Oi, o que você está procurando?

Beleza

Estresse possibilita surgimento precoce de rugas, flacidez e manchas

Várias doenças com sintomas físicos e psicológicos podem surgir por conta do estresse e ansiedade; muitas delas você pode sentir na pele: eczemas, dermatites, psoríase, urticária, acne e até alopecia.

Típica do mundo moderno com a velocidade da informação e a constante exigência por superação de metas (e de maneira rápida), a sensação de desconforto e irritação típicas do estresse, se provoca ou piora doenças, também pode envelhecer precocemente a pele:

‚ÄúUma pele que vive sobre descargas constantes de adrenalina e outros horm√īnios como cortisol e prolactina est√° mais propensa a ter rugas, pelo desequil√≠brio em cascata, j√° que esses horm√īnios potencializam o estado inflamat√≥rio persistente no tecido cut√Ęneo e fazem com que nossas c√©lulas tenham um tempo de vida e atividade diminu√≠das, acarretando perda da longevidade‚ÄĚ, explica a dermatologista Dra. Claudia Mar√ßal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia.

Estudos recentes indicam que o estresse causa manchas e rugas, além de atuar como um gatilho importante no aparecimento de doenças como acne, eczema e queda de cabelo.

Uma coisa √© comum em todas as doen√ßas e no processo de envelhecimento do tecido: a inflama√ß√£o. A dermatologista Dra. Thais Pepe, membro d a Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia, argumenta que muitos tipos de c√©lulas da pele, incluindo c√©lulas imunol√≥gicas e c√©lulas endoteliais (c√©lulas que alinham os vasos sangu√≠neos), podem ser reguladas por neuropept√≠deos e neurotransmissores, que s√£o subst√Ęncias qu√≠micas liberadas pelas termina√ß√Ķes nervosas da pele.

‚ÄúO estresse pode liberar um n√≠vel maior dessas subst√Ęncias e, quando isso ocorre, pode afetar o modo com o qual nosso corpo responde a muitas fun√ß√Ķes importantes, como sensa√ß√£o e controle do fluxo sangu√≠neo. Al√©m disso, a libera√ß√£o desses produtos qu√≠micos pode levar √† inflama√ß√£o da pele‚ÄĚ, explica a m√©dica de S√£o Paulo.

Segundo o pesquisador em Cosmetologia Lucas Portilho, que é farmacêutico e diretor científico da Consulfarma, na maioria das vezes, os problemas ocorrem devido a liberação de mediadores inflamatórios e a ativação de mecanismos de defesa que atuam de forma negativa na pele.

‚ÄúPor exemplo, horm√īnios como cortisol, s√£o aumentados em pessoas com alto n√≠vel de estresse e podem impactar negativamente gerando manchas na pele. O cortisol est√° relacionado com um pr√≥ horm√īnio denominado POMC (pro-√≥piomelanocortina) que induz a forma√ß√£o de melanina (pigmento que d√° cor √† pele)‚ÄĚ, acrescenta Lucas.

‚ÄúO estresse tamb√©m libera catecolaminas, como a adrenalina, conhecida como ‚Äėhorm√īnio da fuga‚Äô que leva a acelera√ß√£o dos batimentos card√≠acos e na pele interfere na produ√ß√£o de melanina, podendo causar manchas e diminui√ß√£o da produ√ß√£o de col√°geno pelos fibroblastos‚ÄĚ, pontua o pesquisador.

‚ÄúPor conta da inflama√ß√£o causada pelo estresse, a pele perde elasticidade, torna-se mais seca, fl√°cida, perde o brilho, aparecem as rugas e o processo de cicatriza√ß√£o fica mais lento‚ÄĚ, acrescenta o Dr. Jardis Volpe, dermatologista da Cl√≠nica Volpe (SP).

A Dra. Thais Pepe também lembra que ao atuar nas células imunológicas e enfraquecendo a função de barreira da pele, o estresse pode deixar a pele mais suscetível às ameaças ambientais relacionadas ao fotoenvelhecimento, como raios UV e poluição.

Os coment√°rios aqui n√£o refletem a opini√£o do site, e s√£o de responsabilidade do autor. O coment√°rio N√ÉO √Č PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!