Fique Conectado

cerimônia

Governador de SP homenageia mãe PM que matou ladrão na porta de escola; assista

"Ela agiu tão precisamente, tão perfeitamente, que a gente resolveu homenageá-la", diz Márcio França

Publicado

em

Governo de São Paulo
Anunciante

O governador de São Paulo, Márcio França (PSB), fez uma homenagem a cabo Katia da Silva Sastre, 42, que matou um ladrão na porta de uma escola no bairro Jardim dos Ipês, em Suzano (Grande SP), na manhã deste sábado (12).

França entregou flores à policial militar na manhã deste domingo (13), em cerimônia no Comando de Policiamento de Área Metropolitana-4, na Vila Esperança, zona leste de São Paulo.

“A homenagem é feita porque é Dia das Mães, e ela é mãe”, disse o governador à Folha de S.Paulo. “Ela foi a uma festa para comemorar a data e aconteceu uma situação dessas. Ela agiu tão precisamente, tão perfeitamente, que a gente resolveu homenageá-la”, afirmou.

“Claro, o rapaz morreu, não é o ideal. A gente gostaria que as pessoas não morressem”, disse França.

“A gente faz isso para mostrar para as pessoas mais jovens para que elas não se aventurem com arma na mão, porque estão sujeitas a morrer. Porque os nossos profissionais da segurança são bem treinados para fazer a segurança pública”, afirmou o governador.

A ocorrência se deu por volta das 8h. Mães e crianças pequenas aguardavam a abertura dos portões da escola particular Ferreira Master, que sediaria uma festa de Dia das Mães, quando foram abordadas por um rapaz com um revólver calibre 38, que anunciou o roubo.

Enquanto ele revistava um funcionário da escola, a policial sacou sua pistola e o atingiu com tiros no peito e na perna. O homem, então, caiu de costas na rua, soltando sua arma na sequência. A policial foi até ele, virando-o de bruços com o pé e rendendo-o até a chegada de socorro médico e apoio policial.

Segundo o marido da cabo, o tenente André Alves, a arma do suspeito disparou uma vez, mas não se sabe se antes ou depois de Katia atirar.

“O primeiro tiro ricocheteou e se perdeu. Na segunda tentativa de disparo dele, a arma travou. Ainda bem que ela foi mais rápida do que ele, porque quando o bandido descobre que se trata de um policial, ele atira para matar”, disse.

O tenente conta que Katia trabalha há 20 anos na polícia. “Na nossa profissão, é necessário estarmos sempre atentos. Eu mesmo fui baleado no braço recentemente em operação”, diz Alves.

Segundo ele, a mulher está bem. “Ela está tranquila e sabe que agiu de forma correta. Tudo acabou bem. Seria um risco se ele a tivesse revistado antes e descobrisse que ela é policial”, afirma. Com informações da Folhapress.

Oque você acha disso?

NOTÍCIAS AO MINUTO
Anunciante

protesto

PT planeja ofensiva ao TSE em caso de negativa à candidatura de Lula

Partido já teria definido até nome para 'propaganda' contra o tribunal: 'Lula será exceção à regra?'

Diante da provável impugnação à candidatura de Lula por parte do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o PT tem feito um levantamento para identificar candidatos que, mesmo com registros indeferidos, reverteram a inegibilidade após vitória nas urnas.

O objetivo é ter base para uma ofensiva contra o tribunal que, segundo a Folha de S. Paulo, já teria até nome: “Lula será exceção à regra?”.

Presidente do TSE a partir de agosto, o ministro Luiz Fux já deu declarações que sugerem posicionamento contrário ao registro do ex-presidente.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

PRAZO

Convocados pelo INSS têm até esta segunda-feira para agendar perícia

A marcação deve ser feita por meio do telefone 135, das 7h às 22h

Os 59,1 mil beneficiários de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez que foram convocados pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) têm até esta segunda-feira (21) para agendar a perícia de revisão do benefício. A marcação deve ser feita por meio do telefone 135, das 7h às 22h.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social, apenas 11,7 mil pessoas marcaram a perícia. Caso não seja feito o agendamento, o benefício é suspenso. A meta do governo federal é fazer um pente-fino em 1,2 milhão de benefícios por incapacidade ao longo 2018, sendo 273.803 de auxílio-doença e 995.107 de aposentadorias por invalidez.

“Cumprir os prazos estabelecidos é importante para evitar bloqueio do benefício. O MDS faz uma ampla divulgação das convocações para que ninguém seja prejudicado, zelando para que cada revisão pericial médica seja realizada dentro dos mais estritos preceitos éticos e de justiça”, afirmou ao G1 o ministro de Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame.

Quem foi convocado

Os beneficiários que precisam fazer a perícia, mas não foram localizados (seja por endereço desatualizado ou dados incorretos);

Quem recebeu a carta do INSS sobre a necessidade da perícia, mas não agendou a consulta no prazo determinado.

Quem não precisa fazer

Pessoas com mais de 60 anos;

Quem tiver 55 anos e recebe benefício há pelo menos 15 anos.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

INVESTIGAÇÃO

Alckmin e Serra são investigados por caixa 2 de concessionária

MP/SP apura suposto repasse de estimados R$ 23 milhões aos tucanos

O Ministério Público de São Paulo apura informações relatadas por executivos da concessionária de estradas CCR, a maior do Brasil, sobre doações de campanha não registradas de estimados R$ 23 milhões aos tucanos Geraldo Alckmin, José Serra e Aloysio Nunes entre 2009 e 2012.

No estado de São Paulo, a CCR é responsável pela exploração das rodovias Anhanguera e Bandeirantes e por trechos da Castello e Branco e da Raposo Tavares.

Ao jornal Folha de São Paulo, a defesa de Alckmin disse que a doação “nunca existiu” e que tal investigação deveria ser conduzida pelo Ministério Público Eleitoral, e não pelo Ministério Público estadual. Aloysio também nega ter recebido qualquer quantia. Serra não se manifestou.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

vício

Tempo gasto em computadores afeta bem-estar de jovens, diz pesquisa

Aspectos como autoestima, satisfação com a vida e felicidade caem muito entre adolescentes que passam muito tempo no computador, diz pesquisa

Ficar em frente a telas para navegar na internet, acessar redes sociais ou jogar videogame tem impacto negativo no bem-estar de adolescentes. A tese é de uma pesquisa conduzida por três acadêmicos das universidades da Georgia e de San Diego, nos Estados Unidos, publicada neste ano. Os investigadores analisaram dados de um levantamento anual feito no país com respostas de mais de 1 milhão de meninos e meninas.

Os pesquisadores observaram os índices de bem-estar, entendido como uma sensação a partir de diversos critérios, e identificaram uma queda brusca, desde 2012, em aspectos como autoestima, satisfação com a vida e felicidade. O estudo revelou também redução no sentimento de satisfação como um todo, menos entusiasmo dos jovens na relação com amigos e na diversão e queda da sensação de segurança.

Ao buscar as causas da redução, chegaram à conclusão que quanto maior o uso de computadores e dispositivos eletrônicos, menor o bem-estar relatado pelos adolescentes entrevistados. Aqueles que usam meios eletrônicos por seis horas ou mais tiveram índices de infelicidade quase o dobro da média.

As atividades de maior impacto negativo foram: navegar na internet, jogar videogame e acessar redes sociais. Os adolescentes que gastam muito tempo em redes sociais apresentaram índice 68% maior de infelicidade. O efeito negativo sobre o bem-estar foi maior entre os adolescentes de menor idade do que entre os mais próximos da vida adulta.

Já aqueles jovens que passam menos tempo em frente a telas e que realizam outras atividades se disseram mais felizes. Entre as atividades relacionadas estão estudos, passeios, prática de esportes e interações sociais presenciais com a família, amigos e conhecidos.

“A combinação de interações sociais presenciais menores (que estimulam o bem-estar) e o uso de comunicações eletrônicas mais constante (que impactam negativamente o bem-estar) podem ser duas causas possíveis e relacionadas do declínio do bem-estar psicológico”, afirmaram os autores no estudo.

Um dos fatores que estimularam o maior consumo de serviços eletrônicos, na avaliação dos autores é a disseminação de smartphones. Segundo o estudo, a presença de smartphones entre adolescentes pulou de 37% em 2012 para 73% em 2015. Além disso, o tempo crescente que os jovens gastam no uso de dispositivos eletrônicos tem impacto na qualidade do sono e pode, acrescentam os autores, levar ao vício.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS

error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998