Oi, o que você está procurando?

interior de SP

Tatuador usa técnica de hipnose durante sessões para clientes não sentirem dor

Profissional de Itapetininga afirma que as reclamações dos clientes o influenciaram a se especializar em hipnose.

Já imaginou dormir e, ao acordar, estar com a tatuagem dos sonhos já pronta no corpo sem sentir dor? É isso que o tatuador de Itapetininga (SP), Rico Ribeiro, promete oferecer aos seus clientes.

Para não sentir dor e nem ver o tempo passar, a única coisa que a pessoa precisa fazer é aceitar ser hipnotizada.

Em entrevista ao G1 para o Dia do Tatuador, comemorado nesta sexta-feira (20), Rico contou que aderiu à técnica de hipnose em abril deste ano após conhecer tatuadores que praticam hipnose em seus clientes e descobrir que poderia diminuir as dores que muitos reclamam.

Camille melo ficou hipnotizada por quase 1h10 em sessão num estúdio de Itapetininga (SP) (Foto: Matheus Fazolin/G1)

Ele, que também é policial, artista plástico e já escreveu um livro sobre o poder da mente, ressalta que a tatuagem e a hipnose – que faz com que a pessoa entre em um estado semelhante ao sono por indução – são dois processos que se encontram.

“Ouvia sempre muitas reclamações sobre a dor. Porém, nos casos em que as pessoas se propuseram a fazer a tatuagem com hipnose, tudo se desenrolou de maneira mais tranquila. Assim fui atrás de aprender a técnica fazendo cursos de hipnose em São Paulo”, afirma.

Durante a hipnose, tatuador fica com a mão na nuca da cliente em estúdio de Itapetininga (SP) (Foto: Matheus Fazolin/G1)

De acordo com o tatuador, há sintomas que configuram o transe, já que o corpo reflete quando está em indução. Segundo ele são:

  • A tatuagem não sangra porque a pressão sanguínea ficar alterada;
  • As pontas dos dedos ficam geladas;
  • O globo ocular fica todo branco;
  • O fluxo de respiração fica alterado;
  • A temperatura do corpo fica elevada.

De acordo com o Conselho Regional de Psicologia (CRP) a hipnose é usada como um recurso auxiliar de trabalho do psicólogo e é proibido, segundo regulamento, usar a técnica como mera demonstração fútil ou de caráter sensacionalista.

O CRP alegou, em nota, que não vai comentar o uso da técnica pelo tatuador.

Ao G1, a psicóloga Ana Laura Schliemann disse que a hipnose pode causar diversos efeitos em uma pessoa.

Ana ainda fala sobre a confiança em que uma pessoa precisa ter para se tatuar enquanto está hipnotizada.

“Você vai precisar se entregar totalmente a pessoa que estiver te tatuando. Será que isso é conveniente? Muitas pessoas não gostam da tatuagem quando estão fazendo, imagina quando estão hipnotizadas?”, diz.

“A tatuagem fica menos inchada quando é feita com hipnose”, afirma Camille Melo em estúdio de Itapetininga (SP) (Foto: Matheus Fazolin/G1)

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!