Fique Conectado

NETFLIX

Primeira série animada brasileira vai contar aventuras de drag queens

Produção foi divulgada pela Netflix como "outra adição poderosa e orgulhosa à diversidade de originais brasileiros"

Publicado

em

Anunciante

A estreia da primeira animação original brasileira, “Super Drags”, foi confirmada nesta quinta-feira (31) pela Netflix. Dividida em cinco episódios criados por Anderson Mahanski, Fernando Mendonça e Paulo Lescaut, a produção da Combo Estúdio vai entregar o catálogo do serviço de streaming já no segundo semestre deste ano.

“Super Drags” vai contar as aventuras de três jovens, Patrick, Donny e Ramon, que durante o dia trabalham em uma loja de departamento, com um chefe exigente e clientes irritantes. À noite, porém, liberam suas divas internas, para se tornarem as super drags Lemon Chiffon, Safira Cian e Scarlet Carmesim. O trio foi recrutado para reunir a comunidade LGBT e espalhar purpurina mundo afora.

AnuncianteClínica Fornari

A produção foi divulgada pela Netflix como “outra adição poderosa e orgulhosa à diversidade de originais brasileiros” no catálogo do serviço.

“Estamos entusiasmados que a nossa primeira animação brasileira vai apresentar aos nossos espectadores o mundo ousado, escandaloso e fabuloso de Super Drags! A Netflix tem a sorte de investir em grandes talentos de animação do Brasil, trazendo a traço vibrante da Combo e o humor ácido de nossos produtores para as belas e as telas de todos os cantos”, disse Chris Sanagustin, Diretora de Conteúdo Original Internacional.

“Nós, da Combo Estúdio, estamos muito felizes por começar essa parceria com a Netflix. Quando Nostradamus disse que o mundo seria salvo por super heroínas drag queens, ninguém acreditou, só a gente. E trabalhar com animação no Brasil é muito difícil. Foram quase três anos nos alimentando de macarrão instantâneo e esperança. Graças à Netflix podemos levar a animação brasileira e principalmente a representatividade LGBTQ para os 190 países que têm acesso ao serviço. E também já podemos almoçar em um restaurante à quilo. E sonhar com um mundo onde os gays podem arrebentar os bandidos, e não o contrário. Obrigado, Netflix, por nos fazer acreditar. Aguardamos a próxima temporada para um restaurante à la carte”, comentou Marcelo Pereira, produtor executivo de Super Drags.

Deixe sua opinião

NOTÍCIAS AO MINUTO
Anunciante

Memória

Há 29 anos, morria o cantor e compositor baiano Raul Seixas

Publicado

em

Em 21 de agosto de 1989, morre o cantor e compositor baiano Raul Seixas, considerado um dos maiores músicos do Brasil e pioneiro do Rock nacional.

Ele se autodenominava “Maluco Beleza” e teve cinco esposas. O abuso da bebida lhe rendeu uma pancreatite aguda e foi a causa de sua morte.

AnuncianteClínica Fornari

O alcoolismo não impediu que ele lançasse um novo estilo musical. Raul fundiu o rock com todos os ritmos brasileiros e criou a nova “identidade” musical que mesclava o frenético rock com gêneros que iam do xote ao baião.

“Pai do Rock Brasileiro”,  “Maluco Beleza” ou “Raulzito”, como era e, ainda é carinhosamente chamado pela comunidade artística e pelos fãs, lançou mais de 20 discos, em 26 anos de carreira.

Por todos os recantos do Brasil, em grandes e pequenos espetáculos, em luaus, rodinhas de violão, bares e casas de Show… Raulzito virou uma mania nacional.

E sempre, no meio do povão, tem alguém gritando: Toca Rauuuuuuuuuuul.

Raul Seixas, de fato, inspirou gerações. O músico Zeca Baleiro, por exemplo, chegou a compor uma música falando das inúmeras vezes que o público pediu para que ele tocasse Raul.

De natureza inquieta o “Maluco Beleza” dizia estar sempre em transformação. E suas músicas revelaram ao mundo sua real natureza.

Um ano antes de morrer, em 1988, Raul compôs, gravou e excursionou com o também baiano Marcelo Nova, vocalista da banda punk Camisa de Vênus.

Aos 44 anos, o “Maluco Beleza” lançou seu último LP – A Panela do Diabo –, dois dias antes de ser encontrado morto, em seu quarto.

Depois de “sair de cena”, Raulzito passou a ser ainda mais venerado e seus trabalhos póstumos foram todos sucesso de vendas.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Saúde

Pagodeiro Péricles é internado em São Paulo e passa por cirurgia

Publicado

em

cantor Péricles passou por uma cirurgia para corrigir uma hernia na tarde desta segunda-feira (20), no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

A assessoria do artista informou à revista QUEM que ele passa bem, após o procedimento na região lombar.

AnuncianteClínica Fornari

O problema é decorrente de um acidente de ônibus que o pagodeiro sofreu quando fazia parte do grupo Exaltasamba.

O cantor deve ter alta nesta terça-feira (21) e ficará 15 dias de licença médica, mas retoma sua agenda de shows em seguida.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

educação

Começam hoje inscrições para bolsas remanescentes do ProUni

Publicado

em

A partir desta segunda-feira (20), estudantes interessados em concorrer a bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni) podem fazer a inscrição pela internet. Ao todo serão ofertadas 106.252 bolsas que não foram preenchidas no processo de seleção regular, das quais 18.070 são integrais e 88.182, parciais de 50%.

O ProUni oferece bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superior do país. Podem concorrer brasileiros sem diploma de curso superior que tenham participado de alguma edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010. É preciso ter obtido nota superior a 450 pontos nas provas e não ter zerado a redação.

AnuncianteClínica Fornari

Os interessados precisam ainda preencher um ou mais dos seguintes requisitos: ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou em instituição privada como bolsista integral, ter alguma deficiência, ser professor da rede pública ou estar enquadrado no perfil de renda exigido pelo programa.

As bolsas integrais são para estudantes com renda per capita de até um salário mínimo e meio. Já as bolsas parciais destinam-se a candidatos que têm renda familiar per capita de até três salários mínimos.

O prazo para concorrer às bolsas varia. Os alunos já matriculados nas instituições de educação superior devem se inscrever até 28 de setembro. Para aqueles para aqueles não matriculados, o prazo é menor e vai até 24 de agosto.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Cuidado

Saiba 4 materiais que não podem ir ao microondas

Publicado

em

Omicro-ondas é um equipamento que a maioria das pessoas já têm em casa. Responsável por facilitar a vida, ele ajuda a descongelar e até preparar alimentos desde o princípio. Há até quem prepare de arroz a pudim com a ajuda do aparelho. Contudo, nem todos os materiais podem ser usados no microondas, para que ele não se torne um vilão da sua saúde. Confira a lista, elaborada pelo site Viva Bem:

1. Alguns tipos de plástico

AnuncianteClínica Fornari

Plásticos que liberam dioxina, bisfenol A (BPA) e ftalatos quando aquecidos devem ficar bem longe do micro-ondas, pois essas substâncias podem imitar hormônios humanos (disruptores endócrinos) e estudos indicam que o BPA pode alterar a função da tireoide e até prejudicar o desenvolvimento fetal, enquanto as dioxinas podem prejudicar o sistema imunológico e reprodutivo. Ftalatos, por sua vez, estão relacionados a alguns tipos de câncer. Plásticos sem essa substância podem ser usados no aquecimento de alimentos.

2. Papel-filme

O PVC, ou plástico-filme, não é indicado para ir ao micro-ondas, pois o PVC é um plástico que podem conter as substâncias citadas acima, potencialmente tóxicas. O vapor gerado no aquecimento, quando se condensa, encosta no plástico e respinga na refeição. O ideal é substituir por uma tampa, uma opção mais sustentável e saudável.

3. Isopor

O isopor tem como matéria-prima o poliestireno, um produto que, quando aquecido no micro-ondas libera uma substância chamada estireno, que se transforma em hipóxido, altamente cancerígeno e obesogênico.

4. Alumínio

A intoxicação por alumínio vem sendo estudada há algum tempo pelos cientistas. Segundo o Portal Educação, o alumínio tem sido associada à constipação intestinal, cólicas abdominais, anorexia, náuseas, fadiga, alterações do metabolismo do cálcio (raquitismo), alterações neurológicas com graves danos ao tecido cerebral, na infância pode causar hiperatividade e distúrbios do aprendizado.

Inúmeros estudos consideram que o alumínio tem um papel extremamente importante no agravamento do mal de Alzheimer (demência precoce) e o excesso de alumínio interfere com a absorção do selênio e do fósforo.

Quando aquecido no micro-ondas, o alumínio pode ainda causar perigos de incêndio. Quando as ondas eletromagnéticas do aparelho entram em contato com o alumínio, um condutor de eletricidade, pode gerar correntes elétricas que levam ao superaquecimento desse metal.

O que usar?

Para aquecer, use cerâmica ou vidro, pois não transferem substâncias ao alimento quando esquentados.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS