Fique Conectado

HÁBITO

Lavar o frango antes de cozinhar não é uma boa ideia. Entenda

Na verdade, só espalha as bactérias

Publicado 

em

Anunciante

Lavar o frango antes de cozinhar não é uma boa ideia. De acordo com o blog Sem Frescura, do UOL, quando se coloca a carne crua embaixo da torneira, está só espalhando as bactérias do animal.

Ao lavá-lo, as bactérias podem se esconder até embaixo das bolinhas que o frango tem na pele, além de poder aumentar os riscos de salmonella.

De acordo com o blog, a forma correta de limpar o frango antes de cozinhar é mandá-lo para o fogo. O calor garante a eliminação das bactérias.

Filipe Fornari

Deixe sua opinião

Fonte:
NOTÍCIAS AO MINUTO
Anunciante

Gastronomia

Aprenda a fazer um risoto milanês

A versão mais aceita da origem do prato é de que foi criado em 1574 por um jovem aprendiz de pintor

risoto milanês tem como sua característica principal a cor amarelada, obtida pela adição de açafrão à receita. A versão mais aceita da origem do prato é de que foi criado em 1574 por um jovem aprendiz de pintor que auxiliava na coloração dos vitrais da magnífica Duomo di Milano (catedral de Milão, em estilo gótico).

Conta a lenda que Valério de Flanders era chamado, debochadamente, de açafrão. Esse apelido surgiu porque Valério era conhecido por adicionar açafrão em praticamente todas as misturas de tintas.

O argumento era que o açafrão gerava uma cor de pigmento mais brilhoso. Pois bem, tanto ele usava a tal planta que, um dia, um de seus colegas comentou que ele acabaria colocando o açafrão até na comida.

Excelente acompanhamento para qualquer tipo de carne, este risoto é um clássico da gastronomia, muito fácil de preparar e simplesmente delicioso. Anote a receita e se delicie!

Filipe Fornari

INGREDIENTES

  • 8 xícaras (chá) de caldo de frango fervente
  • 1 xícara (chá) de vinho branco seco
  • 1 cebola pequena picada
  • 1/2 xícara (chá) de manteiga
  • 1 1/2 xícara (chá) de arroz arbório
  • 1 envelope de estigma de açafrão (filamento ou pistilo)
  • 4 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado

MODO DE PREPARO

  1. Retire do fogo e junte a manteiga restante e o queijo parmesão. Misture, tampe a panela e deixe descansar por cerca de 2 minutos.
  2. Misture o açafrão em 1 xícara do caldo fervente e adicione à panela do arroz.
  3. Em uma panela média, junte metade da manteiga e a cebola e refogue em fogo médio, mexendo sempre, por 2 minutos ou até que a cebola esteja macia.
  4. Adicione o arroz e refogue, mexendo sempre, por aproximadamente 1 minuto. Regue com o vinho, misture e cozinhe até ele se evaporar.
  5. Aos poucos, acrescente o caldo restante, uma xícara por vez, à medida que o arroz for secando. Mexa até os grãos ficarem al dente (macios por fora e resistentes por dentro).
  6. Transfira para uma tigela e sirva imediatamente.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

aniversário

Ana Carolina faz festa surpresa para namorada Letícia Lima

Letícia Lima completou 34 anos nesse sábado (16)

A atriz Letícia Lima foi supreendida por uma festa surpresa preparada pela namorada Ana Carolina. A cantora montou até decoração com balões de corações e duas tortas doces.

O Extra destaca que as duas estão juntas há cinco anos, mas assumiram o namoro no início do ano passado.

Letícia publicou um vídeo do momento em que encontrou a surpresa: “Chocolate com morango, rosas e a minha torta de morango. Vou soprar a velinha! Que coisa mais linda. Eu cheguei em casa e tem isso aqui. Eu tô apaixonada”, diz a atriz.

Em outra postagem, Letícia escreveu: “Comemoração de duas moças e um monte de patinhas”.

Filipe Fornari

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Loteria

Mega-Sena acumulou novamente e pode pagar R$ 35 milhões na quarta (20)

Aconteceu, na noite deste sábado (16), o sorteio do concurso 2050 da Mega-Sena, na cidade de Pelotas (RS). Nenhum apostador acertou as seis dezenas e o prêmio máximo acumulou para R$ 35 milhões.

Confira os números sorteados: 08 – 31 – 32 – 33 – 38 – 50

De acordo a Caixa Econômica Federal, a Quina contou com 34 apostas ganhadoras, com prêmio no valor de R$ 75.709,93 cada. Outras 3540 pessoas fizeram a Quadra e levarão R$ 1.038,79.

O próximo sorteio da loteria mais desejada pelos brasileiros acontece na quarta-feira (20), a partir das 20h (horário de Brasília).

Filipe Fornari

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Online

Redes sociais perdem espaço como fonte de notícia,diz relatório global

Segundo a pesquisa, o índice de pessoas que se informam pelas redes sociais caiu em diversos mercados importantes (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

Nos últimos anos, as redes sociais se tornaram uma fonte importante de acesso a notícias. Contudo, esta tendência começa a mudar. A conclusão é do Relatório sobre Notícias Digitais do Instituto Reuters, um dos mais conceituados do mundo.

O estudo, divulgado nesta semana, entrevistou milhares de pessoas em 37 países para entender os hábitos de consumo de jornalismo.

Segundo a pesquisa, o índice de pessoas que se informam pelas redes sociais caiu em diversos mercados importantes, como Estados Unidos (6%), Reino Unido e França. “Quase a totalidade disso se deve à diminuição da busca, publicação e compartilhamento de notícias do Facebook”, analisam os autores. Apesar disso, a rede social ainda é a mais utilizada para ler notícias (36%), seguida de Whatsapp (15%), Twitter (11%), FB Messenger (8%) e Instagram (6%).

Na comparação entre países, o Brasil ainda é o local pesquisado em que o Facebook tem maior popularidade como fonte de notícias (66%), seguido por Estados Unidos (45%), Reino Unido (39%) e França (36%).

Filipe Fornari

Por outro lado, aplicativos de troca de mensagens, como Whatsapp, FB Messenger, Telegram e Skype, estão ganhando espaço como palco de troca de notícias. Entre os brasileiros entrevistados para a pesquisa, quase a metade (48%) afirmou usar o Whatsapp para acesso a conteúdo jornalístico.

O país só fica atrás da Malásia, onde o índice foi de 54%. O percentual vem crescendo também em outros países, como Espanha (36%) e Turquia (30%).

Confiança

O estudo também mediu a confiança das pessoas no jornalismo. Do total de entrevistados, 44% manifestaram esse sentimento em relação ao noticiário que consomem. No caso daquelas fontes de informação acessadas mais regularmente, o índice subiu para 51%.

O percentual é menor quando os conteúdos são vistos a partir de mecanismos de busca (34%), como Google, ou recebidos por redes sociais (23%), como Twitter.

No recorte por países, o Brasil aparece como o 3º onde a confiança é maior nos veículos jornalísticos (59%), ficando atrás apenas de Portugal (62%) e Finlândia (62%). No ranking, o Brasil é seguido por Holanda (59%), Canadá (58%), Dinamarca (56%) e Irlanda (54%).

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS