Fique Conectado

Loteria

Aposta leva R$ 6 milhões em premiação da Quina

Prêmio estimado para o próximo sorteio é de R$ 600 mil

Publicado

em

Anunciante

Um apostador acertou as cinco dezenas do concurso 4.679 da Quina. O bilhete do Rio de Janeiro vai render ao ganhador a premiação de R$ 6.024.988,18.

Os números sorteados nesta terça-feira (15), em Campos Novos (SC), foram os seguintes: 12, 23, 24, 27 e 45.

O prêmio estimado para o próximo sorteio, no dia 16, é de R$ 600 mil. Confira o rateio oficial:

Quina – 5 números acertados – 1 aposta ganhadora, R$ 6.024.988,18

Quadra – 4 números acertados – 199 apostas ganhadoras, R$ 2.963,44

Terno – 3 números acertados – 13206 apostas ganhadoras, R$ 67,15

Duque – 2 números acertados – 251942 apostas ganhadoras, R$ 1,93

Oque você acha disso?

cef
Anunciante

protesto

PT planeja ofensiva ao TSE em caso de negativa à candidatura de Lula

Partido já teria definido até nome para 'propaganda' contra o tribunal: 'Lula será exceção à regra?'

Diante da provável impugnação à candidatura de Lula por parte do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o PT tem feito um levantamento para identificar candidatos que, mesmo com registros indeferidos, reverteram a inegibilidade após vitória nas urnas.

O objetivo é ter base para uma ofensiva contra o tribunal que, segundo a Folha de S. Paulo, já teria até nome: “Lula será exceção à regra?”.

Presidente do TSE a partir de agosto, o ministro Luiz Fux já deu declarações que sugerem posicionamento contrário ao registro do ex-presidente.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

PRAZO

Convocados pelo INSS têm até esta segunda-feira para agendar perícia

A marcação deve ser feita por meio do telefone 135, das 7h às 22h

Os 59,1 mil beneficiários de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez que foram convocados pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) têm até esta segunda-feira (21) para agendar a perícia de revisão do benefício. A marcação deve ser feita por meio do telefone 135, das 7h às 22h.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social, apenas 11,7 mil pessoas marcaram a perícia. Caso não seja feito o agendamento, o benefício é suspenso. A meta do governo federal é fazer um pente-fino em 1,2 milhão de benefícios por incapacidade ao longo 2018, sendo 273.803 de auxílio-doença e 995.107 de aposentadorias por invalidez.

“Cumprir os prazos estabelecidos é importante para evitar bloqueio do benefício. O MDS faz uma ampla divulgação das convocações para que ninguém seja prejudicado, zelando para que cada revisão pericial médica seja realizada dentro dos mais estritos preceitos éticos e de justiça”, afirmou ao G1 o ministro de Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame.

Quem foi convocado

Os beneficiários que precisam fazer a perícia, mas não foram localizados (seja por endereço desatualizado ou dados incorretos);

Quem recebeu a carta do INSS sobre a necessidade da perícia, mas não agendou a consulta no prazo determinado.

Quem não precisa fazer

Pessoas com mais de 60 anos;

Quem tiver 55 anos e recebe benefício há pelo menos 15 anos.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

INVESTIGAÇÃO

Alckmin e Serra são investigados por caixa 2 de concessionária

MP/SP apura suposto repasse de estimados R$ 23 milhões aos tucanos

O Ministério Público de São Paulo apura informações relatadas por executivos da concessionária de estradas CCR, a maior do Brasil, sobre doações de campanha não registradas de estimados R$ 23 milhões aos tucanos Geraldo Alckmin, José Serra e Aloysio Nunes entre 2009 e 2012.

No estado de São Paulo, a CCR é responsável pela exploração das rodovias Anhanguera e Bandeirantes e por trechos da Castello e Branco e da Raposo Tavares.

Ao jornal Folha de São Paulo, a defesa de Alckmin disse que a doação “nunca existiu” e que tal investigação deveria ser conduzida pelo Ministério Público Eleitoral, e não pelo Ministério Público estadual. Aloysio também nega ter recebido qualquer quantia. Serra não se manifestou.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

vício

Tempo gasto em computadores afeta bem-estar de jovens, diz pesquisa

Aspectos como autoestima, satisfação com a vida e felicidade caem muito entre adolescentes que passam muito tempo no computador, diz pesquisa

Ficar em frente a telas para navegar na internet, acessar redes sociais ou jogar videogame tem impacto negativo no bem-estar de adolescentes. A tese é de uma pesquisa conduzida por três acadêmicos das universidades da Georgia e de San Diego, nos Estados Unidos, publicada neste ano. Os investigadores analisaram dados de um levantamento anual feito no país com respostas de mais de 1 milhão de meninos e meninas.

Os pesquisadores observaram os índices de bem-estar, entendido como uma sensação a partir de diversos critérios, e identificaram uma queda brusca, desde 2012, em aspectos como autoestima, satisfação com a vida e felicidade. O estudo revelou também redução no sentimento de satisfação como um todo, menos entusiasmo dos jovens na relação com amigos e na diversão e queda da sensação de segurança.

Ao buscar as causas da redução, chegaram à conclusão que quanto maior o uso de computadores e dispositivos eletrônicos, menor o bem-estar relatado pelos adolescentes entrevistados. Aqueles que usam meios eletrônicos por seis horas ou mais tiveram índices de infelicidade quase o dobro da média.

As atividades de maior impacto negativo foram: navegar na internet, jogar videogame e acessar redes sociais. Os adolescentes que gastam muito tempo em redes sociais apresentaram índice 68% maior de infelicidade. O efeito negativo sobre o bem-estar foi maior entre os adolescentes de menor idade do que entre os mais próximos da vida adulta.

Já aqueles jovens que passam menos tempo em frente a telas e que realizam outras atividades se disseram mais felizes. Entre as atividades relacionadas estão estudos, passeios, prática de esportes e interações sociais presenciais com a família, amigos e conhecidos.

“A combinação de interações sociais presenciais menores (que estimulam o bem-estar) e o uso de comunicações eletrônicas mais constante (que impactam negativamente o bem-estar) podem ser duas causas possíveis e relacionadas do declínio do bem-estar psicológico”, afirmaram os autores no estudo.

Um dos fatores que estimularam o maior consumo de serviços eletrônicos, na avaliação dos autores é a disseminação de smartphones. Segundo o estudo, a presença de smartphones entre adolescentes pulou de 37% em 2012 para 73% em 2015. Além disso, o tempo crescente que os jovens gastam no uso de dispositivos eletrônicos tem impacto na qualidade do sono e pode, acrescentam os autores, levar ao vício.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS

error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998