Connect with us

Araçatuba

Custo Unitário Básico da construção civil na região sobe pelo sexto mês consecutivo

No levantamento mensal feito pelo Sinduscon OESP os gastos das construtoras com mão de obra correspondem a quase 60% do valor total do metro quadrado
Alex Mesmer

Publicado

em



Pelo sexto mês seguido neste ano, subiu o Custo Unitário Básico por metro quadrado (CUB/m²) na região de Araçatuba (SP). Em junho deste ano, o preço chegou a R$ 1.352,38, o que representa 0,12% de elevação quando comparado ao mês anterior, e 2,56%, nos últimos 12 meses. A informação faz parte de levantamento mensal feito pelo Sinduscon OESP (Sindicato das Indústrias da Construção Civil da Região Oeste do Estado de São Paulo), junto às empresas associadas.

No estado de São Paulo, o CUB teve alta de 0,63% entre maio e junho e encerrou o mês em R$ 1.356,94 por metro quadrado. Nos últimos 12 meses, o indicador cresceu 3,03% (somente em março não houve aumento). No país, no mesmo período, o CUB/m² foi de R$ 1.340,97 (alta de 0,22% sobre o mesmo período do ano passado).

Com isso, mês a mês neste ano está mais caro construir um imóvel classificado como projeto-padrão, também chamado de padrão normal, que se refere a uma residência com garagem, pilotis (pilares em concreto armado que sustentam uma construção), oito pavimentos e três quartos, dois banheiros, uma sala, de 60 metros quadrados.

A mão de obra é o fator que mais impacta o CUB/ m². Segundo levantamento do Sinduscon OESP, as despesas com mão de obra, incluindo os encargos sociais, em abril, foram de R$ 810,93 (ou 59,96% do total). Outras despesas que formaram o CUB do mês anterior foram material (R$ 458,61 ou 33,91%), despesas administrativas (R$ 75,66 ou 5,59%) e equipamentos (R$ 7,18 ou 0,53%).

A sequência de altas não desanimam o presidente do Sinduscon OESP, Aurélio Luiz de Oliveira Júnior, que vem fazendo avaliações otimistas para o setor desde o final de 2017. Para ele, o momento atual continua favorável para a construção civil.

“Estamos confiantes. Apesar de os custos aumentarem, os juros caíram e a conjuntura econômico melhorou. E, como venho dizendo, o mais importante que devemos ter em mente é que o momento acaba sendo excelente para a aquisição de imóveis, pois as construtoras vão repassar esses custos mais elevados para o cliente (o que ainda não ocorreu)”, explica.

Entenda o CUB

O Custo Unitário Básico (CUB/m²) é o custo por metro quadrado de construção do projeto-padrão considerado, calculado de acordo com a metodologia estabelecida na legislação, pelos Sindicatos da Indústria da Construção Civil, em atendimento ao disposto no artigo 54 da Lei nº 4.591/64, e que serve de base para avaliação de parte dos custos de construção das edificações.

Portanto, o CUB/m² representa o custo parcial da obra, isto é, não considera os demais custos adicionais. E segue normatização da NBR 12.721/1998, da associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Teve origem por meio da Lei Federal 4.591 de 16 de dezembro de 1964, que determina aos sindicatos da indústria da construção civil que divulguem, até o dia 5 de cada mês, os custos unitários de construção a serem adotados nas respectivas regiões jurisdicionais, calculados com observância dos critérios e normas a que se refere a legislação.

Para efeito de registro, os sindicatos enviam o CUB/m² para as delegacias regionais da Receita Federal, prefeituras e cartórios de registros de imóveis, além dos profissionais e empresas da área que solicitam o documento.

O Sinduscon OESP
O Sinduscon OESP foi fundado em 1991, abrange os 42 municípios da região administrativa de Araçatuba, e possui atualmente cerca de 30 associados, dentre empresas de obras residenciais, comerciais, industriais, habitação popular, obras públicas e privadas.

As principais atribuições do sindicato são assessorar os associados em suas necessidades técnicas e operacionais de construção civil, assim como representa-los coletivamente em situações administrativas, legislativas e jurídicas, e também emitir e divulgar pareceres sobre projetos de qualquer natureza, que digam respeito, direta ou indiretamente, aos seus interesses.

Deixe sua opinião

Fonte: Melhor Notícia
Anunciante

Últimas Notícias

Mulher bate o carro em rodovia de Araçatuba após ser ‘fechada’ por carreta

Alex Mesmer

Publicado

em

Acidente ocorreu no final da noite desta terça-feira (19) na rodovia Elyeser Montenegro Magalhães, em Araçatuba

Uma mulher de 38 anos ficou ferida após bater o carro que dirigia em uma defensa de concreto na rodovia Elyeser Montenegro Magalhães (SP-463), em Araçatuba.

O acidente ocorreu no final da noite de ontem (19) na pista sentido Santo Antônio do Aracanguá a Araçatuba. A vítima, que sofreu ferimentos na cabeça e na perna, passaria a noite internada na Santa Casa de Araçatuba. O estado de saúde é considerado estável.

De acordo com as primeiras informações, a mulher teria perdido o controle da direção ao ser fechada por uma carreta, ainda não identificada.

Descontrolado, o carro bateu na mureta de concreto que separa as pistas da rodovia, na altura do quilômetro 46.

A motorista foi socorrida pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros. O carro ficou bastante danificado. A Polícia Militar Rodoviária isolou parte da pista até a remoção do veículo. O acidente será apurado pela Polícia Civil.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Câmara

Regulamentação de veículos de tração animal será votada nesta terça, em Birigui

Alex Mesmer

Publicado

em

Vereadora Carla Bianchi indicou projeto ao prefeito Cristiano Salmeirão/ Arquivo Folha da Região

A Câmara de Birigui votará na noite desta terça-feira, 19, um projeto de autoria do prefeito Cristiano Salmeirão (PTB), após indicação da vereadora Carla Bianchi (PSD) que regulamenta os veículos de tração animal no município. A proposta apresenta algumas modificações em relação à primeira, protocolizada no ano passado, que foi retirada de tramitação.

Uma das alterações foi em relação ao período em que o proprietário tem que levar seu animal para passar por exames, feitos por veterinário da prefeitura, para verificar se ele está em boas condições de saúde e se não está sendo levado a esforço físico inadequado. Anteriormente, o dono do animal teria que levá-lo a cada quatro meses.

Na nova propositura, esse prazo foi estendido para seis meses.

Também foi acrescentado a esse artigo a proibição de uso de chicote ou qualquer tipo de objeto que maltrate o animal.

Permanecem na lei a obrigação de o proprietário realizar o tratamento do animal, caso fique constatado que ele não está em boas condições de saúde; e a exigência de o proprietário cuidar do animal quando ele não puder mais servir ao trabalho, com alimento, medicação e manutenção em local apropriado e limpo.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

apuração

OS abre sindicância para investigar médica que negou atendimento a menino de oito anos no PSM

Alex Mesmer

Publicado

em

A Organização Social Irmandade Santa Casa de Birigui, que administra os serviços de urgência e emergência de Araçatuba, informou que abriu uma sindicância para investigar o caso de uma médica que teria se negado a atender uma criança de oito anos de idade no pronto-socorro municipal.

A denúncia foi feita pela mãe do menino, que é autista. Ela procurou a polícia na noite desta segunda-feira (18) para registrar um boletim de ocorrência. À polícia, ela disse que a médica não estava em atendimento e jogava no celular no momento em que pediu para que a profissional atendesse seu filho.

“A Organização Social de Saúde lamenta o fato ocorrido. A direção da OS, juntamente com a coordenação pediátrica, tomará medidas administrativas relacionadas aos fatos, após apuração de uma sindicância interna que já foi instaurada”, informou a Irmandade, por meio de nota.

A entidade admitiu que a médica estava no consultório pediátrico e ressaltou que a orientação aos profissionais é para que as crianças maiores de seis anos sejam atendidas, caso não haja consulta na faixa etária estabelecida no contrato de gestão firmado entre a OS e a Prefeitura.

Pelo contrato, os médicos devem atender, prioritariamente, as crianças de zero a seis anos de idade. Quanto ao uso do celular, os fatos já estão sendo apurados, informou a Organização Social.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

TRANSPORTES

Araçatuba mobiliza região na tentativa de atrair empresa aérea

Fabio Shiz

Publicado

em

A Prefeitura de Araçatuba iniciou movimento regional junto a
prefeitos, empresários e setores interessados da região com objetivo de
atrair a Gol Linhas Aéreas a operar no Aeroporto Internacional Dario
Guarita. A reunião dessas lideranças de setor está programada para
sexta-feira (22), no Salão Azul do Paço Municipal, às 15h.

O prefeito Dilador Borges desenvolve, até sexta-feira, contato direto com
43 municípios da região de Araçatuba e o secretário municipal Marcelo
Astolphi Mazzei, que comanda as pastas de Turismo, de Desenvolvimento
Agroindustrial e de Desenvolvimento Econômico e Relações do Trabalho,
articula a manifestação do empresariado local e regional, dos diversos
setores de produção, comércio e serviços.

Na semana passada, o prefeito e equipe estiveram em São Paulo em
encontro com membros da empresa Gol Linhas Aéreas e outras autoridades,
apresentando Araçatuba e região para a companhia. Segundo Mazzei, a empresa
ficou bastante impressionada e as tratativas estão em ritmo acelerado.

Participaram da reunião na capital o presidente da Gol, Paulo Sérgio
Kakinoff; o vice-presidente de Vendas e Marketing, Eduardo Bernardes Neto;
o diretor executivo de Relações Institucionais e Sustentabilidade, Claudio
Neves Borges; o especialista em Relações Institucionais, Marcos Tognato da
Silva; o diretor adjunto da FIESP, José Vitor Mamede; o presidente do
SIRAN, Fabio Brancato; o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico
e Relações do Trabalho, Marcelo Mazzei, e os diretores da secretaria de
Desenvolvimento Econômico e Relações do Trabalho de Araçatuba, Arnaldo
Vieira Filho e Celso Gatto.

“Prefeitura, empresários, população em geral, temos que mostrar que
queremos mais, que temos demanda para esse crescimento. A hora de nos
engajarmos é agora. A sociedade clama por esta oportunidade há muitos anos
e tem que se envolver efetivamente, mostrando a força socioeconômica da
região”, convoca o prefeito.

“O Nosso empenho é mostrar, mais uma vez, que Araçatuba pode centralizar e,
ao mesmo tempo, contribuir para o desenvolvimento da região. Empresas do
porte da Gol representam o reconhecimento da nossa região como pólo de
investimento e expansão de negócios e isso nós precisamos mostrar, porque
temos essa força”, concorda o secretário Mazzei.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS