Fique Conectado

POLÊMICA

Nego do Borel polemiza ao beijar bonitão da TV em novo clipe

Em 'Me Solta', o cantor aparece vestido de mulher e comanda o baile funk no Morro do Borel

Publicado

em

Gravado no Morro do Borel, o novo clipe de Nego do Borel já é sucesso. Lançado nesta segunda-feira (9), ‘Me Solta’ traz o funkeiro vestido de mulher, com direito a beijaço na boca do bonitão Jonathan Dobal, modelo que integra o elenco do programa ‘Ferdinando Show’, do Multishow.

Na web, usuários das redes sociais chama Borel de oportunista porque o cantor já apareceu ao lado do candidato à presidência do Brasil Jair Bolsonaro, acusado de ser contra os direitos da comunidade LGBT.

Deixe sua opinião

Notícias ao Minuto

PROGRAMAÇÃO

Black Friday: oito orientações para não se endividar

Publicado

em

© Rovena Rosa/Agência Brasil

As promoções da Black Friday, no próximo dia 23, já estão começando a aparecer e o quanto antes se programar para essa data, melhor as chances de fazer bons negócios. As expectativas do mercado são otimistas: de acordo com um levantamento do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) 16% dos comerciantes brasileiros pretendem aderir à Black Friday, sendo que um em cada quatro acreditam que as vendas serão melhores do que no ano passado. Já 35% espera um resultado igual e apenas 10% acreditam que as vendas irão cair.

Mas diante de tantas oportunidades é preciso ficar atento para não comprometer as finanças e aproveitar esse tempo para fazer uma boa pesquisa em sites e lojas, tendo assim a certeza de que fará um bom negócio, fugindo das compras por impulso, que no futuro poderão trazer dívidas desnecessárias.

Veja abaixo oito orientações para aproveitar a Black Friday sem comprometer o orçamento:

1) Não compre se para isso precisa se endividar. Parcelamento também é uma forma de dívida. Se for inevitável, tenha certeza de que cabe no orçamento.

2) Analise se a compra não trará custos extras para a família ou para a pessoa posteriormente.

3) Se antecipe à Black Friday, pesquisando os preços dos produtos que deseja comprar para ver se os descontos que darão realmente são interessantes.

4) Faça uma lista detalhada de tudo que pretende comprar e quem deseja presentear e quanto pretende gastar com cada um.

5) Se estiver em situação financeira problemática, e quiser adiantar as compras de Natal, uma dica é priorizar as crianças. Será mais fácil explicar para os adultos o jovens o motivo de não receberem presentes.

6) Utilize a internet como meio de pesquisa, mas cuidado, só acesse e compre em sites confiáveis, crimes digitais são cada vez mais comuns.

7) Se prepare para ir às compras nas lojas com tempo e roupas confortáveis, além disso é importante uma dose extra de paciência, evitando que se compre rapidamente para acabar com o martírio.

8) Procure, por meio de conversas, saber quais são os reais desejos das pessoas. Muitas vezes se compra coisas caras, sendo que presentes baratos seriam muito mais bem vindos.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

ESPAÇO

Astrônomos detectam ‘superterra’ a apenas 6 anos-luz de distância

Publicado

em

SALVADOR NOGUEIRA – Com muito processamento e cerca de 20 anos de dados de observações, um grupo internacional de astrônomos detectou evidências de um planeta orbitando a Estrela de Barnard, localizada a apenas 6 anos-luz de distância.

Trata-se da estrela solitária mais próxima do Sol, que só não está mais perto que o sistema trinário Alfa Centauri (4,3 anos-luz). Isso anima os pesquisadores quanto às possibilidades de fazer observações diretas da luz do planeta com a próxima geração de telescópios e caracterizá-lo detalhadamente.

O planeta é uma superterra -com porte um pouco maior que o do nosso- e completa uma volta em torno de sua estrela a cada 233 dias. Se fosse no Sistema Solar, sua órbita seria um pouquinho maior que a de Vênus. Mas a Estrela de Barnard é bem menor e menos brilhante que o Sol, o que significa que, a essa distância, o mundo recém-descoberto deve ser um deserto gélido e hostil à vida, com temperatura estimada em -170 °C.

A descoberta foi feita pelo método de velocidade radial, também conhecido como o do “bamboleio gravitacional”. A lógica é que, conforme um planeta gira ao redor da estrela, ele induz um suave movimento na estrela, para lá e para cá, que altera o comprimento de onda da luz que emana dela. Ao monitorar um padrão repetitivo, os pesquisadores podem deduzir a distância e um valor mínimo da massa do planeta responsável.

Na teoria é simples. Na prática é mais complicado, porque a atividade estelar pode ser confundida com o padrão induzido pelo planeta.

“É, foi difícil”, diz Guillem Anglada-Escudé, pesquisador da Queen Mary University, de Londres, e coautor do trabalho, publicado nesta semana na revista Nature. “E a detecção não é tão limpa quanto gostaríamos. Mas é hora de reportar, já que as evidências são muito fortes.”

+ Nasa mostra incêndios na Califórnia vistos do espaço

Além de vasculhar a base de dados com cerca de 20 anos de observações da Estrela de Barnard, com sete instrumentos diferentes, a equipe lançou mão de uma temporada de novas observações com os espectrógrafos Harps, do ESO (Observatório Europeu do Sul), e Carmenes, do Observatório de Calar Alto, na Espanha.

Com uma análise cuidadosa dos dados, antigos e novos, os pesquisadores calculam a chance de um falso positivo em menos de 1%.

Para os fissurados por astronomia, não passará despercebido o fato de que há muito tempo já se fala em planetas orbitando a Estrela de Barnard.

O astro ganhou esse nome graças às observações reportadas em 1916 pelo astrônomo americano Edward E. Barnard. Ele notou que a estrela, localizada na constelação de Ofiúco, estava mudando de lugar no céu em alta velocidade, deslocando-se depressa com relação a nós.

Mas o bicho pegou mesmo nos anos 1960, quando o holandês Peter van de Kamp disse ter descoberto evidências de planetas gigantes gasosos ao redor da estrela.

Ué, mas o primeiro exoplaneta descoberto ao redor de uma estrela ativa não veio só em 1995? Pois é. Embora tenha passado duas décadas reportando esses planetas gigantes gasosos ao redor da Estrela de Barnard, no fim ficou demonstrado que as “descobertas” de Van de Kamp eram falsos positivos, causados por efeitos induzidos por algo tão trivial quando o processo de manutenção do telescópio.

Fato é que, desde então, cientistas têm procurado os “verdadeiros” planetas de Barnard. Agora acharam o primeiro. E, veja só, talvez exista também um gigante gasoso ao redor dela, como sugeria – por motivos errados – Van de Kamp.

“Há evidências muito fortes de um padrão que tipicamente indicaria a presença de um planeta gigante gasoso – maior que Netuno – com período orbital muito longo, mas o conjunto de dados não é ainda suficiente para dizer muito mais que isso”, diz Anglada-Escudé.

Em artigo científico, os cientistas sugerem que esse gigante gasoso, se existir, deve completar uma volta ao redor da Estrela de Barnard a cada 18 anos. Mas, com os dados à disposição, ainda é cedo para afirmar que ele realmente esteja lá.

E planetas interiores, mais próximos da estrela? Poderia haver algum? Improvável, mas não impossível.

“Parece não haver nenhum planeta ‘significativo’ dentro da órbita do Estrela de Barnard b”, diz Anglada-Escudé. “Poderíamos ter detectado coisas tão pequenas quanto a Terra e não vimos nada até agora. Isso não significa que eles não estão lá – poderia haver planetas numa órbita inclinada que não teríamos como detectar –, mas não há evidências para qualquer mundo como a Terra, ‘ameno’, até agora.”

Ou seja, diferentemente do Sol e de Proxima Centauri, a Estrela de Barnard parece não ter ganho na loteria cósmica dos planetas potencialmente habitáveis. Mas isso não torna a atual descoberta menos importante. Com informações da Folhapress

Deixe sua opinião

Continue Lendo

SINTOMAS

Cansaço pode ser indício de insuficiência cardíaca

Publicado

em

Sentir cansaço excessivo pode indicar muito mais do que falta de tempo para descanso: tendo-o como principal sintoma, a insuficiência cardíaca é uma doença em que o coração não consegue bombear o sangue necessário para o corpo inteiro, podendo prejudicar o funcionamento do organismo. Segundo levantamento da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), são mais de 2 milhões de casos de insuficiência cardíaca por ano no Brasil.

Segundo o cirurgião cardíaco e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, Dr. Élcio Pires Júnior, a insuficiência cardíaca é uma doença silenciosa. “A maioria dos pacientes não sentem sintomas nos primeiros estágios da doença, pois acreditam que a fadiga e a falta de ar aconteçam devido ao envelhecimento”, comenta.

Cansaço causado pela insuficiência cardíaca

A insuficiência cardíaca é uma doença lenta e gradativa: a fraqueza e o cansaço vão ficando cada vez mais recorrentes, indo da fadiga ao realizar esforços até que o paciente com quadro mais avançado se canse com atividades mais comuns, como tomar banho e escovar os dentes. “Isso acontece devido ao baixo fluxo sanguíneo. É por isso que pessoas com insuficiência não conseguem ficar tanto tempo deitadas, pois há um tipo de congestionamento no sangue que vai para o pulmão e o que volta para o coração, causando a falta de ar”, explica o especialista.

Insuficiência cardíaca acontece apenas em idosos?

Embora os idosos sejam o grupo etário mais atingido pela doença, a insuficiência cardíaca pode acontecer em qualquer idade, dependendo principalmente do estilo de vida que se tem. “Quando envelhecemos, sofremos alterações no coração que fazem com que os batimentos cardíacos não sejam tão eficazes. Porém, a insuficiência pode também aparecer repentinamente, sem ter a idade como um dos fatores”, conta Élcio.

Outros sintomas e novos tratamentos

A insuficiência cardíaca pode ocorrer devido há vários fatores: tabagismo, hipertensão, obesidade, diabetes, uso de drogas, alcoolismo doenças pulmonares. Resultando em outros sintomas como tosse, inchaço nos pés e abdome, ganho de peso, perda de apetite, dificuldade para dormir, náuseas e vômitos.

Após mais de uma década sem novos tratamentos para a doença, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) recentemente aprovou um medicamento que duplica o efeito do enalapril, medicamento que controla a hipertensão e a insuficiência cardíaca. “O novo medicamento é um composto desacubitril e valsartana que ajuda o funcionamento do coração e causa o relaxamento dos vasos, melhorando o fluxo sanguíneo”, finaliza o cirurgião.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

R$ 187 milhões

Leilão de diamante raro bate recorde

Publicado

em

Um raro diamante rosa chamado de ‘Legado Rosa’ (na tradução em português) foi leiloado na terça-feira (13) por 50 milhões de dólares (mais de R$ 187 milhões). Segundo a casa de leilões Christie’s, o Legado Rosa bateu o recorde no valor arrecado por quilate para uma pedra deste tipo e coloração.

“2,6 milhões de dólares por quilate é um recorde mundial. Essa pedra é para mim o Leonardo da Vinci dos diamantes”, destacou o diretor da Christie’s na Europa, François Curiel.

Antigamente, o Legado Rosa pertenceu à família Oppenheimer, que durante décadas dirigiu a empresa mineradora de diamantes De Beers. A casa de leilão se recusou a dizer o nome do atual vendedor e afirmou que apenas quatro diamantes rosa com mais de 10 quilates já foram oferecidos em leilões.

O Legado Rosa foi comprado pela marca de luxo americana Harry Wilson. A pedra de corte retangular foi classificada com cor extraordinária, a mais alta na escala de intensidade de coloração. Ela está ainda entre as gemas mais quimicamente puras.

Segundo a Christie’s, o diamante foi descoberto há cerca de um século numa mina na África do Sul e, provavelmente, foi lapidado na década de 1920. O corte retangular é raro em diamantes coloridos.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS

error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998