que presidiu o inquérito, Gianmarco Paccola Capoani.

O delegado ainda pontua que várias Organizações Não Governamentais (ONGs) emitiram, para a Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), notas de repúdio.

No decorrer das investigações foram realizadas perícias em animais que estavam nas casas do indiciado e de seus pais e em um aparelho celular. Três animais que pertenciam ao suspeito foram resgatados e encaminhados para entidades protetoras de animais para os devidos cuidados.

Repercussão

Durante a apuração, a Delegacia Especializada em Meio Ambiente (Dema) recebeu incentivos ao trabalho por meio de milhares de assinaturas digitais de protetores de animais e ONGs.

Os manifestos chegaram de várias partes do Brasil e dos países África do Sul, Alemanha, Argentina, Áustria, Bélgica, Bolívia, Canadá, Chile, Cingapura, Coréia do Sul, Colômbia, Costa do Marfim, Equador, EUA, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Itália, Israel, Japão, Líbano, Luxemburgo, Holanda, México, Noruega, Nova Caledônia, Polônia, Portugal, Reino Unido, Republica Tcheca, Romênia, Rússia, Suécia, Suíça, Uruguai.

Fuga e revolta da sociedade

Na investigação, a Policia Civil colheu interrogatório do suspeito, após ele ter a prisão temporária decretada. A conduta dele gerou revolta social, tanto que, no dia 20 de abril de 2017, no bairro Pedra 90, em Cuiabá, o automóvel conduzido pelo pai do suspeito recebeu tijoladas.

“Tal fato, embora criminoso também, confirmou algumas ameaças que circularam no bairro Pedra 90, no sentido de que ‘seria questão de honra’ eliminar o rapaz da localidade, pois seria um potencial estuprador de animais e pessoas”, pontuou o delegado.

Também foram confirmados fortes indícios de que a casa onde o suspeito morava foi invadida e do imóvel retirados dois cães e um televisor, dentre outros objetos.

Em razão de potencial risco de crime de homicídio a ser consumado contra o investigado, a representou pela prisão temporária do estudante, junto à

Vara Especializada do Meio Ambiente, da Comarca de Cuiabá, a qual expediu o mandado no dia 24 de abril de 2017, tendo sido cumprido no mesmo dia.

Interrogatório

Em interrogatório na delegacia, após sua prisão, o suspeito esclareceu que tinha uma afinidade com essas “situações” e que passou a fazer parte de um grupo de WhatsApp, exclusivamente montado para a prática de envio de fotos e vídeos de zoofilia (pessoas que têm atração e fazem sexo com animais).

Ele destacou que muitos números que integram o grupo são de pessoas estrangeiras. O suspeito contou que havia sido pressionado por um membro do grupo a produzir um vídeo e enviar por meio de mensagem do aplicativo, alegando que ele já possuía muitas informações e nunca tinha “mandado nada”.

O suspeito disse que ficou receoso e saiu do grupo, tendo no dia seguinte sido novamente adicionado em outro grupo, pela mesma pessoa que exigia o vídeo. Após esse fato, passados aproximadamente cerca de 40 dias, o suspeito praticou o ato com sua cadela, filmou e encaminhou no grupo.

Indagado sobre o aparelho celular utilizado para filmar o animal, o universitário explicou que foi devolvido ao antigo dono, o qual havia perdido o aparelho. “A versão apresentada pelo suspeito, embora parcialmente discrepante com outros indícios colhidos, apresentou certa coerência nos autos até o presente momento”, destacou o delegado.

As evidências apontam que efetivamente as cenas criminosas com a cadela foram filmadas no banheiro da casa do suspeito, bem como concluiu que o animal apreendido (Branquinha) é o mesmo que está nas cenas do crime.

Deixe sua opinião

Fonte: o livre

flagrante

Força Tática prende traficante com quase 50 pinos de cocaína, em Araçatuba

Publicado

em

Policiais militares da Força Tática prenderam um rapaz com 49 pinos de cocaína, R$ 10 em dinheiro e um celular. A ação ocorreu neste domingo (9) na rua José Maurício de Souza, bairro Águas Claras, em Araçatuba.

Durante patrulhamento, equipe formada pelo sargento Guerrero, cabo Coelho e soldado Savegnago, abordou o acusado, já conhecido nos meios policiais.

Conhecido como ‘Monstrinho’, o acusado, identificado pelas iniciais L.H.B.L., foi autuado em flagrante no plantão policial de Araçatuba. Se condenado, poderá pegar de 5 a 15 anos de prisão.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Denúncia de Abuso

Força-tarefa em Goiás vai apurar denúncias contra médium João de Deus

Publicado

em

A Polícia Civil e o Ministério Público de Goiás (MP-GO) criarão forças-tarefas especiais para apurar as denúncias de abuso sexual envolvendo o médium João Teixeira de Faria, conhecido internacionalmente como João de Deus.

A Polícia Civil deve definir a quantidade de delegados e agentes que atuarão no caso durante reunião convocada pelo delegado-geral André Fernandes para as 16h30 de hoje (10), em Goiânia.

A assessoria de imprensa confirmou à Agência Brasil que a instituição já havia instaurado inquéritos para investigar acusações apresentadas por frequentadoras da Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia (GO), mas que as denúncias se avolumaram depois que o caso se tornou público, sendo divulgado na imprensa. A criação da força-tarefa se deve à complexidade do caso.

Já o Ministério Público goiano pretende atuar em conjunto com promotores de outras unidades da federação onde residam mulheres que afirmem ter sido vítimas de abusos sexuais supostamente cometidos pelo médium. As primeiras denunciantes devem começar a ser ouvidas amanhã (11).

O escândalo envolvendo João de Deus veio à tona na última sexta-feira (7), quando o programa Conversa com Bial, da TV Globo, veiculou o relato de várias mulheres que afirmam terem sido vítimas do médium.

Segundo os relatos, João de Deus as teria levado para cômodos isolados do centro espírita e as molestado, acariciando seus corpos. Algumas mulheres garantem que o médium chegou a expor seu pênis, forçando-as a tocá-lo a pretexto de curá-las.

A reportagem ainda não conseguiu contato com o médium e com seus advogados. Desde ontem (9), ninguém atende os telefones de contato divulgados na página da Casa Dom Inácio de Loyola, na internet.

Em nota divulgada no sábado (8), a Federação Espírita Brasileira afirma que o espiritismo orienta que o serviço espiritual não deve ocorrer isoladamente, apenas com a presença do médium e da pessoa assistida. Além disso, a entidade informa que “não recomenda a atividade individual de médiuns que atuem por conta própria” que, portanto, “não estão vinculados ao movimento espírita, nem seguindo sua orientação”.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Urgente

Após tentativa de fuga, TOR apreende carro com cerca de 400 kg de maconha na Rondon

Publicado

em

O motorista de um Palio de seu mal ao tentar fugir de uma abordagem do TOR (Tático Ostensivo Rodoviário), na rodovia Marechal Rondon (SP-300), na manhã desta segunda-feira (10), em Valparaíso, região de Araçatuba.

Ele foi preso em uma mata após abandonar o carro, repleto de tabletes de maconha. Os policiais estimam que haja cerca de 400 quilos da droga.

A ocorrência teve início por volta das 7h, durante patrulhamento ostensivo na rodovia, perto da entrada de Valparaíso. Ao notar que seria abordado, o condutor do Palio acelerou e tentou fugir.

Ele percorreu cerca de 500 metros e abandonou o carro na margem da rodovia, correndo para um matagal.

Os policiais do TOR, com apoio da Polícia Militar de Valparaíso e do helicóptero Águia iniciaram uma operação em busca do fugitivo. No carro abandonado, os policiais acharam tabletes de maconha no porta-malas, bancos e assoalho dianteiro do carro.

As buscas ocorreram durante toda a manhã e o motorista do carro foi encontrado por volta das 13h em uma área densa de mato.

O rapaz, que é de Ponta Porã (MS), confessou aos policiais ser foragido da Justiça e que conduzia o carro carregado com a droga.

O veículo e o preso foram levados para a delegacia da Polícia Federal de Araçatuba, onde a ocorrência está em andamento. O nome e a idade do preso ainda não foram divulgados.

 

Deixe sua opinião

Continue Lendo

COCAÍNA

PM prende industriário em flagrante acusado de tráfico no Águas Claras

Publicado

em

Um industriário de 18 anos foi preso em flagrante no final da tarde deste domingo na rua José Maurício de Souza, no conjunto habitacional Águas Claras, zona norte de Araçatuba, acusado de tráfico de drogas. Na ação foram apreendidos 49 pinos contento cocaína, em uma casa onde o acusado usava como base.

Policiais militares passavam pela rua José Maurício de Souza quando perceberam que em frente a uma casa abandonada, local conhecido como ponto de venda de drogas, havia um rapaz, que correu para o interior do imóvel ao visualizar a viatura.

O portão estava aberto e os PMs entraram, encontrando o rapaz na sala, sobre um sofá, fingindo que estava dormindo. Em revista pessoal, encontraram R$ 10 em dinheiro. E um rack, localizaram 49 pinos com cocaína. O acusado disse que havia adquirido um kit de um distribuidor, contendo 50 pinos, sendo que já havia vendido um a R$ 10. Ele foi preso em flagrante.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS

error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998