Fique Conectado

Araçatuba

Custo Unitário Básico da construção civil na região sobe pelo sexto mês consecutivo

No levantamento mensal feito pelo Sinduscon OESP os gastos das construtoras com mão de obra correspondem a quase 60% do valor total do metro quadrado

Publicado

em

Anunciante

Pelo sexto mês seguido neste ano, subiu o Custo Unitário Básico por metro quadrado (CUB/m²) na região de Araçatuba (SP). Em junho deste ano, o preço chegou a R$ 1.352,38, o que representa 0,12% de elevação quando comparado ao mês anterior, e 2,56%, nos últimos 12 meses. A informação faz parte de levantamento mensal feito pelo Sinduscon OESP (Sindicato das Indústrias da Construção Civil da Região Oeste do Estado de São Paulo), junto às empresas associadas.

No estado de São Paulo, o CUB teve alta de 0,63% entre maio e junho e encerrou o mês em R$ 1.356,94 por metro quadrado. Nos últimos 12 meses, o indicador cresceu 3,03% (somente em março não houve aumento). No país, no mesmo período, o CUB/m² foi de R$ 1.340,97 (alta de 0,22% sobre o mesmo período do ano passado).

AnuncianteClínica Fornari

Com isso, mês a mês neste ano está mais caro construir um imóvel classificado como projeto-padrão, também chamado de padrão normal, que se refere a uma residência com garagem, pilotis (pilares em concreto armado que sustentam uma construção), oito pavimentos e três quartos, dois banheiros, uma sala, de 60 metros quadrados.

A mão de obra é o fator que mais impacta o CUB/ m². Segundo levantamento do Sinduscon OESP, as despesas com mão de obra, incluindo os encargos sociais, em abril, foram de R$ 810,93 (ou 59,96% do total). Outras despesas que formaram o CUB do mês anterior foram material (R$ 458,61 ou 33,91%), despesas administrativas (R$ 75,66 ou 5,59%) e equipamentos (R$ 7,18 ou 0,53%).

A sequência de altas não desanimam o presidente do Sinduscon OESP, Aurélio Luiz de Oliveira Júnior, que vem fazendo avaliações otimistas para o setor desde o final de 2017. Para ele, o momento atual continua favorável para a construção civil.

“Estamos confiantes. Apesar de os custos aumentarem, os juros caíram e a conjuntura econômico melhorou. E, como venho dizendo, o mais importante que devemos ter em mente é que o momento acaba sendo excelente para a aquisição de imóveis, pois as construtoras vão repassar esses custos mais elevados para o cliente (o que ainda não ocorreu)”, explica.

Entenda o CUB

O Custo Unitário Básico (CUB/m²) é o custo por metro quadrado de construção do projeto-padrão considerado, calculado de acordo com a metodologia estabelecida na legislação, pelos Sindicatos da Indústria da Construção Civil, em atendimento ao disposto no artigo 54 da Lei nº 4.591/64, e que serve de base para avaliação de parte dos custos de construção das edificações.

Portanto, o CUB/m² representa o custo parcial da obra, isto é, não considera os demais custos adicionais. E segue normatização da NBR 12.721/1998, da associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Teve origem por meio da Lei Federal 4.591 de 16 de dezembro de 1964, que determina aos sindicatos da indústria da construção civil que divulguem, até o dia 5 de cada mês, os custos unitários de construção a serem adotados nas respectivas regiões jurisdicionais, calculados com observância dos critérios e normas a que se refere a legislação.

Para efeito de registro, os sindicatos enviam o CUB/m² para as delegacias regionais da Receita Federal, prefeituras e cartórios de registros de imóveis, além dos profissionais e empresas da área que solicitam o documento.

O Sinduscon OESP
O Sinduscon OESP foi fundado em 1991, abrange os 42 municípios da região administrativa de Araçatuba, e possui atualmente cerca de 30 associados, dentre empresas de obras residenciais, comerciais, industriais, habitação popular, obras públicas e privadas.

As principais atribuições do sindicato são assessorar os associados em suas necessidades técnicas e operacionais de construção civil, assim como representa-los coletivamente em situações administrativas, legislativas e jurídicas, e também emitir e divulgar pareceres sobre projetos de qualquer natureza, que digam respeito, direta ou indiretamente, aos seus interesses.

Deixe sua opinião

Melhor Notícia
Anunciante

NINGUÉM SE FERIU

Galpões do aeroporto de Penápolis ficam destruídos após temporal

Publicado

em

Galpões do aeroporto de Penápolis ficaram destruídos após temporal — Foto: Arquivo Pessoal

Dois galpões do aeroporto de Penápolis (SP) ficaram destruídos durante o temporal que atingiu a cidade na tarde desta terça-feira (18). A estrada que leva ao aeroporto ficou tomada pela lama e precisou ser interditada.

O forro de PVC da entrada do pronto socorro da cidade também caiu com a força do vento e atingiu um carro que estava estacionado no local, mas ninguém ficou ferido. Apesar dos estragos, os pacientes estão sendo atendidos normalmente na unidade de saúde.

AnuncianteClínica Fornari

A chuva, que durou cerca de 20 minutos, também derrubou placas de trânsito, postes de energia elétrica e árvores. Algumas delas danificaram muros e um carro.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para retirar as árvores que caíram na cidade e não há registro de desabrigados. Alguns bairros apresentaram falta de energia elétrica até a noite desta terça-feira.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Araçatuba

Crianças de Emeb concluem projeto “Semana da Pátria e Hino Nacional”

Publicado

em

Alunos do 5º ano da Emeb Euza Neuza Marcondes Larios, de Araçatuba, encerraram, na noite de segunda-feira (17), o projetoSemana da Pátria e Hino Nacional, de realização das secretarias municipais de Cultura e de Educação de Araçatuba, Rotary Clube Cruzeiro do Sul e Polícia Militar.

O projeto Semana da Pátria e Hino Nacional ocorreu de 9 de agosto a 4 de setembro, com 30 crianças do 5º ano da Emeb Euza Neuza Marcondes Lários, no bairro Hilda Mandarino. As atividades ocorreu na Biblioteca Comunitária da Base da Polícia Militar do mesmo bairro.

AnuncianteClínica Fornari

As crianças foram orientadas pela autora e musicista Maria Zei Biagioni, que utilizou o Hino Nacional para trabalhar várias linguagens, como português, história, geografia, cidadania, patriotismo e postura, bem como aprender a cantar o hino corretamente e interpretar a letra.

Durante o encerramento do projeto, que aconteceu na sede social do Rotary Araçatuba, as crianças cantaram o Hino Nacional para familiares e autoridades. Como resultado do trabalho, todos os alunos produziram pequenos livros contendo as estrofes do Hino Nacional e desenhos de acordo com o que entenderam.

O prefeito Dilador Borges parabenizou Maria Zei Biagioni pela iniciativa.

“Um trabalho como esse nos lembra da necessidade de reforçar o patriotismo. Minha geração e outras que vieram depois perderam os valores cívicos. Vejo nesse projeto uma grande oportunidade de valorização da bandeira, do brasão e outros itens que compõem nossos símbolos nacionais. Todos esses itens têm muito significado”.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

trânsito

Mobilidade Urbana altera trecho da rua Saldanha Marinho, em Araçatuba

Publicado

em

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (SMMU) de Araçatuba informa que, a partir desta sexta-feira (21), parte da rua Saldanha Marinho sofrerá alteração na circulação do trânsito.

O trecho, compreendido entre a rua Júlio César Ribeiro e avenida Prestes Maia, ao lado da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), passará a ter sentido único de circulação, centro – bairro.

AnuncianteClínica Fornari

De acordo com o assessor executivo da SMMU, Reginaldo Frare, a alteração tem por objetivo principal proporcionar maiores condições de segurança para os usuários da via, em especial para as operações de embarque e desembarque e travessia de pedestres portadores de necessidades especiais.

“A alteração tem potencial para reduzir o número de pontos de conflito (convergência de fluxos de sentidos opostos), fato que reduz a probabilidade de acidentes”.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

meio ambiente

Samar realiza em setembro a 4ª Pedalada pela Sustentabilidade

Publicado

em

Durante as comemorações da Semana da Árvore e Rio Tietê, a Samar, em parceria com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Sustentabilidade, realizará, no dia 23 de setembro, a partir das 09h, a 4 ª Pedalada pela Sustentabilidade.

Este será o quarto ano consecutivo do evento que tem como objetivo reunir as famílias para promover o uso de bicicleta de forma saudável e sustentável; e também incentivar o plantio de árvores no perímetro urbano.

AnuncianteClínica Fornari

O evento tem parceria com a ONG Clube da Árvore, Rotaract- Clube parceiro do Rotary, Etec Araçatuba e dos profissionais de ciclismo da Roda Livre. Este ano a pedalada será realizada em frente à Estação de Tratamento de Água Tietê, localizada na avenida Prestes Maia, s/n, no bairro Ipanema, região norte do município. Serão aproximadamente seis quilômetros de percurso com pontos de hidratação e sistema de segurança para os participantes.

O passeio ciclístico é aberto para todas as idades, sendo apenas necessário realizar a inscrição antecipadamente pelo site www.samar.eco.br ou com os parceiros do evento. As inscrições são gratuitas e todos os participantes serão incentivados a doar um quilo de alimento que será destinado para a instituição Lar Caminho de Nazaré, que atende crianças e adolescentes em situação de risco.

Além do passeio, o evento terá atrações como café da manhã, pontos de hidratação com sucos e frutas e sorteio de brindes.

Soluções Ambientais

Como empresa de soluções ambientais, a Samar incluiu o Dia da Árvore (21/09) e Dia do Rio Tietê (22/09) no seu calendário anual de comemorações com o objetivo de promover ações de conscientização sobre plantio de árvores para superar o déficit arbóreo da cidade e também para promover iniciativas de preservação do rio Tietê, hoje responsável por 20% do abastecimento da zona norte da cidade.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS

error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998