CONECTE CONOSCO

RADICAL

Confira como foi o Mega Encontro de Paramotor 2018 em Araçatuba

Publicado em



O evento reuniu 461 pilotos de 14 estados, além do Paraguai, Uruguai, Argentina e Bolívia. O vento não ajudou e não foi possível quebrar o recorde mundial, que continua com a Argentina, com 224 pilotos que voaram ao mesmo tempo. Foi uma grande festa para os pilotos e público de toda a região que lotou as dependências do Clube de Paramotor. Assista:

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
Anunciante

futebol

Copa Feminina: Noruega, Espanha e China estão nas oitavas de final

França e Alemanha também avançaram para a próxima fase do Mundial

Publicado em

França, Noruega, Alemanha, Espanha e China garantiram classificação para as oitavas de final da Copa do Mundo de Futebol Feminino.

Espanha x China

Poderia ser um jogo de “comadres”, mas a Espanha tentou o gol até o final.

Um empate classificava Espanha e China para as oitavas de final do Mundial Feminino. Portanto, quem viu apenas o resultado final da partida (0 a 0, pode pensar que as meninas fizeram corpo mole e seguraram o placar em branco até o final.

Não foi bem assim. A superioridade espanhola durante os 90 minutos foi evidente, mas o bloqueio em frente à área que as chinesas fizeram foi muito eficiente. Aliado a isto, a atuação da goleira Peng – de 1m82 – foi o ponto alto do jogo. Tanto que, ao apito final da árbitra brasileira Édina Alves Batista, as espanholas – mesmo com o segundo lugar no Grupo B, por saldo de gols – saíram cabisbaixas. E as chinesas vibravam como se tivessem vencido o Mundial, mesmo se classificando em terceiro lugar na chave.

“O empate tem isso de ruim: se é quase vitória para um, é quase derrota para outro. Raramente vale como empate mesmo, isto é, distribui metade da vitória para cada um. Se um jogo acaba empatado, basta a gente olhar em volta. Um time pula em campo como se tivesse vencido, o outro baixa a cabeça, derrotado” – já dizia o cronista Mário Filho, setenta anos atrás.

Agora, nas oitavas de final, a Espanha (2º B) enfrentará Estados Unidos ou Suécia (1º F), enquanto a China (3º B) tem a possibilidade de enfrentar Inglaterra ou Japão (1º D) ou Itália, Brasil ou Austrália (1º C). Múltiplos caminhos para duas equipes que, apesar de se igualarem em número de pontos, apresentam futebol tão diferente.

África do Sul x Alemanha

Deu o esperado: as alemãs golearam as sul-africanas e passaram em primeiro lugar.

Um duelo desleal no Grupo B. A bicampeã Alemanha, que vinha de duas vitórias por 1 a 0, enfrentou a África do Sul, que tinha perdido os dois primeiros jogos.

Desse confronto, as alemãs saíram na frente logo aos 13 minutos, numa jogada muito simples. Escanteio para a área, as sul-africanas não marcaram ninguém, e Leupolz nem precisou pular para cabecear e marcar 1 a 0.

Perdendo o jogo e a classificação, a África do Sul se abriu de vez e passou a sofrer os golpes. Aos 28 minutos, num chute despretensioso, a goleira Dlamini espalmou para frente e Däbritz, com o gol livre à sua frente, não perdoou: 2 a 0.

Para alegrar ainda mais o público alemão que assistia a partida em Montpellier, aos 39 minutos, em cruzamento para a área, Popp subiu sozinha para cabecear pro chão e matar a goleira Dlamini: 3 a 0. O destino do jogo já estava selado.

No 2º tempo, a Alemanha diminuiu o ritmo, visivelmente se poupando. Aos 12 minutos, porém, em outra bola alçada na área da África do Sul, Hegering cabeceou, a bola bateu na trave e, no rebote, Magull chutou para as redes: 4 a 0.

Com três vitórias em três jogos e sem levar nenhum gol, a Alemanha passa para as oitavas de final em primeiro lugar no Grupo B e enfrentará o terceiro colocado dos grupos A, C ou D, ou seja, pode até cruzar com o Brasil, reeditando a final do Mundial de 2007.

Nigéria x França

Nigéria x França na Copa do Mundo de Futebol Feminino - França 2019
O empate era um bom negócio para as duas seleções, mas a França ganhou com uma ajuda preciosa

Em Rennes, a líder do Grupo A, a anfitriã França, recebeu a Nigéria. Com 6 pontos, as francesas precisavam apenas de um empate para assegurar a ponta da chave. Curioso é que as nigerianas, com 3 pontos, também se contentariam com um empate para assegurar a terceira posição e passar às oitavas de final.

Talvez por isso, o 1º tempo foi bastante morno, com destaque apenas para choques ocasionais entre as jogadoras. Num deles, a atacante francesa Gauvin acertou um chute no rosto da nigeriana Ebi, que caiu desmaiada. A árbitra puniu Gauvin com cartão amarelo.

No 2º tempo, a França fez valer a maior posse de bola, intensificou a pressão e passou a abafar a Nigéria. Aos 7 minutos, Cascarino chuta na rede, mas pelo lado de fora.

Se o ataque não estava funcionando, a técnica Corinne Diacré decidiu substituir de uma só vez duas jogadores de frente, justamente Cascarino e Gauvin, as que mais estavam incomodando a goleira nigeriana. Entraram Le Sommer e Diani para tentar furar o bloqueio das africanas.

Mas, foi a meia Thiney que desperdiçou a grande chance do jogo. Em cruzamento rasteiro para a área, ela deu um carrinho, a bola passou por baixo do braço da goleira N´Nadozie e foi para fora.

Aos 28 minutos, foi a vez do VAR (árbitro de vídeo) dar uma “forcinha” para a França. Num lance muito duvidoso, a árbitra Melissa Borjas acabou acatando a falta de Ebere em Asseyi, dentro da área. Além de marcar pênalti, expulsou a jogadora nigeriana. A zagueira Rennard bateu mal, o chute saiu fraco, bateu na trave e foi para fora.

Daí, a árbitra alegou que a goleira N´Nadozie tinha se adiantado na cobrança e mandou Rennard repetir. Na segunda chance, ela bateu no alto, fez o gol e saiu para comemorar.

Noruega x Coreia do Sul

Coreia do Sul x Noruega na Copa do Mundo de Futebol Feminino - França 2019
Jogando no estádio Auguste-Delaune, em Reims, a Noruega derrotou a Coreia do Sul por 2 a 1 e se classificou como segunda colocada do Grupo A para as oitavas de final do Mundial Feminino.

A equipe europeia partiu desde o início para o ataque. E o gol não demorou a sair. Aos 3 minutos do primeiro tempo a árbitra marcou pênalti de Cho em cima de Thorisdottir após escanteio. A camisa 10 Graham Hansen foi para a cobrança e abriu o marcador para a sua equipe com apenas 4 minutos de jogo. Noruega 1 a 0.

Aos 21 minutos a Coreia teve a sua chance mais clara até então, quando Yeo Minji lançou a bola na área da Noruega e Mooon finalizou de cabeça, mas a goleira Hjelmseth defendeu com segurança.

Com a desvantagem no marcador a Coreia saía para o jogo e pressionava muito o time adversário, criando inúmeras chances de empatar, mas esbarrava na falta de pontaria de suas atacantes. Esta foi a tônica até o final do 1º tempo.

E o 2º tempo começou da mesma forma da etapa anterior, com a árbitra assinalando um pênalti a favor da Noruega com 3 minutos de jogo após Kang atingir de forma dura a atacante Graham Hansen dentro da área.

Herlovsen foi para a marca penal e cobrou muito bem para vencer a goleira Kim Minjung, que quase defendeu. Noruega 2 a 0.

Mesmo com a desvantagem no marcador a Coreia continuou insistindo na busca pelo seu primeiro gol nesta edição do Mundial. E ele saiu aos 31 minutos em uma belíssima jogada. Lee Geummin recebe a bola na grande área de costas para o gol e dá um toque de calcanhar para Yeo Minji, que não perdoa e vence a goleira Hjelmseth.

Com esta vitória a Noruega se garante nas oitavas de final da Copa do Mundo, enquanto a Coreia do Sul deixa a competição sem marcar ponto algum.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

Copa do Mundo

Thaisa avalia que seleção tem potencial para vencer a Itália

Brasil e Itália jogam nesta terça-feira (18), às 16h, pela Copa do Mundo da França

Publicado em

Thaisa não terá ao lado, no meio-campo, a companheira Formiga, que recebeu o segundo cartão amarelo (Divulgação CBF)

Thaisa é a jogadora brasileira que mais conhece o futebol italiano, cuja seleção é a adversária do Brasil nesta terça-feira (18), às 16h, no Estádio Hainaut, em Valenciennes, pela terceira rodada da fase de Grupo da Copa do Mundo na França.

Há um ano jogando na Italía, defendendo o Milan, onde, segundo ela, o seu futebol evoluiu na parte tática, Thaisa avalia que o Brasil tem potencial para vencer as italianas.

“Eu acho que o futebol italiano agregou no meu jogo a parte tática, eles têm algo a mais e são conhecidos pela tática. Esse estilo italiano eu aprendi e tem agregado muito no meu estilo de jogo. Acho que vai ser difícil, elas estão bem taticamente, mas nós temos muito potencial. A gente tem estudado muito elas e vamos determinadas para uma vitória”, disse Thaisa.

No jogo de amanhã, Thaisa não terá ao lado, no meio-campo, a camisa oito Formiga, que recebeu o segundo cartão amarelo e está foram da partida. “Eu tenho certeza que quem o professor Vadão escolher para a vaga vai fazer o melhor. A gente tem tudo para conseguir essa vitória. A Formiga é uma perda grande, mas a gente está numa seleção, e acredito que quem está no banco também é bem competente para entrar e não deixar esse nível cair”.

Nesse domingo (16), o treinador Vadão comandou um treinamento com todas as jogadoras no Estádio Jean Jacques, em Lille. Ele priorizou a parte tática. As atacantes Andressa Alves e Cristiane, além da zagueira Kathellen fizeram um trabalho separado

A Itália venceu os dois primeiros jogos da fase de grupo, lidera a chave com seis pontos e entra em campo nessa terça-feira com a classificação garantida. O Brasil está na segunda colocação, com 3 pontos e saldo de 2 gols. Logo em seguida vem a Austrália, também 3 pontos e saldo zero de gol. A quarta colocação é da Jamaica, que ainda não marcou ponto.

Nos dois últimos dois jogos amistosos, as duas seleções se enfrentaram no Torneio de Manaus, em 2016. O Brasil venceu as italianas na fase de grupo, por 3 a 1; e na decisão da competição por 5 a 3. Depois desse tornei, Brasil e Itália não voltaram a se encontrar.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

sonegação fiscal

Mansões de Neymar na praia estão bloqueadas pela Justiça

Publicado em

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) – Em meio a um escândalo por acusação de estupro, o atacante Neymar está com imóveis em seu nome bloqueados pela Justiça devido a processo por sonegação fiscal que tenta levar R$ 69 milhões do atleta. Em levantamento feito pela Folha de S.Paulo, foram encontrados 36 imóveis em nome do atleta, de sua família ou de suas empresas que estão indisponíveis.

Duas mansões em condomínio de luxo no Jardim Acapulco, no Guarujá, que, somadas, têm 3.000 m² de área, estão entre eles. Apesar de serem dois imóveis distintos, as casas são grudadas e utilizadas pela família do atleta. Elas estão entre as favoritas do jogador pela localização nobre, um bairro onde ele gosta de estar pela proximidade com a cidade de Santos e de seus amigos, chamados pelo jogador de “parças”.

As mansões foram adquiridas pela família do jogador em 2011, mesmo ano em que o atleta recebeu adiantamento de 10 milhões de euros do Barcelona. O valor pago pela família do atleta foi de R$ 7 milhões pelas duas casas, somadas. Hoje, seu valor de mercado é de R$ 14 milhões.

Foi nas casas do Jardim Acapulco que, em 2014, após sofrer lesão contra a Colômbia nas quartas de final da Copa do Mundo, ele se refugiou. No dia em que o Brasil foi derrotado pela Alemanha por 7 a 1, o atleta recebeu amigos para uma noite de pôquer.

Desde o início de junho Neymar vive um inferno pessoal. Ele é investigado por estupro após acusação da modelo Najila Trindade, viu ser aberto outro inquérito policial contra ele no Rio de Janeiro por ter postado em seu Instagram vídeo com imagens íntimas da mulher e sofreu lesão no tornozelo que o fez ser cortado da Copa América.

Entre esses problemas, o jogador também tem o processo na Receita. Outro imóvel da família de Neymar que sofreu arrolamento é um apartamento no bairro da Vila Mariana, próximo ao Parque Ibirapuera, com valor de mercado de cerca R$ 15 milhões –foi adquirido em 2015 por R$ 6,1 milhões e tem 760 m².

Já em Itapema, litoral de Santa Catarina, três apartamentos em nome do atleta sofreram bloqueio. O primeiro, adquirido em 2013 por R$ 1,4 milhão, com 470 m² de área privativa. Os outros dois, de tamanhos semelhantes, comprados em 2016 por R$ 2,4 milhões cada um.

Outros 28 imóveis de valores menores no nome de Neymar ou de suas empresas em Santos, São Paulo, Guarujá, Praia Grande e São Vicente, também estão bloqueados.

Os bloqueios impedem que os bens sejam negociados, mas não que sejam utilizados. O objetivo é garantir o pagamento à Receita Federal ao fim do processo por suposta sonegação de tributos na transferência do Santos para o Barcelona (ESP), em 2013.

O clube catalão pagou cerca de 40 milhões de euros a uma empresa do pai de Neymar em parcelas nos anos de 2011, 2013 e 2014. As autoridades, porém, apontaram que esse valor deveria ter sido destinado ao jogador. O imposto para pessoa física é de 27,5%, maior do que foi pago na época, 17%, na condição de pessoa jurídica.

Em 2015, o atacante foi autuado em R$ 188 milhões, sob a alegação de que deixou de declarar R$ 63,6 milhões de 2011 a 2013. Sobre esse valor, incidiram multa e juros. Os R$ 69 milhões são referentes a uma cobrança contestada pela defesa do atleta, que diz que o pagamento deveria ser de R$ 11,5 milhões.

Em relatório, o Carf apontou que o atleta costuma utilizar seus bens de forma blindada por meio do nome de outras pessoas. “Já vimos que bens móveis e imóveis, adquiridos com a prestação de serviços personalíssimos do atleta, foram blindados em nome de outras pessoas, físicas e jurídicas”, disse o Carf.

“É recorrente que em casos de planejamento tributário abusivo, o objetivo seja justamente fazer com que valores que deveriam ter seu fluxo financeiro naturalmente destinado a uma determinada pessoa sejam ‘desviados’ e redirecionados a outras pessoas físicas ou jurídicas, de maneira a ocultar o real beneficiário dos rendimentos”, diz o órgão.

Em abril, a Folha de S.Paulo mostrou que as duas aeronaves em nome de uma empresa do atleta também estão bloqueadas.

Outras três empresas do jogador também estão com cotas do seu capital social arrolado por conta do processo: a N & N Consultoria (arrolamento de 50%), a N&N Administração de Bens (50%) e a Neymar Store (80%).

“Os bens foram arrolados como garantia do débito. Continuam na propriedade da pessoa, mas é um procedimento normal feito pela Receita. Eles ficam guardados como garantia, mas [Neymar] não perde a propriedade”, diz o advogado do atleta no caso, Marcos Neder.

Neste ano, o pai do jogador, Neymar da Silva Santos, foi a uma reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

A pasta informou que “o empresário pretendia prestar esclarecimentos sobre processo pendente de julgamento no âmbito administrativo fiscal” e acrescentou que “independentemente da audiência, todo o encaminhamento da questão ocorrerá no âmbito do respectivo processo e observará todas as premissas legais aplicáveis”.

Com o fim do Ministério da Fazenda, o Carf passou a ser vinculado ao Ministério da Economia, razão pela qual o pai de Neymar pediu o encontro com Guedes. Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa de Neymar afirmou que não iria comentar.

Por: Diego Garcia

Os comentários aqui não refletem a opinião do site e seus autores. Esta opção de comentário NÃO publica automaticamente nada em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
90