CONECTE CONOSCO

maus-tratos

Avó de menino agredido com chute pelo padrasto se manifesta

Ela conta que o garoto nunca a visitava por estar “de castigo”. Criança e o irmão mais novo, de seis meses, estão sob custódia de familiares

Publicado em



Isabel Mendes Martins, avó do menino agredido com um chute no peito pelo padrasto na cidade de Sertãozinho (SP), classificou a cena como “muito cruel”. Ela diz que suspeitava que o neto estava sendo mal tratado pela mãe e o marido, e nunca mais a visitou por estar “de castigo”.

“A gente pedia para buscar o menino, aí ela [a mãe] falava que não podia, que ele estava de castigo, que estava muito arteiro, então não ia para lugar nenhum”, conta.

A Polícia Civil investiga o caso e instaurou um inquérito por maus-tratos contra o padrasto, que compareceu à delegacia na última sexta-feira (5/10), prestou depoimento e foi liberado. Ildon Pimenta de Pádua, delegado responsável pelo caso, conta que o homem disse ter “perdido a cabeça” ao descobrir que o menino foi expulso da escola. A Secretaria Municipal de Educação não confirma a informação.

A criança e o irmão, um bebê de seis meses, foram retirados da guarda da mãe. O garoto está com o pai biológico e o neném, filho do suspeito, está com a avó materna.

Entenda o caso

Câmeras de segurança de uma residência flagraram o momento em que um homem, de 22 anos, agride o enteado, de 4, com um chute no peito. O caso aconteceu em uma rua de Sertãozinho e o Conselho Tutelar conseguiu as imagens após denúncia de um morador.

No vídeo, os dois estão em uma motocicleta, quando a criança desce do veículo usando um capacete. É nesse momento em que o suspeito o atinge, fazendo com que o menino caia sentado no chão. Logo após, a vítima se levanta e senta novamente na moto.

O conselheiro tutelar Rodrigo Clemente afirmou ao G1 que a violência aconteceu quando o garoto saiu da creche na última quarta-feira (3/10). Foi ele que, ao receber a denúncia, conseguiu as filmagens. O vídeo foi publicado no Facebook e, com isso, o agressor foi identificado.

Entretanto, quando Clemente e uma equipe da Guarda Civil Municipal chegaram à casa do homem, ele havia fugido. A mulher dele, mãe do menino, negou as agressões. Porém, elas foram confirmadas por vizinhos.

“Eles estão juntos há mais de quatro anos. Ela já tem outro filho com ele, de 6 meses. Essa criança que foi agredida é filha do primeiro relacionamento. Há relatos de vizinhos de que as agressões eram constantes e que ela, a mãe, também agredia bastante a criança”, disse o conselheiro.

Após ter sido submetida a um exame de corpo de delito na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), a vítima foi colocada sob os cuidados do pai. “A criança relatou que o padrasto era bravo com ela e batia muito nela. A nossa linha de raciocínio é: se ele fez isso com o menino no meio da rua, imagina o que fazia em casa na ausência da mãe. Ela era conivente”, afirmou Clemente.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
METRÓPOLES
Anunciante

flagrante

TOR prende mulher com 2 quilos de haxixe em ônibus na Rondon, em Araçatuba

Publicado em

Uma mulher de 21 anos foi presa por tráfico de drogas após ser flagrada com cerca de dois quilos de haxixe em uma fiscalização do TOR (Tático Ostensivo Rodoviário) na rodovia Marechal Rondon (SP-300), em Araçatuba. A acusada estava em um ônibus proveniente do Mato Grosso do Sul.

Durante a blitz, no final da tarde deste domingo (20), os patrulheiros acharam cinco tabletes da droga na bagagem da passageira, identificada pelas iniciais L.C.O.R., moradora de Cariacica (ES).

A mulher alegou aos policiais que pegou a droga na cidade de Coronel Sapucaia (MS) e que levaria o carregamento para Governador Valadares (MG), onde receberia R$ 3 mil pelo transporte.

L.C. foi autuada em flagrante no plantão policial de Araçatuba na noite deste domingo. Ela será apresentada em audiência de custódia hoje (21). Se condenada pelo crime, poderá pegar de 5 a 15 anos de prisão.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

violência

Marido mata a mulher a tiros em Rio Preto

Publicado em

Uma mulher de 31 anos foi morta pelo marido com um tiro na noite deste domingo (20), em Rio Preto. Segundo informações preliminares, o disparo teria acertado a cabeça da vítima. As informações são do jornal Diário da Região.

As polícias Civil e Militar compareceram ao local do crime, um bar que pertencia ao casal, localizado na rua Guaporé, bairro Anchieta. A perícia também foi acionada.

O corpo de Sayara Maria será encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Rio Preto. Só depois de passar pelo exame necroscópico é que será liberado para o velório e enterro.

Testemunhas relatam que a filha do casal, uma criança, presenciou a cena. A menina pegou o cachorro de estimação no colo e correu, chorando e pedindo socorro.

A ocorrência está em andamento e será apresentada na Central de Flagrantes. Até o momento, não há informações sobre o autor do crime, que teria se entregado à polícia.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998
84