Oi, o que você está procurando?

Mundo

Hackers roubam dados de 1,5 milhão de pessoas em Singapura

Cibercriminosos roubaram os dados pessoais de aproximadamente 1,5 milhão de pessoas na Singapura, de acordo com informações divulgadas pelo governo local. A cidade-estado possui população de cerca de 5,6 milhões de pessoas.

Conforme um comunicado do Ministério da Saúde de Singapura, os hackers invadiram a base de dados do sistema de saúde local em um ataque “deliberado, direcionado e bem planejado”. “Não foi o trabalho de hackers ou gangues criminosas casuais.”

As informações roubadas são referentes aos cidadãos que visitaram clínicas médicas do grupo SingHealth entre 1º de maio de 2015 e 4 de julho de 2018.

Os dados roubados incluem nomes, endereços, datas de nascimento, mas não registros médicos, segundo o governo. Por outro lado, as informações roubadas incluem os medicamentos administrados em uma parte dos atendimentos.

“Informações sobre os medicamentos administrados nos ambulatórios cerca de 160 mil desses pacientes também foram copiados de forma não autorizada”, aponta o comunicado oficial sobre o caso.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!