Fique Conectado

DF

“Tá duvidando?”, disse pai antes de atirar e matar filho de 6 meses

Mãe da criança contou à polícia que marido perguntou se ele teria coragem de atirar. E “acredita ter apagado” após disparo

Publicado

em

Reprodução
Anunciante

Há muito ainda a esclarecer sobre a morte do bebê Michel Salustiano, de apenas 6 meses, assassinado pelo próprio pai, Maycon Salustiano Silva, 25 anos, com um tiro de garrucha no peito. O crime ocorreu na madrugada de quarta-feira (12/9), no Jardim Ingá, em Luziânia (GO), no Entono do DF. À polícia, a mãe da criança, Jennifer Ribeiro da Silva, 20, contou que o marido lhe apontou a arma após ela se negar a manter relações sexuais, virou a garrucha para o filho e perguntou: “Está duvidando?”. Depois, teria atirado na criança.

A jovem afirmou ainda que “acredita ter apagado” e, quando acordou, encontrou o filho ensanguentado no chão. A polícia de Luziânia aguarda receber os laudos periciais e os exames toxicológicos para concluir a apuração. Apenas o homem foi preso. Ao ser questionado se matou o filho, ele não respondeu. Entretanto, disse estar arrependido e que agiu motivado pela bebida.

AnuncianteClínica Fornari

Antes da tragédia, o casal havia consumido brigadeiro de maconha e bebido na companhia de dois amigos. Até essa parte da história, a versão dos pais do menino são iguais. Maycon admitiu que misturou a droga com vinho. O mecânico automotivo afirmou ter ido dormir e só se lembrar de quando acordou com o filho no chão.

Já a mulher deu uma versão diferente. Segundo ela, quando estava pegando no sono, o marido começou a “falar besteiras, querendo transar”. Diante da negativa, o homem teria dito que “estava mandando” e os dois chegaram a lutar. Como não conseguiu o que queria, ele teria ido à cozinha beber água e voltou com a garrucha na mão.

Ainda de acordo com a jovem, Maycon lhe apontou a arma e quando ela tentou acalmá-lo, ele virou a garrucha para o filho e teria tido: “Tá duvidando?”, atirando em seguida.

A partir daí, a história passa a ser contada da mesma forma novamente. O casal afirmou que acordou e encontrou o bebê no chão. Desesperados, eles acionaram amigos e familiares até conseguirem levar o menino à Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Jeniffer Ribeiro da Silva, ainda grávida, e Maycon Salustiano da Silva

Gritos de socorro
Segundo o Metrópoles apurou, um dos policiais da ocorrência disse ter sido chamado, por volta de 1h, para ir até a rua onde o casal mora. Uma pessoa denunciou que uma mulher estava gritando por socorro. No entanto, após patrulhar a área, não encontrou nada. Por volta das 3h35, foi acionado novamente. Dessa vez, pela equipe do plantão policial da UPA, relatando a chegada do menino baleado.

De acordo com policial, a mulher contou que o marido, depois de brigarem e se agredirem, teria encostado a arma no peito do filho e questionado se a jovem duvidava da coragem dele em atirar. Após o disparo, ela teria dormido, a justificar a demora em levar a criança à UPA.

Os militares seguiram para a casa do casal, no Parque Estrela Dalva IX. Uma arma, tipo garrucha, foi localizada no interior de um sofá. Ela estava com 20 munições intactas. Quatro estojos de munição .22 e uma de calibre .762 de festim também foram apreendidos. No berço da criança havia manchas de sangue. Os militares voltaram à UPA e deram voz de prisão ao casal, mas só o homem ficou detido. Segundo a Polícia Civil de Goiás, não há evidências contra a mulher.

O caso é investigado pela 2ª Delegacia Distrital de Polícia de Luziânia. O corpo do bebê foi liberado do Instituto Médico Legal ainda na quarta-feira (12). Não há informações sobre o enterro.

Deixe sua opinião


METRÓPOLES
Anunciante

Vítima localiza sua moto com ladrão após furto em Araçatuba

Publicado

em


Um desempregado de 39 anos foi preso em flagrante após ser flagrado pela própria vítima com a motocicleta que havia furtado na noite desta segunda-feira, no bairro Dona Amélia, em Araçatuba. Policiais militares foram acionados e conduziram o acusado à delegacia.

A PM recebeu a informação do furto da motocicleta e viaturas começaram a fazer o patrulhamento pela cidade, quando policiais militares foram informados que a própria vítima havia localizado o ladrão com a moto e o deteve, e estava aguardando a chegada dos policiais na rua Coronel Celso Guilherme de Souza, no bairro Dona Amélia.

AnuncianteClínica Fornari

A princípio o acusado negou o furto e disse que havia pego a moto emprestada, mas não soube dizer onde e nem quem havia lhe emprestado o veículo. Câmeras de segurança instaladas perto do local do furto registraram a ação do acusado, ficando evidente que foi o desempregado que havia cometido o furto. Ele foi levado a Central de Flagrantes e ficou à disposição da Justiça.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Investigação

Ex-vereador é preso com armas em Avanhandava

Publicado

em

Armas sem registro apreendidas com ex-vereador de Avanhandava em ação do GOE da Polícia Civil

O ex-vereador de Avanhandava, Freu Vargas, 58 anos, foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo na manhã desta terça-feira (18) durante cumprimento de mandado de busca e apreensão realizado por policiais civis do GOE (Grupo de Operações Especiais) de Araçatuba.

A ação ocorreu na casa do ex-vereador, em Avanhandava, durante uma investigação de crime de calúnia. Os investigadores apreenderam celulares, tablet e um computador que serão encaminhados para perícia.

AnuncianteClínica Fornari

Durante as buscas, foram encontradas duas armas de fogo sem registro, além de munições. Diante da situação, o ex-vereador seria autuado em flagrante na delegacia da Polícia Civil.

O caso será encaminhado à Justiça para audiência de custódia. Vargas foi candidato a prefeito de Avanhandava na eleição de 2016, mas não conseguiu se eleger.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Interior de SP

Justiça acata pedido do MP e decreta prisão de homem que feriu PM em Palestina

Publicado

em


Atendendo a pedido apresentado pelo promotor de Justiça de Palestina, Gustavo Myiazaki, a Justiça decretou, nesta segunda-feira (17/9), a prisão preventiva de Valdinei Molina Junior, que feriu duas pessoas usando a arma de um policial militar.

Molina Junior foi abordado pela polícia na última sexta-feira ao dirigir automóvel pelo município paulista sob efeito de bebida alcoólica. Durante a aproximação, o homem se apossou da arma de fogo do PM que atendia a ocorrência e atirou contra ele, atingindo o rosto do policial.

AnuncianteClínica Fornari

Os disparos, feitos na direção de clientes do posto de combustível, acabaram ferindo mais uma pessoa. Frequentadores do local imobilizaram o indivíduo e retiraram a arma de fogo de suas mãos.

Detido, Molina Junior foi levado à audiência de custódia, recebendo do Juízo a liberdade provisória, com aplicação de medidas cautelares diversas da prisão. Inconformada, a promotora de Justiça Ana Beatriz Pravuni Costa Silveira, que atuou na audiência, recorreu contra a decisão judicial.

Ao reforçar o pedido para decretação da prisão preventiva, Myiazaki alegou que, existe o risco de, em liberdade, Molina Junior voltar a delinquir, ressaltando que o homem é suspeito de ter praticado tentativas de homicídio contra duas pessoas, entre elas um policial militar.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Ação policial

TOR apreende 22 mil maços de cigarros após perseguição em Penápolis

Publicado

em

Condutor do veículo tentou fugir em alta velocidade mas foi seguido, abordado e preso na área urbana do município.

Policiais do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR) apreenderam na madrugada desta terça-feira (18) uma caminhonete com placas de Paranavaí/PR carregada com 22,5 mil maços de cigarros no município de Penápolis, na região de Araçatuba.

AnuncianteClínica Fornari

Durante operação na rodovia Assis Chateaubriand (SP-425) no km 287, os policiais rodoviários deram ordem de parada a um condutor de uma Toyota/Hilux preta, que ao ver que seria abordado, empreendeu fuga em alta velocidade.

Os policiais iniciaram um acompanhamento e com apoio de viaturas de rádio patrulhamento da PM de Penápolis, conseguiram realizar um cerco e abordar a caminhonete na área urbana do município.

Durante a abordagem e vistoria no veículo, os militares encontraram grande quantidade de cigarros de várias marcas contrabandeados do Paraguai.

O motorista de 23 anos confessou aos policiais que teria sido contratado para levar o veículo com o contrabando da cidade de São Jorge/PR até São José do Rio Preto, e que pelo transporte receberia a quantia de R$ 700.

Diante dos fatos, o homem recebeu voz de prisão e foi encaminhado a delegacia da Polícia Federal, em Araçatuba, onde após ser ouvido pelo delegado, foi autuado em flagrante por contrabando.

Ele permaneceu a disposição da justiça e será apresentado em audiência de custódia no fórum local.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS

error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998