Fique Conectado

Conhecimento

Em clima de Copa, conheça mais sobre a cultura russa

Professor do CPS e doutor em literatura e cultura russa, Valteir Vaz revela curiosidades sobre o país sede e suas semelhanças com o Brasil

Publicado

em

Anunciante

Ambos são países continentais, com históricos e temperaturas distintas, separados por milhares de quilômetros e supostamente muitas diferenças culturais. Mas se engana quem pensa que não existem semelhanças entre Brasil e Rússia, o país que nos próximos dias sedia pela primeira vez a Copa do Mundo de Futebol.

É isso que revela o professor de línguas do Centro Paula Souza (CPS), Valteir Vaz, doutor em literatura e cultura russa.

AnuncianteClínica Fornari

“Quando a situação complica, dizemos que a ‘coisa tá russa’, mas a verdade é que nas práticas cotidianas, extremamente burocráticas por sinal, eles apresentam um comportamento muito parecido com o famoso ‘jeitinho brasileiro’, contornando os obstáculos nas formas mais criativas possíveis mas nem sempre politicamente corretas”, afirma.

Um exemplo “politicamente incorreto” citado por Vaz é o caso noticiado recentemente, em que um milionário foi flagrado dirigindo uma ambulância falsa em Moscou. “Quando a polícia vistoriou o carro, ficou surpresa: nada de equipamentos médicos. Lá dentro havia sofás luxuosos e até uma televisão. Ao ser indagado sobre o porquê daquilo, o motorista disse apenas que era uma maneira de furar o trânsito”, conta.

Literatura

Vaz destaca o interesse dos brasileiros pela literatura russa, intensificada nos últimos dez anos. “Nunca se vendeu e traduziu tantas obras no Brasil”, ressalta. “O curioso é que as publicações mais apreciadas são do século 19 e em menor grau as obras do início do século 20 ou os livros modernos”, fala o professor, lembrando que os autores mais populares entre os brasileiros são Fiódor Dostoiévski e Liev Tolstói.

Para ele, o brasileiro gosta de temas profundos da condição humana e de experimentar emoções a partir dos dramas contidos na literatura russa, envolvendo casos de amor, ódio, assassinato, vingança, traição, sofrimentos e conflitos ideológicos.

“Já as obras do século 20 são mais inventivas no que diz respeito à linguagem, o tema às vezes fica soterrado pelo burilamento formal e nem todo leitor está disposto a enfrentar textos assim”, diz. Em contrapartida, o educador conta que os russos são apaixonados por Paulo Coelho. “O escritor já teve cinco de seus livros na lista dos dez mais vendidos na Rússia”, lembra.

O professor destaca ainda o gosto dos russos pelas novelas brasileiras. “No início dos anos 1990, Escrava Isaura se tornou um grande sucesso no país inteiro. Diante de tantos problemas com as transformações políticas e econômicas, as pessoas encontraram uma distração ao acompanhar o drama da pobre moça brasileira.” No ano passado, Haja Coração também virou um fenômeno na internet e formou um fã-clube com mais de 35 mil pessoas na Rússia.

Copa do Mundo

Quando o assunto é a paixão pelo futebol, Vaz explica que os russos ainda são iniciantes no tema. “Embora estejam animados com a realização do mundial, o futebol não é o esporte mais famoso na Rússia”, conta. “Como se trata de um país frio, eles preferem as modalidades mais adequadas a esse tipo de clima, como o hóquei no gelo. Por isso, acho que teremos uma certa vantagem sobre eles durante a Copa”, brinca.

Confira outras curiosidades listadas pelo especialista em Rússia:

– O café sempre foi um dos produtos brasileiros mais notáveis nas prateleiras de supermercados, principalmente durante a União Soviética. Hoje, os russos importam carnes, açúcar, café, soja e outros itens primários.

– Os brasileiros são grandes importadores de produtos químicos russos, especialmente fertilizantes, além de materiais siderúrgicos.

– Há projetos de colaboração entre os dois países nas áreas de tecnologia nuclear e pesquisas aeroespaciais.

– O Brasil foi o primeiro país a ter uma filial do ballet Bolshoi. A escola fica em Joinville e foi fundada em 2000. Até hoje recebe professores russos.

– Os russos gostam muito dos brasileiros e nos acham um povo alegre, principalmente por causa do carnaval do Rio de Janeiro, considerado “luxuoso e libertário”.

– Os imigrantes russos chegaram ao Brasil em diferentes momentos, particularmente durante as revoluções e as guerras, em 1905, 1917, 1949 e 1965. Para os Estados de Goiás, Paraná e Rio Grande do Sul seguiram imigrantes interessados na agricultura. São Paulo e Rio de Janeiro foram escolhidos por russos intelectualizados devido às universidades e grandes orquestras. Quando cientistas, pesquisadores e intelectuais saem da Rússia, eles dão a esse fenômeno o nome de “fuga de cérebros”.

Deixe sua opinião

Portal SP
Anunciante

Cuidado

Saiba 4 materiais que não podem ir ao microondas

Publicado

em

Omicro-ondas é um equipamento que a maioria das pessoas já têm em casa. Responsável por facilitar a vida, ele ajuda a descongelar e até preparar alimentos desde o princípio. Há até quem prepare de arroz a pudim com a ajuda do aparelho. Contudo, nem todos os materiais podem ser usados no microondas, para que ele não se torne um vilão da sua saúde. Confira a lista, elaborada pelo site Viva Bem:

1. Alguns tipos de plástico

AnuncianteClínica Fornari

Plásticos que liberam dioxina, bisfenol A (BPA) e ftalatos quando aquecidos devem ficar bem longe do micro-ondas, pois essas substâncias podem imitar hormônios humanos (disruptores endócrinos) e estudos indicam que o BPA pode alterar a função da tireoide e até prejudicar o desenvolvimento fetal, enquanto as dioxinas podem prejudicar o sistema imunológico e reprodutivo. Ftalatos, por sua vez, estão relacionados a alguns tipos de câncer. Plásticos sem essa substância podem ser usados no aquecimento de alimentos.

2. Papel-filme

O PVC, ou plástico-filme, não é indicado para ir ao micro-ondas, pois o PVC é um plástico que podem conter as substâncias citadas acima, potencialmente tóxicas. O vapor gerado no aquecimento, quando se condensa, encosta no plástico e respinga na refeição. O ideal é substituir por uma tampa, uma opção mais sustentável e saudável.

3. Isopor

O isopor tem como matéria-prima o poliestireno, um produto que, quando aquecido no micro-ondas libera uma substância chamada estireno, que se transforma em hipóxido, altamente cancerígeno e obesogênico.

4. Alumínio

A intoxicação por alumínio vem sendo estudada há algum tempo pelos cientistas. Segundo o Portal Educação, o alumínio tem sido associada à constipação intestinal, cólicas abdominais, anorexia, náuseas, fadiga, alterações do metabolismo do cálcio (raquitismo), alterações neurológicas com graves danos ao tecido cerebral, na infância pode causar hiperatividade e distúrbios do aprendizado.

Inúmeros estudos consideram que o alumínio tem um papel extremamente importante no agravamento do mal de Alzheimer (demência precoce) e o excesso de alumínio interfere com a absorção do selênio e do fósforo.

Quando aquecido no micro-ondas, o alumínio pode ainda causar perigos de incêndio. Quando as ondas eletromagnéticas do aparelho entram em contato com o alumínio, um condutor de eletricidade, pode gerar correntes elétricas que levam ao superaquecimento desse metal.

O que usar?

Para aquecer, use cerâmica ou vidro, pois não transferem substâncias ao alimento quando esquentados.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

loteria

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 27,5 milhões na quarta-feira (22)

Publicado

em

Aconteceu, na noite deste sábado (18), o sorteio do concurso 2070 da Mega-Sena, na Coribe (BA). Nenhum apostador acertou as seis dezenas e o prêmio máximo acumulou para R$ 27,5 milhões.

Confira os números sorteados: 05 – 26 – 27 – 34 – 42 – 48.

AnuncianteClínica Fornari

De acordo a Caixa Econômica Federal, a Quina contou com 84 apostas ganhadoras, com prêmio no valor de R$ 25.629,96 cada.

Outras 5.654 pessoas fizeram a Quadra e levaram R$ 543,96.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

ATAQUE ONLINE

Hackers atacam rede interna da Câmara

Publicado

em

© Antonio Cruz/ Agência Brasil

Durante o recesso parlamentar, a Câmara dos Deputados sofreu um ataque hacker que resultou no bloqueio de ao menos 50 contas da rede interna.

A suspeita é de que, por meio de cruzamento de nomes de usuários obtidos no sistema da Câmara com dados vazados de redes sociais, as senhas desses usuários tenham sido descobertas.

AnuncianteClínica Fornari

Procurada pela reportagem, a instituição não detalhou qual o alcance da ação. Mas técnicos explicam que o incidente pode ter atingido qualquer pessoa que tenha cadastro no sistema interno, como deputados, servidores, comissionados e terceirizados.

A reportagem teve acesso a um e-mail em que o coordenador de infraestrutura do departamento de Tecnologia, Olival Gomes Barbosa Junior, faz um alerta sobre procedimentos de segurança que foram adotados.

A mensagem foi enviada por Barbosa em 30 julho a responsáveis pela área de tecnologia. Distribuída com prioridade alta, o e-mail foi intitulado: “Incidente de Segurança: coleta de senhas da Rede Câmara – Todas as aplicações expostas na Internet são afetadas”.

Ele explica que o acesso se deu por meio de um login de um servidor já aposentado. A partir daí, a entrada em um sistema central – onde ficam armazenados dados gerais como nome, ramal e nome de usuário -permitiu a cópia desses dados.

Essas informações foram cruzadas com outras vazadas nas redes sociais. Nos casos em que as senhas coincidiram, por exemplo, foi possível acessar as contas.

A Câmara esclareceu que “cerca de 50 senhas foram bloqueadas pela suspeita de que poderiam ter sido descobertas, o que possibilitaria o acesso a contas pessoais de servidores. No entanto, não há nenhuma confirmação de que isso tenha ocorrido”.

A instituição afirma, contudo, que não houve invasão dos sistemas corporativos e nem coleta de senhas.

“A suspeita é de que tenham sido utilizadas senhas vazadas de redes sociais”, diz nota encaminhada pela assessoria.

O incidente foi encaminhado para o Departamento de Polícia Legislativa, que investiga as tentativas de invasão, mas a Casa não informou os resultados da apuração.

No e-mail ao qual a reportagem teve acesso, Barbosa diz que os acessos vieram de endereços do exterior como Irlanda, Portugal, México, Estados Unidos, Índia e Islândia, por exemplo.

A Câmara afirma que, assim como outras instituições públicas, “é um órgão visado por hackers e, com as eleições, a visibilidade tende a crescer”.

Apesar de o ocorrido ter sido no fim de julho, apenas esta semana os usuários do sistema foram alertados para alterarem sua senha. Foi estipulado o prazo desta sexta-feira (17) para que isso seja feito.

Uma mensagem de alerta foi publicada na Intranet da Câmara no dia 13 de agosto, com o título “Ditec esclarece sobre tentativas de acesso indevido a sistemas da Casa”.

O texto diz que a instituição tem reforçado investimentos em ferramentas para proteção de dados e pede que usuários troquem suas senhas para reforçá-las. Mais abaixo é informado que houve tentativas de acesso à Rede Câmara baseadas em técnicas de engenharia social, termo usado para quando há uso de persuasão em um ataque para obtenção de informações ou acessos.

Procurado, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou por meio de sua assessoria que sua conta não sofreu violações.

“O Presidente da Câmara dos Deputados é regularmente informado dos incidentes de segurança que acontecem na Câmara. Todos os dias a área de tecnologia da informação identifica e bloqueia tentativas de ataques para evitar danos aos nossos sistemas, bem como preservar a integridade das nossas informações. Neste incidente, cerca de 50 contas foram atacadas e dispositivos de segurança foram implementados para interromper o “robô” que estava promovendo o ataque”, diz a nota enviada pela equipe de Maia. Com informações da Folhapress.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Tratamento

Cantor Jorge Aragão é internado e passa por cateterismo

Publicado

em

O cantor e compositor Jorge Aragão, de 69 anos, foi submetido nesta sexta-feira (17) a um cateterismo, seguido de angioplastia no hospital Unimed-Rio, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio.

De acordo com o boletim médico, “a intervenção transcorreu com sucesso e sem intercorrências. Jorge Aragão encontra-se estável e deverá permanecer em observação até este sábado (18), quando a equipe médica fará uma nova avaliação.”

AnuncianteClínica Fornari

O show de Jorge Aragão com o Grupo Bom Gosto, previsto para amanhã na casa de espetáculos Vivo Rio, em Botafogo, foi adiado para o dia 8 de setembro.

Os ingressos continuarão sendo válidos para a nova data de apresentação, de acordo com a assessoria do cantor. Quem desejar a devolução do dinheiro, a bilheteria do Vivo Rio, vai funcionar, excepcionalmente neste sábado para a devolução do dinheiro do ingresso. Para isso, basta comparecer na bilheteria portando os ingressos.

Como compositor, Jorge Aragão apareceu em 1976, quando Elza Soares gravou sua composição Malandro, em parceria com Jotabê. Foi integrante do grupo Fundo de Quintal e um de seus principais compositores e letristas, tendo abandonado o conjunto algum tempo depois para dedicar-se à carreira solo.

Grandes intérpretes de samba como Beth Carvalho, Alcione, Martinho da Vila, Zeca Pagodinho, entre outros, já gravaram composições de Jorge Aragão.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS